Combustível

                          CombustívelFoto: Pixabay

Mais uma vez a Petrobras reajustou o preço de combustíveis comercializados nas refinarias. A estatal executou aumento de 0,95% sobre o preço do diesel A e de 1,80% sobre o preço da gasolina A a serem aplicados a partir desta sexta (18). Com isso, o valor do diesel A passa de R$ 2,3082 (preço de ontem) para R$ 2,3302, e o valor da gasolina A de R$ 2,0046 (preço de ontem) para R$ 2,0407. Esse é o quarto reajuste apenas nesta semana.

De acordo com a Petrobras, os combustíveis derivados de petróleo são commodities, ou seja, produtos comercializados no mundo todo por grande número de compradores e produtores. Por isso, seus preços são atrelados ao mercado internacional e podem ter reajustes realizados em diversos prazos. Assim, a estatal não tem o poder de formar esses preços, segundo a própria empresa.

Leia também:
Regulamentação da produção de biocombustível entra em consulta pública
Petrobras aumenta gás para indústrias pela segunda vez em oito dias

Em relação ao repasse dos preços aos postos de combustível, e consequentemente, ao consumidor final, a Petrobras informou que os valores podem ou não refletir no preço final. Isso vai depender dos repasses feitos por todos os integrantes que compõem a cadeia de combustíveis. Segundos os últimos dados divulgados (de 6 a 12 de maio) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina no Recife é de R$ 4,239.

Desde fevereiro, a estatal passou a divulgar em seu endereço online os preços médios da gasolina e do diesel vendidos nas refinarias e terminais no Brasil. Esta semana, Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) realizou protestos pelo País contra os reajustes, que classificam como “perversos”.

Entre os presos em Pernambuco, cinco pessoas foram autuadas por pornografia infatil e uma por pirataria. Foto: Edesio Lemos/Polícia Civil

Operação de combate a pedofilia desarticulou grupo que compartilhava pornografia infantil para todo o mundo

Da Rádio Jornal

A Operação Infância Segura da Polícia Civil de Pernambuco, parte da ação nacional batizada de Luz na Infância, cumpriu 13 mandados de busca e apreensão na Região Metropolitana do Recife. Os suspeitos presos durante o trabalho do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) fazem parte de uma rede de pedofilia que não atua só no Estado, mas chega a compartilhar material com pornografia infantil para todo mundo.

As investigações começaram em março deste ano e, de acordo com o chefe da Polícia Civil, Joselito Amaral, marcam o mês de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Segundo o delegado Joselito Amaral, existe a suspeita de que os pedófilos tenham praticado sexo com as crianças e adolescentes e tenham feito fotos e vídeos. “Muito material pornográfico infanto-juvenil foi encontrado. Há a possibilidade também dos pedófilos terem participado de atos sexuais com crianças e adolescentes. Isso está sendo feita uma triagem. O banco e o arquivo de dados são muito grandes e isso passará por uma perícia que será realizada”, contou.

Segundo o delegado, seis pessoas foram presas e sem direito a fiança.

Denúncia

A Polícia Civil reforça a importância da denúncia, que pode ser feito de forma gratuita pelo Disque 100, número nacional. Ou pelo Disque Denúncia Pernambuco no (81)3421-9595

Denúncia do MPF-GO contra brasileiros que promoviam Estado Islâmico no Brasil (Foto: Reprodução)

Segundo documento, eles trocavam mensagens por aplicativos de mensagens e redes sociais com materiais extremistas.

Do G1

O Ministério Público Federal de Goiás denunciou 11 brasileiros por formar uma organização criminosa e promover o Estado Islâmico no país. Segundo o documento, os denunciados tentaram recrutar pessoas, incluindo menores de idade, para possíveis atentados no Brasil e criação de uma célula e promoção das ideias do grupo terrorista. O G1 não conseguiu localizar a defesa dos envolvidos.

Segundo o documento, assinado em 20 de abril pelo procurador da República Divino Donizette da Silva, em grupos de mensagens com nomes como “Uma bala na cabeça de todo apóstata” e “Na via de Alá, vamos”, os participantes trocavam materiais extremistas. Um dos participantes “afirma sempre conversar com vários recrutadores jihadistas […] e que poderia ajudar na migração para o califado”, segundo as investigações.

Em outra conversa, duas pessoas propõem a explosão de um veículo com botijões de gás. Em outro trecho, um denunciado sugere que seja feito um atentado como o realizado na Ponde de Londres, mas no carnaval do Rio de Janeiro.

As investigações começaram em 2016, após autoridades espanholas avisarem sobre a existência dos grupos de mensagem com números do Brasil. Um dos gerenciadores é de Caldas Novas, segundo a denúncia.

Na denúncia do MPF consta que alguns deles, em depoimento à polícia, confessaram que faziam contato com simpatizantes do Estado Islâmico que moravam na Turquia, Síria, Líbia e até no Brasil, além de possuírem materiais informativos sobre como fabricar artefatos explosivos.

Além do crime de promoção de organização terrorista, cinco deles também foram denunciados por corrupção de menores, pois tentaram recrutar, na época, um adolescente para participar do grupo terrorista.

Apenas um dos denunciados está preso. Ele está detido na Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Foto: Alan Marques

Do blog da Folha

Mesmo cotado para ser um dos candidatos ao Senado pela Frente Popular, o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) participava de um jantar na casa do deputado Heráclito Fortes (DEM-PI), na semana passada, em Brasília, quando foi idealizado o manifesto que prega a unidade entre siglas como o PSDB, DEM, MDB e PTB, na eleição deste ano. Segundo o Estadão, o encontro, que abrigou um debate sobre a necessidade de evitar o isolamento de legendas do “centro”, também contou com a presença de figuras como o deputado federal Mendonça Filho (DEM), que deve ser indicado para disputar o Senado pelo bloco de oposição no estado.

O coletivo visa reforçar o voo de Geraldo Alckmin (PSDB) na corrida presidencial, já que ele não consegue se destacar nas pesquisas de opinião. Hoje, também existe o entendimento de que é preciso um esforço coletivo para impedir o crescimento da pré-candidatura de Jair Bolsonaro, visto como radical e extremista. Da mesma forma, a atuação em bloco serviria para fazer frente à articulação para formação de uma candidatura única no campo da centro-esquerda, representada pelo ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), que pode contar com o apoio de siglas como o PSB.

Por isso, o detalhe da presença de Jarbas no jantar gerou questionamentos sobre seu posicionamento político. Em Pernambuco, ele pode integrar a chapa majoritária do governador Paulo Câmara (PSB), ao lado do senador Humberto Costa (PT). Sua presença na Frente Popular, inclusive, já vinha sendo questionada por membros da oposição, que sempre fazem questão de pontuar suas históricas críticas com relação aos governos petistas.

Mas, historicamente, Jarbas e Mendonça também foram aliados. Desde que venceu a eleição de governador em 1998, Jarbas contou com Mendonça Filho como seu vice até 2006, quando o democrata perdeu a disputa contra Eduardo Campos. Porém, na eleição deste ano, os dois podem disputar a mesma vaga em campos opostos.

Portal do INSS

                           Portal do INSSFoto: Reprodução / Internet

O segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que pedir aposentadoria por idade ou saláriomaternidade a partir de segunda-feira (21) poderá ter o benefício liberado imediatamente ou em até 30 minutos, desde que preencha as exigências básicas. As solicitações serão feitas pelo 135 ou no site do INSS.

Para que a concessão imediata seja possível, as contribuiçõesregistradas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis) do segurado não podem ter pendências. A identificação do direito será realizada sem a participação de funcionários. Quando houver inconsistência cadastral, uma tarefa será criada para análise de um funcionário. Se o problema for resolvido, o benefício será liberado em até 45 dias.

Leia também:
INSS reduzirá agendamento presencial a partir do dia 21
STF vai decidir se benefícios do INSS receberão revisão

A expectativa é que entre 15% e 20% dos requerimentos tenham concessões automáticas, segundo o chefe de divisão de atendimento José Francisco da Silva Neto. “Em 2017, tivemos quase 700 mil requerimentos de aposentadorias por idade, pelo menos 105 mil poderiam ter sido concedidas automaticamente”, afirma.

Brasileiros passam mais tempo desempregados

Brasileiros passam mais tempo desempregadosFoto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A taxa de subutilização da força de trabalho, que inclui os desempregados, pessoas que gostariam de trabalhar mais e aqueles que desistiram de buscar emprego, bateu recorde no primeiro trimestre, chegando a 24,7%, informou nesta quinta (17) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ao todo, são 27,7 milhões de pessoas nessas condições. Destes, 13,7 milhões procuraram emprego mas não encontraram. O restante são subocupados por insuficiência de horas trabalhadas, pessoas que gostariam de trabalhar mas não procuraram emprego ou não estavam disponíveis para trabalhar.

No trimestre, a taxa de desemprego foi de 13,1%, crescimento de 1,3 ponto percentual ante o trimestre anterior, frustrando expectativas de recuperação sustentável do mercado de trabalho.

Leia também:
Desemprego sobe no Brasil e vai a 13,1% no primeiro trimestre
Desemprego chega a 12,6% e Brasil tem 13,1 mi de desocupados

A taxa de desalento da força de trabalho, que indica as pessoas que desistiram de procurar trabalho, também foi recorde no trimestre, atingindo 4,1% no primeiro trimestre. De acordo com o IBGE, eram 4,6 milhões de pessoas nessa condição, 60,6% deles na região Nordeste.

Os dados divulgados nesta quinta pelo IBGE mostram que o desemprego é mais forte na região Nordeste, onde a taxa chega a 15,9%, e mais fraco no Sul, que tem apenas 8,4% de sua força de trabalho sem emprego.

Entre os estados, a maior taxa é do Amapá (21,5%) e a menor, de Santa Catarina (6,5%). Em São Paulo, a taxa de desemprego no trimestre foi de 14%, queda de 0,2 ponto percentual com relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ministério Público Federal (MPF)  firmou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura e a Secretaria de Saúde de Salgueiro, no Sertão Central, para assegurar o cumprimento integral da carga horária de trabalho pelos profissionais da Estratégia de Saúde da Família (ESF).

O responsável pelo acordo, formalizado na última semana, é o procurador da República Marcos de Jesus. A prefeitura terá de manter atualizado o cadastro de profissionais, serviços e estabelecimentos de saúde sob gestão municipal, inclusive os nomes e respectivas cargas horárias dos profissionais que atuam nas equipes da ESF.

Até 15 de julho, deverá ser instalado e posto em funcionamento um sistema de registro eletrônico de ponto, com disponibilização de um equipamento registrador em cada unidade básica de saúde.

Em até 15 dias após o sistema entrar em funcionamento, o município deverá enviar ao MPF cópia dos dados referentes ao controle de jornada. A prefeitura se comprometeu também a providenciar o conserto ou substituição do registrador eletrônico de ponto, em até 15 dias, em caso de pane ou defeito.

Até que o reparo seja feito, o controle das cargas horárias será feito em livro ou com uso do dispositivo registrador de unidade de saúde próxima. Durante 12 meses a partir da assinatura do acordo, o município informará mensalmente ao MPF nomes e qualificações de médicos, odontólogos, enfermeiros e demais profissionais vinculados à ESF que se desligaram ou que foram admitidos.

Até 1º de junho, as unidades públicas de saúde do município deverão providenciar quadros que indiquem os nomes de todos os profissionais da área de saúde e o registro de ponto desses funcionários.

27012018-DSC_3962
 A vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), mantém vivo seu projeto político para as eleições deste ano e, no próximo domingo, dia 20, na capital pernambucana, pretende firmar ainda mais a candidatura própria ao Palácio do Campo das Princesas.

O ato em apoio à sua candidatura ocorrerá no Clube Internacional do Recife, a partir das 10h, após uma série de erros do Governador Paulo Câmara (PSB), durante os últimos meses e semanas.

Ao passo que o socialista demonstrou um maior interesse em rifar a candidatura da neta de Miguel Arraes, as lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT) passarão a ter um novo olhar sobre a candidatura própria, tendo em vista o assédio da Frente Popular de Pernambuco.

A dobradinha do Senador Humberto Costa (PT) com Paulo Câmara mostrou a força de Marília Arraes para o pleito estadual, recebendo olhares de deputados federais e lideranças, que estão dispostas a defender, a qualquer custo, essa candidatura, dentro da cúpula petista.

Nos últimos meses, Paulo Câmara procurou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; presidente do PT nacional, Gleisi Hoffman e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Essa obstinação do socialista em busca de uma aliança, após ser fiador do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, tem sido colocada em pauta dentro da legenda, que passa a considerar que o melhor caminho para as Eleições de 2018, é confirmar a neta de Miguel Arraes ao Governo de Pernambuco.

Outro erro cometido pelo PSB e, principalmente, pelo Governador Paulo Câmara é ter demonstrado preocupação súbita com a candidatura da oposicionista, quando conta com mais de 70% dos prefeitos do estado, muito embora essas lideranças não estejam conseguindo transferir apoios (votos) para sua reeleição.

Essa preocupação do PSB cresceu de forma muito avassaladora depois da última pesquisa do Instituto Múltipla, onde Marília Arraes e Paulo Câmara aparecem empatados com 15% das intenções de votos.

Na balança política, ainda, pesa a possibilidade, muito concreta, de Arraes entrar para a história como a primeira governadora de Pernambuco, assim como fez Dilma Rousseff ao assumir a Presidência da República.

Nos bastidores, partidos políticos estão ansiosos pela definição do PT sobre essa candidatura, pois já avaliam um cenário favorável para alinhar uma aliança com a legenda e fortalecer a chapa de Arraes, assim como construir chapas competitivas para deputado federal e estadual.

Ao final deste mandato, Paulo Câmara não conseguiu incorporar o principal símbolo de liderança da sua legenda, que era o idealismo popular de Dr. Arraes, fato que tem pesado sobre a Frente Popular, haja vista que Marília Arraes tem “no sangue” a ideologia política do seu avô.

Foi em cima desses erros que o nome de Marília Arraes se fortaleceu no interior e, agora, chega à capital pernambucana para incomodar a liderança do prefeito do Recife, Geraldo Júlio e do ex-aliado, João Paulo, que hoje integrar a Frente Popular.

“Será que Arraes tá aí de novo?”

Aécio Neves

                        Aécio Neves Foto: Sérgio Lima/AFP

Perfis com imagens e informações associadas à Rússia e ao leste europeu ajudaram a propagar mensagens com links da campanha à Presidência de Aécio Neves em 2014. Essa foi uma das descobertas de pesquisadores da FGV, que analisaram sub-redes de perfis automatizados, os chamados robôs, durante as eleições naquele ano.
A informação foi antecipada pela revista “Veja”.

Os pesquisadores identificaram manualmente 24 perfis do leste europeu atuando na campanha do tucano, responsáveis por 14.440 interações no Twitter.

O estudo aprofunda a pesquisa divulgada no último ano pela pela Diretoria de Análises de Políticas Públicas (DAPP) da FGV, que mostrou a interferência de robôs em momentos decisivos da disputa pela Presidência, como os debates na Rede Globo, em que perfis automatizados responderam por cerca de 20% das interações no Twitter de apoiadores de Dilma Rousseff (PT), Aécio e Marina Silva (ex-PSB, hoje Rede).

Leia também:
Moraes envia inquérito contra Aécio para 1ª instância
Réu, Aécio não deveria disputar eleição, diz Alckmin

Para o sociólogo Marco Aurélio Ruediger, diretor da DAPP, o uso de perfis de outros países demonstra que a campanha eleitoral deste ano no país também pode sofrer interferência externa, como teria ocorrido nas eleições americanas.

“Não estamos livres de interferências do exterior, outro ponto importante, porque pode ter um impulsionamento de ideias e também ser deformadora do espaço político e democrático, além de impor agendas”, afirma.

análise revelou vínculos entre empresas prestadoras de serviços às campanhas dos candidatos e sites cujos conteúdos foram compartilhados por redes de robôs . Nesta etapa do estudo foram analisados duas sub-redes de perfis automatizados: uma com 699 robôs, que compartilharam conteúdos de Aécio e de Marina. E outras 509 contas que compartilharam conteúdos associados à campanha de Dilma. Ao todo, geraram mais de 773 mil publicações, uma média de 419 por usuário.

Segundo Ruediger, o uso de perfis falsos somados podem ter um grande impacto, ao interferir naquilo que as pessoas recebem e distorcer a percepção daquilo que está sendo mais debatido.

A assessoria de Aécio negou que tenha utilizado robôs durante a campanha ou autorizado qualquer empresa ou pessoa a utilizar perfis automatizados.

O coordenador de comunicação digital da campanha de Marina em 2014, Caio Tulio Costa, disse que em uma ocasião a equipe digital identificou uma movimentação atípica de tuítes pró-Marina, imediatamente relatada à rede social. A assessoria de Dilma disse que não comentaria o assunto.

Secretaria de Saúde reforça que o grupo prioritário deve buscar os postos de saúde o quanto antes

Secretaria de Saúde reforça que o grupo prioritário deve buscar os postos de saúde o quanto antesFoto: Anderson Stevens
A Secretaria Estadual de Saúde (SES) emitiu um alerta para todos os municípios sobre o aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), provocadas pela gripe, nas três últimas semanas. A média semanal de notificações desses quadros saltou de 50 para 75, ou seja, um incremento de 50% – dados que recomendam às cidades reforço nas ações preventivas contra a influenza. Apesar de em números absolutos os casos de SRAG ainda serem menores que 2017, a pasta destacou que o momento é de atenção redobrada para as gripes fortes, visto que a partir de agora o cenário fica ainda mais favorável para a explosão dos vírus respiratórios.

O Estado já contabiliza 27 mortes pela síndrome, sendo seis já confirmadas – um incremento de 100% dos óbitos confirmados em relação ao último boletim do dia 28 de abril da gripe. Dessas, cinco mortes foram relacionadas ao H1N1 e uma ao vírus H3N2 (a primeira do ano). Entre as vítimas estão duas crianças, sendo uma de 1 mês e uma de 9 anos. Os demais pacientes tinham 17, 41, 45 e 75 anos.

Leia também:
Vacina da gripe: 45% do público já foi imunizado em Pernambuco
Vacinação contra gripe mobiliza hoje 65 mil postos em todo o país

A gerente de Controle de Doenças Imunopreveníveis da SES, Ana Antunes, comentou que o governo, após a análise de dados entre os dias 15 de abril e 5 de maio deste ano, verificou não só o incremento de casos de gripe como uma maior gravidade dos pacientes. Foi diante deste cenário, que a SES achou prudente enviar para as cidades o alerta. “Estamos lançando para o Estado todo até porque as doenças respiratórias têm uma facilidade grande de disseminação. Reforço que os vírus circulando agora são sazonais, ou seja, já circularam em outros momentos. Quando a gente fala em alerta contra a gripe não é para gerar pânico. Mas é uma situação de maior cuidado para influenza, como reforço nas medidas preventivas, especialmente a vacina”, disse a gerente.

Ela comentou ainda que os municípios que já vem verificando ocorrência de SRAG devem permanecer atentos e aqueles onde a doença parece silenciada devem apurar se pode estar havendo subnotificação. É obrigatória a comunicação de SRAG as autoridades de saúde, assim como o tratamento com a medicação oseltamivir. Segundo a SES, uma remessa extra da medicação já chegou e os estoques da droga estão completos. Pessoas que possuem fatores de risco para o agravamento que apresentarem sintomas de síndrome gripal também devem utilizar essa medicação.

Além da confirmação de aumento de síndrome respiratória aguda grave nas últimas três semanas, o balanço das influenzas também aponta que houve alta na comparação entre os períodos janeiro até 28 de abril e janeiro até 5 de maio. Neste recorte, em sete dias houve incremento de 31,4% nos casos gerais de SRAG, 57,1% de SRAG por H1N1 e 10% de SRAG por H3N2. Sobre as síndromes gripais (quadros leves e sem necessidade de internamento), até o momento as quatro unidades sentinela atenderam 12.245 pacientes, sendo, desse total, 23 confirmados de H1N1, 12 de influenza H3N2, 1 de influenza B e 1 de vírus sincicial respiratório (VSR).
Como a imunização contra a gripe é uma das principais armas contra os quadros graves nos grupos vulneráveis, a SES reforça que a população-alvo busque os postos de saúde. Até agora, 49,4% do total do público em Pernambuco tomou a dose. A meta é imunizar, no mínimo, 90% desse contingente. De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) Ana Catarina de Melo, as crianças até 5 anos estão com o menor percentual de vacinação, apenas 39,5%. As puérperas (mulheres em pós-parto) e os trabalhadores de saúde são os grupos prioritários com as maiores coberturas vacinais, 68,1% e 60,9%, respectivamente. A campanha vacinal segue até 1ª de junho.
Agência do INSS

                        Agência do INSS Foto: Arquivo / Agência Brasil

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixará de agendar o atendimento presencial para salário-maternidade e aposentadoria por idade urbanos a partir de segunda-feira (21).

Agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o 135 e, em vez de agendar uma data para ser atendido, receberá direto o número do protocolo de requerimento, eliminando a etapa do agendamento.

Atualmente, o segurado precisa agendar uma ida ao INSS para levar documentos e formalizar o pedido. Com o novo modelo, ao fazer o pedido, o cidadão acompanha o andamento pelo Meu INSS ou pelo telefone 135 e, somente se necessário, será chamado à agência.

Nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do INSS, será possível então a concessão automática do benefício, isto é, a distância.

Leia também:
STF vai decidir se benefícios do INSS receberão revisão
Operações da PF contra fraudes no INSS prendem sete pessoas
INSS mira em 152 mil doentes e inválidos

Segundo o INSS, com a mudança, não haverá mais falta de vaga e, caso precise ir a uma agência para apresentar algum documento, o cidadão terá a garantia de ser atendido perto da residência. O instituto diz ainda que a mudança representa o fim do tempo de espera para ser atendido.

Atualmente, o Meu INSS tem mais de 7 milhões de usuários cadastrados e é acessível pelo computador ou celular. O sistema, que está sendo aprimorado, conta com um canal que permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a outros serviços do INSS.

O instituto vai ampliar cada vez mais a lista de serviços agendáveis. A partir do dia 24, serviços que antes eram prestados somente no atendimento espontâneo serão realizados com dia e horário marcados, bastando fazer seu agendamento pelo Meu INSS ou o telefone 135.

Veja a lista dos serviços que passarão a ser agendáveis: 

Alterar meio de pagamento

Atualizar dados cadastrais do beneficiário

Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes

Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País

Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de Dirf

Cadastrar Declaração de Cárcere

Cadastrar ou atualizar dependentes para salário-família

Cadastrar ou renovar procuração

Cadastrar ou renovar representante legal

Desbloqueio do benefício para empréstimo

Desistir de aposentadoria

Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados

Pensão por morte

Emitir Certidão para Saque de PIS/Pasep/FGTS

Reativar benefício

Reativar benefício assistencial à pessoa com deficiência, suspenso por inclusão no mercado de trabalho

Renunciar a cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão

Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido

Solicitar valor não recebido até a data do óbito do beneficiário

Suspender benefício assistencial à pessoa com deficiência para inclusão no mercado de trabalho

Transferir benefício para outra agência

Renan Calheiros

                        Renan CalheirosFoto: EVARISTO SA / AFP

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um inquéritopara apurar se integrantes do MDB receberam propina da JBS e da Transpetro. A investigação tem como alvos os senadores Eunício Oliveira (CE), presidente da Casa; Renan Calheiros (AL), Eduardo Braga (AM), Vital do Rego (atual ministro do TCU), Jader Barbalho (PA) e Valdir Raupp, além do ex-ministro Henrique Eduardo Alves (RN).

Quando as delações vieram a público, os políticos negaram as acusações feitas pelos colaboradores. A colaboração de Machado foi homologada em maio de 2016; ele gravou conversas com colegas do partido, que foram reveladas pela Folha de S.Paulo.

A delação dos executivos da JBS se tornou pública há um ano; Joesley Batista, um dos donos da companhia, gravou secretamente conversa com o presidente Michel Temer. Ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, Sérgio Machado disse que o PT pediu à J&F, holding que controla a JBS, o pagamento de propina no valor de R$ 40 milhões ao MDB como forma de compra de apoio político nas eleições presidenciais de 2014.

Na delação, Machado disse que as doações da JBS para os peemedebistas do Senado geraram um desentendimento no partido e então o presidente Michel Temer reassumiu o comando da legenda. Na época, Temer era vice de Dilma Rousseff e a chapa concorria à reeleição.

Ele disse ter ouvido “de diversos senadores nas reuniões na casa do Renan que o grupo JBS iria fazer doações ao MDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões” e que a informação lhe foi posteriormente confirmada por Ricardo Saud, então diretor de Relações Institucionais da JBS.

No entanto acrescentou Machado, a informação chegou ao conhecimento da bancada do MDB na Câmara e os deputados se queixaram a Temer. Segundo o delator, “fato fez com que Michel Temer reassumisse a presidência do MDB [a sigla não havia mudado de nome] visando controlar a destinação dos recursos do partido”.

Leia também:
Gilmar Mendes solta Milton Lyra, apontado como operador do MDB
Ana Arraes avalia rescisão de contrato com grupo suspeito de pagar propina a Temer

Machado disse ainda que “o depoente não sabe dizer se o grupo JBS obteve algum favorecimento em troca dessa doação”. Um ano depois da delação de Machado, fechada em 2016, Saud e outros executivos da JBS também fizeram acordo com a PGR (Procuradoria-Geral da República).

Saud corroborou as declarações de Machado e disse ainda que parte da propina era direcionada a Eunício “como contraprestação à atuação favorável aos interesses do Grupo J&F no processo de aprovação de medidas provisórias”. Já tramita no STF um inquérito para apurar a compra de medida provisória, aberto com base na delação da JBS.

Entretanto Saud afirmou que o valor destinado ao MDB serviu também como “repasses não contabilizados a diversos políticos, sob o pretexto de doação eleitoral”. Ao determinar a abertura do inquérito, Fachin destacou que esses fatos “não são apurados em qualquer procedimento em trâmite perante este Supremo Tribunal Federal”.

Os repasses tinham como objetivo “manter a unidade do MDB, já que havia, à época, risco de ruptura, com a perspectiva de integrantes do partido passarem a apoiar formalmente a campanha de Aécio Neves [PSDB] à Presidência da República”, disse Saud, segundo informa documento da PGR.

“Segundo Saud, as demandas por vantagem indevida, ele as repassava para Joesley Batista, o qual, por sua vez, falava com o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, uma vez que seriam utilizados recursos pré-fixados de vantagem indevida, acordados entre o Grupo J&F e o PT. Após, Ricardo Saud era informado se o pagamento deveria ou não ser realizado”, resumiu a PGR.

Mantega então teria pedido a Joesley que fossem repassados ao “MDB do Senado” R$ 35 milhões “do valor de vantagem indevida, prometido pelo grupo J&F a integrantes do PT em razão de negócios ilícitos envolvendo o BNDES e os fundos de pensão”, informa o documento.

De acordo com a PGR, os pagamentos foram feitos por meio de doações eleitorais oficiais dissimuladas e por contratos fictícios com empresas, que usaram notas frias. Na peça, a Procuradoria descreve os valores e os pagamentos atribuídos aos políticos. A PGR fornece os dados das notas apontadas como fraudulentas e que foram entregues pelos delatores da JBS.

Presidente do Senado, Eunício Oliveira teria recebido R$ 5,682 milhões por meio de notas fiscais frias, emitidas por três empresas, além de doações oficiais ao diretório nacional do MDB. Renan Calheiros teria recebido R$ 9,9 milhões por meio de notas fiscais frias de duas empresas, além de doações oficiais dissimuladas para diretórios estaduais do MDB e do PTB, além de pagamentos em espécie a pessoas ligadas ao senador.

Valdir Raupp teria sido beneficiado por meio de doações oficiais dissimuladas no valor de R$ 4 milhões; Eduardo Braga, R$ 6 milhões por meio de uma empresa de táxi aéreo; Vital do Rego, R$ 6 milhões por meio de uma empresa de comunicação, de um escritório de advocacia e de um emissário; e Jader Barbalho teria recebido R$ 8,9 milhões usando duas empresas, um escritório de advocacia e entrega de dinheiro em espécie.

Henrique Eduardo Alves, à época presidente da Câmara dos Deputados, teria recebido R$ 2,39 milhões por meio de notas fiscais frias que simulariam prestação de serviços de empresas para a JBS e por doações oficiais dissimuladas. “Com isto, as vantagens indevidas que visariam cooptar agentes políticos do MDB corresponderiam a R$ 43,6 milhões”, diz a PGR.

Os senadores mencionados não concorreram a cargos eletivos nas eleições de 2014, mas podem ter atuado como arrecadadores para suas bases eleitorais“, acrescenta. Na peça, a procuradora-geral Raquel Dodge ressalta que “o recebimento de valores indevidos por meio de doação eleitoral poderia caracterizar corrupção. Mas não é fato que se pode presumir”.

Outro lado
Em nota, a direção do MDB informou que o partido “repudia mais uma tentativa de criminalização da política”, que espera “que a conclusão deste inquérito seja rápida e acreditamos que ao final a verdade será restabelecida”.

A assessoria de imprensa do presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse que “a narrativa dos delatores é falsa e caluniosa” e que o parlamentar “nunca recebeu doações eleitorais do senhor Sérgio Machado, seu adversário político histórico, ou do Partido dos Trabalhadores, conforme é possível verificar na prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral”.

O advogado Luís Henrique Machado, que defende Renan Calheiros, disse que o “inquérito será uma oportunidade de demonstrar a verdade dos fatos, infelizmente, manipulada por delatores que tiveram acordos rescindidos ou que a própria Polícia Federal já sugeriu o cancelamento”.

“Em outras palavras, são delações que não gozam de credibilidade, como é o caso do grupo JBS e de Sérgio Machado”, concluiu. O advogado Marcelo Leal, que defende Henrique Eduardo Alves, disse que não iria comentar.

Exame oftalmológico

                 Exame oftalmológico Foto: Brenda Alcântara / Folha de Pernambuco

Os casos de conjuntivite em Pernambuco já ultrapassam os números de 2017. A informação foi divulgada na tarde desta quarta (16) em coletiva de imprensa na Fundação Altino Ventura(FAV), no bairro da Boa Vista, região central do Recife.

Os números repassados pela instituição são referentes aos atendimentos na emergência até o dia 14 de maio deste ano. Desde janeiro, já foram constatados pela instituição 37.047 casos de conjuntivite viral, número que ultrapassa o total de casos de todo o ano passado, quando 17.821 pacientes foram contaminados pelo vírus. A oftalmologista Edilana Sá, da FAV, garante que é o maior surto dos últimos dez anos.

Outro dado alarmante apresentado na coletiva foi o resultado das duas primeiras semanas de maio deste ano, quando foram registrados 5.599 casos. Já no mesmo mês de maio do ano passado, os números foram 12 vezes menores.

Leia também
Pernambuco tem surto de conjuntivite; emergência registra aumento de 351% nos casos 
Secretaria de Saúde alerta para aumento de casos de conjuntivite em PE

surto de conjuntivite em Pernambuco teve em início em novembro do ano passado segundo a FAV, mas, segundo a instituição, não há causas específicas que justifiquem os altos índices do vírus.

Buscando descentralizar o atendimento, a Fundação Altino Ventura firmou uma parceria com a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) e realizou, no último mês de abril, treinamento para 120 médicos das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Estado. “Nós não temos mais capacidade física nem humana para dar conta desse quantitativo tão expressivo”, afirma a oftalmologista Edilana Sá.

Em contato com o Portal FolhaPE, a SES informou que os profissionais que atuam nos postos de saúde dos municípios são capacitados para diagnosticar a doença. “Após identificar o aumento no atendimento de pacientes com conjuntivite na rede especializada, [a Secretaria Estadual de Saúde] mobilizou e realizou, no mês de abril, capacitação da rede de atenção primária e de urgência e emergência para reforçar o protocolo de atendimento para esse tipo de caso”, disse em nota.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde apenas quando necessário, os pacientes, depois de serem atendidos nas unidades de saúde do município, são encaminhados para a FAV, que, ainda segundo a SESa, é a única instituição pública no Estado apta a tratar da saúde dos olhos.

Doença
A conjuntivite é a inflamação da membrana transparente e fina – chamada conjuntiva -, que reveste a parte da frente do globo ocular. De acordo com a SES, a doença, em geral,  acomete os dois olhos, pode durar de uma semana a 15 dias e não costuma deixar sequelas.

Causas
As principais causas de conjuntivite são: alérgenos (substâncias que provocam reação alérgica), traumas, irritação química e infecções por vírus, bactérias ou fungos. Contudo as causas mais frequentes são as alérgicas, infecções por vírus e bactérias. A doença é mais frequente no período de verão, já que a disseminação é favorecida pelo calor e umidade.

Transmissão
A transmissão, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, ocorre pelo contato direto com secreções oculares de pessoas infectadas e também de forma indireta, na qual o contágio ocorre por meio de objetos, superfícies e instrumentos contaminados como equipamentos oftalmológicos, toalhas, travesseiros, lenços, lápis, copos, entre outros.

Sintomas
Os principais sintomas da conjuntivite são hiperemia da conjuntiva (olhos vermelhos) e lacrimejamento; coceira, irritação e sensação de desconforto nos olhos; secreção purulenta ou esbranquiçada; pálpebras grudadas ao despertar; fotofobia e sensação de areia ou ciscos nos olhos.

Prevenção
Confira abaixo as medidas de prevenção e controle:

• Lavar com frequência, com água e sabão, as mãos e o rosto;

• Evitar coçar os olhos;

• Utilizar, quando possível, lenços e toalhas descartáveis e/ou individuais;

• Utilizar travesseiros individuais;

• Evitar o uso de objetos como copos, talheres e maquiagem de pessoas com conjuntivite;

• Evitar frequentar piscinas e também o uso de lentes de contato;

• Evitar frequentar locais com aglomerações, como escolas, creches e locais de trabalho ou clubes, quando acometido pela doença.

• Crianças com conjuntivite requerem cuidados especiais com higiene, principalmente das mãos. Devem ser afastadas de escolas, creches etc.

• Evitar atividades de grupo enquanto a secreção ocular estiver presente;

• Limpar as superfícies que foram tocadas por pessoas com conjuntivite com água e sabão e, posteriormente, com álcool a 70%.

Um grave acidente de moto, vitimou o jovem carnaibano Walace Ferreira de Lima, conhecido como Ulinha. Segundo o Blog do Cauê Rodrigues, ele tinha apenas 20 anos.

O acidente aconteceu na Rodovia Estadual PE 320 entre Carnaíba e Afogados da Ingazeira, na altura do sitio Santo Antônio, zona rural de Carnaíba.

As informações preliminares indicam que a moto guiada por Walece teria se chocado com uma segunda moto, guiada por um agricultor do sitio Vieira, zona rural de Carnaíba.

Walace morreu no local e o agricultor que seguia em uma Shineray foi socorrido ao Hospital Regional Emília Câmara em Afogados. O policiamento e ambulâncias de Carnaíba e Afogados foram acionadas. O corpo de Wallace também foi levado para o Regional Emília Câmara.

Walace residia no Bairro da Caixa Dágua. Ele havia chegado de São Paulo na ultima quinta feira, dia 10.

Do blog de Jamildo

O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) expediram recomendação conjunta para todos os prefeitos de Pernambuco sobre a forma de utilização dos recursos de precatórios do extinto Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

A recomendação foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (16), tendo efeitos imediatos.

Segundo o texto, assinado pelo presidente do TCE, Marcos Loreto, a aplicação dos recursos está vinculada “de forma exclusiva na manutenção e no desenvolvimento do ensino”.

O MPCO quer uma melhor divulgação para os prefeitos do entendimento recente do TCE em consulta votada no plenário do órgão, em abril deste ano.

A consulta ao TCE, feita pela Câmara Municipal de Catende, foi relatada pelo conselheiro Ranilson Ramos, tendo a procuradora geral Germana Laureano atuado no processo pelo MPCO.

Nesta consulta, o TCE definiu regras que devem ser obedecidas na aplicação dos recursos do extinto Fundef.

Os recursos aos municípios são oriundos de uma diferença dos repasses do governo federal para o extinto Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), nos anos de 2004 a 2006, deu origem a uma sentença judicial favorável para vários municípios pernambucanos.

Com a causa já ganha em definitivo na Justiça Federal, os municípios já estão recebendo as verbas através de precatórios (forma de pagamento que o governo usa quando perde um processo judicial).

Em Pernambuco, o procurador do MPCO, Cristiano Pimentel, alertou em 2017 que vários prefeitos fizeram contratos sem licitação com advogados, para atuarem nestes precatórios, pagando até 20% (vinte por cento) do total destas verbas para os escritórios.

“Era uma preocupação que os órgãos de controle tinham em Pernambuco, mas não tínhamos uma decisão de um tribunal superior definindo a destinação destes recursos. Agora, com a decisão do TCU, os prefeitos terão que devolver estes honorários pagos indevidamente para advogados. O Ministério Público Federal, o TCU, a Polícia Federal e a CGU vão fiscalizar, por serem verbas federais”, informou Cristiano Pimentel, na época.

Em agosto do ano passado, o TCU também fez orientações sobre como a verba deve ser gasta pelos prefeitos.

“A competência para fiscalizar a aplicação desses recursos complementares é do Tribunal de Contas da União, ainda que esses pagamentos decorram de sentença judicial, uma vez que são recursos de origem federal”, esclareceu o ministro do TCU, Walton Alencar Rodrigues.

No acórdão do TCU constou que a destinação de valores de precatórios do Fundef/Fundeb para pagamento de honorários advocatícios é inconstitucional, o que pode resultar na responsabilização pessoal de prefeitos e ex-prefeitos que desviaram a verba, segundo a decisão do TCU.

“Verificado o desvio de recursos, sem que o município tenha efetivamente auferido o ganho, a exemplo de despesas contratadas ilegalmente, com preço abusivo ou com outra irregularidade dessa natureza, mesmo o pagamento indevido de honorários de advogado, a pessoa que se beneficiou com os pagamentos indevidos deve integrar o polo passivo da Tomada de Contas Especial e responder, junto com o prefeito e demais responsáveis”, alertou o relator da matéria no TCU.

O ministro do TCU, na época, encaminhou cópia do processo à Polícia Federal, para que investigue a utilização indevida dos recursos.

“São gravíssimas as irregularidades tratadas neste processo, uma vez que privam as gerações atuais e futuras do acesso ao ensino qualificado, proporcionado pela União, com a transferência complementar de recursos, em virtude do desvio das verbas constitucionalmente destinadas ao ensino, a pretexto de honorários de advogado e outras aplicações irregulares”, disse o relator do processo, ministro Walton Alencar Rodrigues, em trecho do voto, de agosto.

O Governo do Estado também foi beneficiado com as verbas.

Em outubro de 2017, o Supremo deu ganho de causa ao Estado em ação que pedia as mesmas verbas recebidas pelos municípios.

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou parcialmente procedente a Ação Cível Originária (ACO) 658, ajuizada pelo Estado de Pernambuco.

Na petição inicial da ação, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) apontou o prejuízo de R$ 247.169.189,07 (duzentos e quarenta e sete milhões, cento e sessenta e nove mil, cento e oitenta e nove reais e sete centavos). Isso, contudo, foi quando a ação deu entrada, em 2002.

A relatora, na decisão do STF, também consignou que as verbas devem ser integralmente aplicadas na área de educação.

Valores de alguns dos municípios beneficiados com os precatórios em 2017:

  • Bom Conselho – 28 milhões
  • Cabrobó – 13 milhões
  • Carpina – 19 milhões
  • Escada – 42 milhões
  • Igarassu – 34 milhões
  • Lagoa Grande – 23 milhões
  • Petrolina – 90 milhões
  • Quipapá – 17 milhões
  • São Bento do Una – 27 milhões
  • Custódia  – 24 milhões

Sargento Enéas (esquerda) e cabo Adeildo (direita)

                   Sargento Enéas (esquerda) e cabo Adeildo (direita)Foto: Divulgação

Os corpos dos dois policiais militares do 16º Batalhão que foram atropelados por um trem serão velados nesta quarta-feira (16). Os familiares do sargento Enéas Severino Silva, de 42 anos, informaram que o funeral acontecerá a partir das 14h, na Primeira Igreja Batista do Recife, no bairro da Boa Vista, na área Central da capital pernambucana. Já o velório do corpo do cabo Adeildo José Alves, de 40 anos, deve acontecer na capela do Cemitério de Santo Amaro, também na área Central.

Os corpos estão no Instituto Médico Legal (IML) e ainda não foram liberados. O sepultamento deve acontecer às 16h. O cabo Adeildo deixou dois filhos, um de 14 anos e outro de 7 anos. O sargento Enéas também deixou dois filhos, um de 21 e outro de quatro anos. Os familiares de Enéas chegaram ao IML às 9h10. Eles, que são do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, não quiseram conversar com a reportagem. Os familiares de Adeildo são do Ibura, no Recife, e chegaram pouco depois, às 9h30.

O acidente aconteceu durante uma ação policial na noite da última terça-feira (15), às 20h50, no bairro de São José, nas proximidades da Estação Joana Bezerra. Segundo a Polícia Militar (veja nota abaixo), o grupo procurava criminosos na área quando foi acertado por uma composição do Metrô do Recife. Além do sargento Enéas e do cabo Adeildo, outros dois militares sofreram ferimentos e foram encaminhados ao Hospital da Restauração, no bairro do Derby. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) , por meio de nota, lamentou o ocorrido e informou que acionou, de imediato, os órgãos competentes. A CBTU informou que “está à disposição para prestar os esclarecimentos às autoridades responsáveis pela apuração do fato”.

Leia também
Dois PMs morrem atropelados pelo metrô do Recife e dois ficam feridos

A Polícia Militar lamenta profundamente o trágico acontecimento desta terça-feira (15) à noite, quando dois policiais do 16º BPM, no estrito cumprimento do dever, acabaram mortos, atropelados por uma composição do metrô. O fato ocorreu quando o grupo de policiais militares realizava incursões na área férrea na procura de contumazes meliantes que usam do local para o cometimento de crimes como tráfico e assaltos. Outros dois policiais que formavam a equipe continuam recebendo atendimento médico no Hospital da Restauração. Nesse momento difícil, a Corporação pede a compreensão de todos, se comprometendo a, quando tiver informações precisas sobre o caso, repassá-las à sociedade. Agora, fixamos nossas atenções às famílias dos que perderam a vida em defesa da sociedade, bem como, em total apoio aos policiais militares que se encontram feridos.

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Do blog de Jamildo

A frente de oposição Pernambuco Quer Mudar divulgará nesta quarta-feira (16) a data em que irá anunciar a composição de parte da sua chapa majoritária. O anúncio oficial, contudo, será feito em um evento no Recife, no fim deste mês, e não mais na próxima segunda-feira (21).

No ato, serão anunciados os candidatos ao governo do Estado e a uma das duas vagas do bloco ao Senado. São eles, respectivamente: o senador Armando Monteiro Neto (PTB) e o deputado federal e ex-ministro da Educação do governo Michel Temer (MDB) Mendonça Filho (DEM).

Com a escolha de Armando, a disputa destas eleições pelo Palácio do Campo das Princesas será uma reedição do pleito de 2014, quando o senador perdeu para o governador Paulo Câmara (PSB) no primeiro turno. A diferença, alertam aliados do senador, é que nesta campanha não haverá mais a comoção pela morte do ex-governador Eduardo Campos – morto em acidente aéreo em plena campanha presidencial, no dia 13 de agosto de 2014.

Segundo integrantes do bloco, o trágico acidente influenciou no resultado das urnas. Paulo era o candidato de Eduardo. Em relação ao restante da chapa, as lideranças do Pernambuco Quer Mudar decidiram, em reunião ontem, postergar o anúncio para a vaga de vice e a última de senador.

Essa seria uma estratégia para tentar atrair partidos que ainda não integram a Frente Popular, como é o caso do deputado estadual André Ferreira (PSC), que estaria colocando como condição para permanecer na base do governador uma das vagas ao Senado.

Ferreira, contudo, pode perder o espaço se o PT apoiar Paulo Câmara e ganhar a posição. Caso haja aliança, o mais provável é que o senador Humberto Costa (PT) fique com uma das vagas e tente a reeleição pela Frente Popular. A outra vaga da chapa do governador já está reservada ao deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB).

De toda forma, comenta-se nos bastidores que o deputado federal e ex-ministro das Cidades de Temer Bruno Araújo (PSDB) ainda está decidindo se tentará a reeleição na Câmara ou se disputa ao cargo de senador, colocando o PSDB na majoritária do bloco.

Inicialmente, além de Armando Monteiro, o nome do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) era tido como um dos principais para a disputa pelo governo. No entanto, a indefinição sobre o comando do partido dele no Estado, que segue com Raul Henry, aliado de primeira hora de Paulo Câmara, fez sua candidatura desidratar.

Ao JC, Bezerra Coelho confirmou que a data do anúncio dos “primeiros nomes” sai hoje, mas afirmou que os partidos ainda estão conversando com as bases para chegar a uma definição sobre a chapa.

“As conversas prosseguem num clima de muito entendimento e união. Os nomes de Armando e Mendonça são muito fortes e muito apoiados para compor a nossa chapa. Estamos fazendo consultas a prefeitos, deputados, presidentes de partidos e lideranças políticas, para na sequência tomarmos uma decisão”, respondeu ao ser questionado sobre as informações de fontes ligadas ao bloco.

Uma ação que foi impetrada na Justiça, ainda no governo do ex-prefeito Carlos Evandro, pode trazer dor de cabeça para o prefeito Luciano Duque e até deixa-lo isolado na Câmara de Vereadores.

Cerca de R$ 30 milhões provenientes do Fundeb já estão depositados numa conta jurídica, para depois ser repassado para os cofres da Prefeitura de Serra Talhada e rateados entre professores e servidores, e parte ser investido na educação.

Na última segunda-feira (14), com a Câmara lotada de professores, os 17 vereadores foram unânimes em afirmar que são a favor do rateio por completo. O dinheiro ainda não foi liberado, mas os parlamentares querem do prefeito a garantia que após liberação, o montante caia na conta dos professores.

Na tribuna, o professor e vereador Sinézio Rodrigues, lamentou o fato de até agora Luciano Duque, segundo ele, ter se recusado a debater o assunto.

“O sindicato encaminhou em 2016, ofício ao prefeito pedindo pra ele se posicionar, em relação ao que ele iria fazer com esse dinheiro, porque o prefeito embora não tivesse dinheiro em conta, ele (Luciano Duque) poderia informar o que iria fazer com esse dinheiro. Carlos Evandro veio aqui e disse o que iria fazer com o dinheiro, iria ratear com os professores para eles comprarem casas e carros, mas Luciano Duque não respondeu”, criticou Rodrigues, afirmando que o prefeito foge do assunto

Na oposição, também há desconfiança se o rateio será feito ou não, como acertado ainda na gestão de Carlos Evandro.

“Teve uma reunião e houve vazamento de informações. Já chegou a mim que o prefeito disse: ‘Olhem, o governo está afundando, a oposição está unida e vocês não estão defendendo o governo”, relatou o vereador Antonio de Antenor, do PR.

O Ex-prefeito Guga Lins, que sempre prestigiou esses profissionais em sua administração, enviou a imprensa sua mensagem para o dia do Gari.

Guga lembrou que trata-se de uma classe super importante na administração pública porque faz um trabalho de suma importância para o cidadão e na limpeza da cidade. “São profissionais que merecem toda nossa admiração e apreço, pois são trabalhadores brilhantes que cuidam da limpeza da cidade com maestria e boa vontade. Quero aqui parabenizar cada um dos garis sertanienses que com seu trabalho faz a cidade ficar mais limpa e bonita. Desejo muita saúde e paz para todos”, disse Guga em sua mensagem direcionada para os Garis em seu dia.

NA FOTO O MOMENTO EM QUE EM UMA  DAS MUITAS SOLENIDADES EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO GARI, O EX-PREFEITO ENTREGANDO FARDAMENTOS E EQUIPAMENTOS AOS GARIS SERTANIENSES

Lembrando que na administração Guga Lins os garis sempre recebiam fardamentos e equipamentos de qualidade para trabalhar com dignidade e condições, além do mais recebiam sua horas extras integralmente, já que como bem frisou o ex-prefeito, trata-se de profissionais que merecem todo o nosso respeito.

Parabéns ao garis neste dia.

Em encontro nesta terça (15), Carlos Siqueira, do PSB, e Gleisi Hoffmann, presidente do PT, identificaram a possibilidade de fechar alianças em dez estados.

Um acerto em Pernambuco, porém, continua vinculado à questão nacional: o PT só abre mão de candidatura no estado se o PSB apoiar Lula.

Os petistas fecham nesta quarta (16) o calendário de lançamento da candidatura do ex-presidente, que está preso. Uma ideia é mesclar eventos grandes com reuniões pequenas.

Dirigentes do PT defendem o resgate de modelo antigo, com parlamentares indo a pequenas cidades, só com banquinho e megafone. A informação é da coluna Painel, da Folha de São Paulo.

A Rádio Afogados FM, da cidade de Afogados da Ingazeira, terá como atração principal em sua festa de aniversário de 04 anos, Edson Lima e a Banda Gatinha Manhosa no próximo sábado 19, no Aplausos Shows, em Afogados da Ingazeira a partir das 20h00.

Além do Serratalhadense Edson Lima e a Banda Gatinha Manhosa, também animarão a festa o Dj W.Rocha e a Banda Expresso 21.

Os ingressos estão à venda em diversos pontos da cidade como na Afogados FM, Lojas Wilton Confecções e Ducarmo do Jornal no valor de R$ 20,00 no primeiro lote.

A pré candidata do PT ao governo do Estado, Marília Arraes, teve encontro ontem em Salvador com o petista, ex-governador e Ministro Jacques Wagner, do PT baiano.

Marília avaliou o encontro como muito positivo. “Foi uma excelente conversa sobre o Brasil, Nordeste, a luta em defesa do ex-presidente Lula, a política e os rumos do país”, disse em sua conta no Instagram.

Marília e aliados tentam manter o gás do projeto de candidatura própria,contra a ala de Humberto Costa que prega aliança com o PSB.

A boa notícia para os pró aliança veio de Minas. O candidato do PSB ao governo do Estado, Mário Lacerda, pode estar abrindo mão de sua candidatura em detrimento das alianças com o PT em outros estados como Pernambuco.