Júnior Cavalcanti

PSF Beira do Rio

                         PSF Beira do Rio Foto: Reprodução/Google Street View

Os médicos da rede municipal de Saúde do Recife fazem, a partir desta terça (18), uma paralisação de 72h. A parada desta terça até a próxima quinta-feira (20) vem sendo anunciada desde a última semana pela categoria, que acusa a prefeitura de retrocessos nas negociações da campanha salarial. O atendimento às urgências e emergências será mantido durante a paralisação, que fica restrita aos serviços eletivos, ambulatórios e postos vinculados ao Estratégia de Saúde da Família (ESF). Todos os serviços adiados podem ser reagendados para os próximos dias

A categoria alega que a Secretaria de Saúde descumpriu o Termo de Compromisso, firmado em janeiro passado em relação à negociação salarial e melhorias na rede, como segurança das unidades e abastecimento de insumos. Os médicos também apontam a questão remuneratória, através da Lei de Incorporação da Gratificação de Plantão, e a equiparação salarial com o Estado seja de fato cumprida. Uma nova assembleia geral está marcada para esta quinta-feira (20) na sede da Associação Médica de Pernambuco (Ampe), na Boa Vista, às 10h, quando a classe pode deliberar por uma greve por tempo indeterminado. 

Prefeitura do Recife diz receber com surpresa a paralisação dos médicos, já que “esteve aberta ao diálogo com o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) e mantém agenda regular com Grupos de Trabalho para discutir todos os itens da pauta”. Segundo a gestão, os médicos servidores do município tiveram aumento acumulado de 32,95% de 2013 até hoje

Sobre a infraestrutura, a PCR informa que, em cinco anos e nove meses,l foram investidos mais de R$ 256 milhões na construção de novas unidades de saúde e requalificadas mais de 170 unidades existentes. Também diz que foram investidos R$ 36 milhões ao ano na assistência farmacêutica, que inclui a compra de medicamentos e material médico hospitalar. 

Na área de segurança, informa a PCR, estratégias vêm sendo discutidas com a Secretaria de Defesa Social e Secretaria de Segurança Urbana do Recife. A Rede de Saúde conta com 233 guardas municipais, além de vigilantes e câmeras de monitoramento. Recentemente, foi implantada a Ronda da Saúde, com quatro veículos e 36 guardas municipais, realizando monitoramento 24 horas, especificamente das unidades de saúde. Também conta com o suporte da Central da Guarda Municipal por meio do número 153. 

Fernando Haddad (PT)

                                  Fernando Haddad (PT) Foto: Heuler Andrey/ AFP

ministro Sergio Banhos, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), proibiu nesta segunda-feira (17) que o PT veicule propaganda eleitoral com a leitura de uma carta do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva em apoio a Fernando Haddad (PT).

A carta contém trechos como “e o nosso nome agora é Fernando Haddad” e “eu quero pedir de coração a todos que votariam mim, que votem no Haddad para presidente”.

Haddad substituiu Lula na cabeça da chapa presidencial. Lula teve a candidatura barrada pelo TSE por se enquadrar na lei da Ficha Limpa, já que foi condenado em segunda instância na Lava Jato.

Na decisão, o ministro afirma que o tempo destinado à leitura da carta supera os 25% do tempo autorizado em lei para um apoiador de uma candidatura. Segundo Banhos, as frases “traduzem o apoio expresso do remetente ao novo candidato a presidente”.

“Ocorre, todavia, que, em desrespeito à legislação eleitoral, quase 50% do tempo da propaganda eleitoral restou dedicado à leitura, por terceiros, dos termos da referida carta de apoio, intitulada ‘Carta de Lula ao Povo Brasileiro'”, escreveu o magistrado.

“Ou seja, a coligação representada excedeu ‘o limite de até 25% (vinte e cinco por cento) do tempo de cada programa ou inserção’, reservado para os apoiadores, conforme precisos termos do art. 54 da Lei no 9.504/1997”, acrescentou. A propaganda foi contestada por Jair Bolsonaro (PSL), adversário de Haddad na corrida pela Presidência.

A Rádio Liberdade realiza, nesta terça-feira (18), o primeiro e único debate do interior com candidatos ao Governo de Pernambuco. A sabatina será entre quatro candidatos que têm coligações com no mínimo cinco representantes no Congresso Nacional.

Participarão os candidatos Paulo Câmara (PSB), Armando Monteiro (PTB), Maurício Rands (PROS) e Dani Portela (PSOL).

De acordo com a produção, o debate terá cinco blocos, com confrontos diretos entre os postulantes. Segurança pública, saúde, educação e economia estarão entre os temas abordados.

No primeiro e no terceiro blocos, os candidatos perguntam entre si, sobre temas gerais. No segundo e quarto blocos, também haverá perguntas entre si. O que difere é que nestas rodadas de perguntas será realizado um sorteio com os temas previamente definidos.

No quinto e último bloco, os candidatos terão dois minutos para se despedirem do público com suas considerações finais, sem direito a réplica ou tréplica. A ordem de fala dos postulantes será definida em sorteio.

O debate será realizado no Sest Senat, a partir das 9h, com mediação de Sócrates da Silva. O programa Show da Cidade será especial e transmitido ao vivo do local a partir das 6h.

Irão retransmitir o debate as Rádios Folha FM 96.7, Recife; Gazeta FM 95.3, em São José do Egito; Vila Bela FM 94.3, em Serra Talhada; Afogados FM 87.9, em Afogados da Ingazeira; Polo FM 100.7, em Santa Cruz do Capibaribe; Cidade FM 88.7, em Tabira; e Cultura AM 1.320, em São José do Egito.

Foto: Polícia Civil

Policiais civis lotados na DP de Afogados da Ingazeira, coordenados pelo Delegado Ubiratan Rocha Fernandes, deram cumprimento a Mandado de Prisão contra Daniel dos Santos Galdêncio.

Ele era foragido pela tentativa de homicídio contra o PM Gisoeldo Lino Pereira,  em Tabira, mediante disparos de arma de fogo. O crime ocorreu em janeiro de 2011.

Na ocasião, o policial passava em seu veículo quando viu os suspeitos com uma arma na mão e, no instante que parou o carro, sem proporcionar qualquer tipo de defesa, foi alvejado covardemente.

Além de de trabalhar no 23º Batalhão, o mesmo tem uma malharia em Riacho do Gado. Ele conseguiu escapar do episódio com vida.

Foragido há mais de 7 anos, Daniel era considerado alvo prioritário, chegando a ter seu nome na XXI edição de Alvos Mais Procurados instituído pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco.

Há 5 meses informações eram colhidas não só pela Polícia Civil de Afogados da Ingazeira, mas também pelo Malhas da Lei do 23º Batalhão.

Tais informações chegaram ao acusado na região de  Santana do Parnaíba, como domicílio do procurado. Ele ttabalhava em Cajamar, no Supermercado San, como açougueiro.

A par de tais informações, o delegado Ubiratan Rocha entrou em contato com o delegado de São Paulo, Paulo Roberto Barongeno. Ele indicou o investigador de polícia Valdir Brito para diligenciar e executar o Mandado de Prisão.

Participaram da ação o Comissário Paulo Maychrovicz , mais os agentes Inário Rafael, Toninho, Valdir Brito, dentre outros policiais civis do estado de São Paulo.

Após os procedimentos  de praxe o mesmo fora recolhido a uma penitenciária paulista. Providências estão sendo encetadas para transferir o preso para o estado de Pernambuco.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) solicitou aos partidos políticos e candidatos de Custódia no Moxotó, que utilizem de forma correta bandeiras e adesivos no período de campanha eleitoral.

A recomendação deve-se pelo fato de que bandeiras, com adesivos fixados em sua base, estão sendo fixadas em vias de circulação de pedestres, em contrariedade ao que diz a legislação, que proíbe o uso de materiais que atrapalhem a circulação de pedestres. Além disso, os adesivos colados nessas bandeiras devem ser retirados.

As bandeiras só podem ser fixadas das 6 às 22 horas. O MPPE recomendou que os partidos e candidatos se abstenham de fixar bandeiras ou adesivos em árvores e jardins localizados em áreas públicas, bem como em muros, cercas e tapumes divisórios. Em relação aos adesivos, os mesmos só podem ser colados em automóveis, caminhões, bicicletas, motocicletas e janelas residenciais, desde que não excedam o tamanho de meio metro quadrado.

“As irregularidades deverão ser sanadas no prazo máximo de 48 horas, sob pena de ser interposta Representação Eleitoral, que poderá culminar nas penalidades legais”, afirmou o promotor de Justiça de Custódia, Tiago Meira de Souza.

Cópias da recomendação devem ser encaminhadas com urgência aos dirigentes dos diretórios, comitês no âmbito do Município de Custódia, bem como aos candidatos identificados e aos responsáveis pela colocação e retirada das bandeiras. O descumprimento das recomendações acarretará em multa de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

Resultado de imagem para ibope paulo e armandoPesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo “Jornal do Commercio”. É o terceiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito entre os dias 2 e 4 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

  • Paulo Câmara (PSB): 33%
  • Armando Monteiro (PTB): 24%
  • Julio Lossio (Rede): 3%
  • Maurício Rands (PROS): 2%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 1%
  • Simone Fontana (PSTU): 1%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Brancos/nulos: 24%
  • Não sabe/não respondeu: 11%

Sobre a pesquisa desta segunda-feira, 17

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.204 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais
  • Quando a pesquisa foi feita: 14 a 16 de setembro
  • Registro no TRE: PE-02931/2018
  • Registro no TSE: BR‐01251/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
  • 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte, no levantamento feito entre 14 e 16 de setembro:

  • Paulo Câmara (PSB): 18%
  • Armando Monteiro (PTB): 12%
  • Julio Lossio (Rede): 1%
  • Dani Portela (PSOL): 0%
  • Maurício Rands (PROS): 0%
  • Simone Fontana (PSTU): 0%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): –
  • Outros: 3%
  • Branco/nulo: 25%
  • Não sabe/não respondeu: 40%

Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices no levantamento feito entre 14 e 16 de setembro:

  • Paulo Câmara (PSB): 30%
  • Armando Monteiro (PTB): 24%
  • Simone Fontana (PSTU): 22%
  • Dani Portela (PSOL): 21%
  • Julio Lossio (Rede): 21%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 20%
  • Maurício Rands (PROS): 18%
  • Poderia votar em todos: 3%
  • Não sabe/não respondeu: 20%

Simulação de segundo turno

  • Paulo Câmara 41% x 37% Armando Monteiro (branco/nulo: 17%; não sabe: 6%)
Mulheres contra Bolsonaro

                  Mulheres contra Bolsonaro Foto: Reprodução/Facebook

Atacada durante boa parte da sexta-feira e tomada por hackers na noite deste sábado (16), a página de Facebook “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”, criada por eleitoras que rejeitam o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), é alvo de uma batalha ideológica e digital. Restaurada no início da tarde deste domingo (17), logo foi derrubada novamente.

O grupo, que havia sido criado há duas semanas e reuniu mais de 2,4 milhões de mulheres como participantes, teve o nome mudado no ataque para “Mulheres com Bolsonaro #17“, as administradoras foram excluídas e a foto de capa da página foi alterada para uma foto de Jair Bolsonaro com uma bandeira do Brasil, gerando indignação e reação por parte de mulheres de todo o Brasil.

Elas utilizavam o espaço para discussão política e, também, articular um protesto nacional contra o deputado federal. Marcado para às 14h do próximo dia 29 em várias capitais brasileiras, o ato do Recife terá concentração na Praça do Derby.
Eventos em todo o Brasil

Ataque é investigado
Uma das administradoras que teve os dados hackeados registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia de Vitória da Conquista, cidade do sudoeste baiano. O caso será investigado pelo Grupo Especializado de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos da Polícia Civil da Bahia. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, ainda não há informações sobre a autoria do ataque. 

Em nota, o Facebook informou que suspendeu o grupo da rede social online após o ataque dos hackers. “O grupo foi temporariamente removido após detectarmos atividade suspeita. Estamos trabalhando para esclarecer o que aconteceu e restaurar o grupo às administradoras”. 

Repercussão
Durante todo o fim de semana milhares de pessoas protestaram contra o ataque nas redes sociais, levando a hashtag #MulheresContraOBolsonaro para os trending topics -assuntos mais comentados- mundial do Twitter. Também foram usadas as hashtags #EleNão e #EleNunca nos protestos nas redes sociais contra Bolsonaro

Um dos filhos de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), desqualificou a criação do grupo contra o candidato. Ele disse que a página inicialmente era de teor cômico e teve seu nome alterado para a crítica ao presidenciável. No entanto a informação foi desmentida pelo próprio porta-voz do Facebook, que atestou o fato de ela ter sido iniciada no dia 30 de agosto.

presidenciável Marina Silva (Rede) foi uma das que manifestaram solidariedade às mulheres do grupo contra Bolsonaro.  “O ciberataque contra o grupo é uma demonstração de como ditaduras operam. Qualquer ato autoritário é inaceitável, venha de onde vier, seja contra quem for. Toda minha solidariedade ao grupo. Que essa covardia seja investigada e punida“, afirmou Marina.

#MulheresContraOBolsonaro atinge trend topics

#MulheresContraOBolsonaro atinge trend topicsFoto: Reprodução / Twitter

Após ataque hacker contra o grupo “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”, que reunia mais de dois milhões de membros, a tag #MulheresContrraOBolsonaro entrou para os trend topics mundiais do Twitter, os assuntos mais comentados na rede social, com cerca de 70 mil menções no final da tarde deste domingo (16), segundo o site talkwalker. “O grupo era autêntico, apartidário e plural. A galera que apoia o cara não aguentou ver a voz de mais de 2 MILHÕES de mulheres e foi lá acabar com o negócio”, desabafou Sara Sa.

A candidata Marina Silva (Rede), prestou solidariedade ao grupo e afirmou que o ciberatque “é uma demonstração de como ditaduras operam. Qualquer ato autoritário é inaceitável, venha de onde vier, seja contra quem for.” 

O perfil Dilma Bolada também figura na tag, afirmando que o ataque ao grupo “só o tornou maior e ainda criou pelo menos uns outros 10 que somam outras 1 milhão de mulheres.”

Diversos atos políticos em repúdio a Bolsonaro estão marcados para acontecer em todos os estados do Brasil no próximo dia 29. No Recife, o ato está marcado para ser realizado na Praça do Derby, área central da cidade, às 14h. Guilherme Boulos (Psol) também utilizou a tag para se posicionar e anunciar as mobilizações de repúdio.

O candidato Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro, diz em sua página do Facebook que “Uma página qualquer do facebook tinha 1 milhão de seguidores quando foi vendida para a esquerda. Então, sem qualquer vergonha, eles mudaram o nome dela para “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro” e saiu alardeando por aí que havia uma onda de mulheres contra o presidenciável” e acusa o jornal britânico The Guardian de publicar fake news sobre o caso.

#MulheresContraOBolsonaro atinge trend topics

#MulheresContraOBolsonaro atinge trend topics

                                   #MulheresContraOBolsonaro atinge trend topicsFoto: Reprodução / Twitte
Ex-presidente escreveu bilhete publicado no twitter

Ex-presidente escreveu bilhete publicado no twitterFoto: Reprodução/YouTube

O perfil de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Twitter reproduziu, neste domingo (16), um bilhete escrito pelo ex-presidente. Com a hashtag #RecadoDoLula, o post diz: “Até 7 de outubro. Palavras do presidente Lula”.

Na anotação, Lula, que está preso desde abril na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, diz que, a três semanas da eleição, há uma grande missão pela frente. “Faltam 3 semanas para a eleição, e temos uma grande missão pela frente. É hora de defender nosso projeto de bater de porta em porta, lembrando o Brasil que construímos juntos”, escreveu.

Na semana passada, o PT substituiu a candidatura de Lula, impedido judicialmente de disputar a eleição, pela de Fernando Haddad (PT), ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo.

Agentes da Polícia Federal descobriram o montante após revista na bagagem de funcionários

                                                                    Foto: Folhapress

Polícia Federal apreendeu malas com US$ 1,5 milhão (aproximadamente R$ 6,3 milhões) e R$ 55 mil em dinheiro, além de cerca de 20 relógios avaliados em US$ 15 milhões (cerca de R$ 63 milhões), com uma comitiva da Guiné Equatorial que chegou ao Brasil nesta sexta-feira (14), pelo Aeroporto Internacional de Viracoposem Campinas (a 93 km de São Paulo).

Somados, os relógios e o dinheiro equivalem a mais de R$ 69 milhões e não foram declarados à Receita Federal. As informações são do Jornal Nacional.

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mangue, estava na comitiva. Ele é filho do ditador Teodoro Obiang, que governa o país há quase 40 anos.

Ainda segundo o Jornal Nacional, a comitiva prestou depoimentos por quatro horas na sala da polícia federal no aeroporto e foi liberada. Os 11 passageiros estão hospedados em um hotel em Campinas.

Um dos funcionários da embaixada disse que o vice-presidente veio ao Brasil fazer um tratamento médico e seguiria para Singapuraem missão oficial. Segundo ele, os relógios são de uso pessoal do vice-presidente.

O meteorologista Mário de Miranda Leitão, disse em entrevista à tradicional Rádio Espinharas, que as temperaturas poderão alcançar até 70 graus Celsius  neste período em Patos, no Sertão paraibano.

O meteorologista aferiu as temperaturas do solo em pontos específicos da cidade e verificou temperaturas altíssimas, como em frente a Matriz de Nossa Senhora da Guia, em uma via asfaltada.

Segundo o meteorologista, as condições naturais de Patos, aliadas à cor escura do asfalto proporciona índice altíssimo de temperatura nas ruas da cidade em algumas épocas do ano.

Oficialmente, os dados do Climatempo indicam máximas que não passarão dos 37 graus até a próxima quarta-feira, mas eles não consideram a aferição em pontos específicos, como colocou o meteorologista. Não são raras as notícias de termômetros marcando entre 48 e 53 graus na cidade. O período mais crítico é entre 11 da manhã e meio dia.

A boa notícia é que , apesar de ser cedo para falar de previsão para a quadra invernosa no Nordeste,  a tendência é de chuvas regulares para os próximos 4 ou 5 anos.

Ele afirmou que neste momento a meteorologia fala em tendência, e não em previsão, pois faltam alguns meses para o fenômeno. Segundo o estudioso, a possibilidade de chuva para 2019 está dentro da normalidade, mas o cenário poderá mudar.

Na Paraíba assim como em Pernambuco, as chuvas caídas este ano, apesar de amenizar a crise hídrica, não foram suficientes para afastar o fantasma de colapso no abastecimento de água.

Mário é graduado em Meteorologia pela Universidade Federal da Paraíba (1982), mestre em Meteorologia pela Universidade Federal da Paraíba (1989) e doutor em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1994).

Professor renomado, coordena o Laboratório de Meteorologia LABMET/UNIVASF e desenvolve pesquisas nas áreas de meteorologia, agrometeorologia e climatologia.

Os detalhes da entrevista podem ser acompanhados inclusive com o áudio na íntegra clicando aqui, acessando o conteúdo do Patos On Line.

O ministério público eleitoral de  Custódia  instaura procedimento preparatório eleitoral, para fiscalizar e apurar possíveis crimes eleitorais ( condutas vedadas por lei)  pelo prefeito e demais gestores públicos.

O MPE publicou a portaria nº 002/2018; nº 003/2018; nº 004/2018; e a recomendação nº 05/2018, todos esses atos tratando das condutas proibidas aos gestores públicos neste período eleitoral, que vão desde a proibição de “showmício”, festas patrocinadas pelo poder público para promover candidatos, uso de carros do transporte escolar para promover candidatos, distribuição indevida de benefícios sociais, entre outras.

Ontem, houve reunião com o promotor, representantes das coligações e o poder executivo municipal para alertar sobre esses possíveis crimes.

Fernando Collor de Melo

                                 Fernando Collor de Melo Foto: arquivo

ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTC) anunciou nesta sexta-feira (14) a sua desistência da disputa pelo governo de Alagoas. Ele era o principal nome da oposição ao governador Renan Filho (MDB), que concorre à reeleição.

Em um vídeo publicado nas suas redes sociais, Collor alegou falta de reciprocidade dos aliados para justificar a sua decisão. “Todos sabem o meu destemor. Cumpro minha palavra, mas peço reciprocidade. Na ausência dela perde sentido a missão a mim atribuída. Sem unidade, perde a candidatura o seu significado de existência”, afirmou.

Collor entrou na disputa pelo governo de Alagoas amparado por uma coligação com oito partidos, incluindo as principais siglas da oposição, como PSDB, PP, DEM e PSB.

Contudo, a impopularidade do ex-presidente -rejeição de 50%, segundo pesquisa Ibope divulgada em agosto- fez com que grande parte dos candidatos a deputado da coligação buscassem não se associar à candidatura de Collor.

Um dos candidatos a senador da chapa, o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB), fazia campanha de forma independente e não subia no mesmo palanque que o ex-presidente.

“Não vou fazer uma campanha ao lado de pessoas que para mim deveriam estar na cadeia”, disse Cunha à Folha de S.Paulo há duas semanas.

Presidente do Brasil entre 1990 e 1992, quando deixou o cargo após ser alvo de um processo de impeachment, Collor disputava o governo de Alagoas pela terceira vez.
Ancorado numa campanha de perfil populista, ele buscou reeditar sua marca de “pai dos pés-descalços e descamisados”, colocando-se como um candidato sensível às demandas população mais pobre.

Com a desistência de Collor, a coligação deve buscar um novo candidato para encabeçar o palanque da oposição. O nome mais cotado é o do vereador em Maceió Eduardo Canuto (PSDB).

Geraldo Alckmin

                                    Geraldo Alckmin Foto: José Cruz / Agência Brasil

campanha de Geraldo Alckmin (PSDB-SP) retoma a carga máxima contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e passa a veicular anúncios com duras críticas a ele.

Em um deles, uma locutora diz: “O Brasil conhece o Bolsonaro que não respeita mulheres”, e a peça publicitária volta a mostrar as imagens do deputado empurrando e xingando uma parlamentar e destratando uma jornalista.

Em seguida, a locutora diz: “Mas nem todos conhecem o Bolsonaro que emprega funcionários fantasma. Que recebia auxilio-moradia tendo apartamento próprio”.

O capitão reformado aparece então dando uma entrevista sobre o benefício e dizendo: “Esse dinheiro do auxílio moradia, eu usava para comer gente. Tá satisfeita agora, ou não?”.

Num segundo vídeo, uma jovem se diz indignada com a corrupção e o PT. Afirma que “também ia votar em Bolsonaro” mas que desistiu depois de saber que, em 27 anos como deputado, ele aprovou apenas dois projetos. “E sabe quantos para a segurança do Rio?”, segue ela. “Zero. Bolsonaro. Muito papo. Pouco trabalho. O Brasil não pode errar de novo”, finaliza.

fraude na rede

                                            fraude na rede Foto: Divulgação

Tudo que é de graça, na verdade, pode ter seu preço. Um link malicioso que circula pelo WhatsApp está prometendo aos usuários uma camisa grátis de candidatos à presidência da República. O truque pede que usuários compartilhem a mensagem para 10 pessoas ou grupos da rede social e coleta dados pessoais como nome, endereço e cidade onde mora. Depois disso, é vírus na certa. Todo cuidado. 

As duas principais iscas se referem ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que já está fora do páreo das eleições. Preste atenção e não compartilhe. É uma estratégia para instalar vírus nos celulares e computadores e coletar dados dos usuários.

Um alerta foi publicado no site oficial do ex-presidente Lula alertando para o perigo. “Não cliquem, não repassem, é phishing, o ato de instalar programas e vírus com o objetivo de ‘pescar’ informações e dados pessoais importantes através de mensagens falsas. Com isso, os criminosos podem conseguir dados pessoais, nomes de usuários e senhas de um site qualquer além de conseguirem obter dados de contas bancárias e cartões de crédito”, explica a publicação.

Agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco 2018

                              Foto: Arte: Folha de Pernambuco

Agenda do candidato ao Governo de Pernambuco Paulo Câmara (PSB)

BREJINHO

8h – Carreata com a prefeita Tânia Maria 
Local: Concentração na Vila Mariana (entrada da cidade)

ITAPETIM

9h30 – Carreata com o prefeito Adelmo Moura 
Local: Concentração em frente ao Ginásio Miguel Arraes 

SÃO JOSÉ DO EGITO

11h30 – Prosa Política com o prefeito Evandro Valadares 
Local: Loja Maçônica Esplendor do Pajeú (atrás do Ginásio de Esportes) 

12h30 – Entrevista à Rádio Gazeta FM 
Local: Rua João Pessoa, 57 – Centro 

SANTA TEREZINHA

15h – Carreata com o prefeito Vaninho 
Local: Fazenda de Vaninho (Baixa de Fava)

16h – Visita ao ex-prefeito Adeval 
Local: Chácara São Luís – Rua Tibúrcio Neto, 40 

AFOGADOS DA INGAZEIRA

17h – Prosa Política com o prefeito José Patriota 
Local: Ao lado da Praça Pe. Carlos Cottart (próximo à Prefeitura)

TABIRA

19h – Caminhada da Frente Popular 

Agenda do candidato Maurício Rands (Pros)

Sábado (15)

8h – Visita às feiras em Moreno e Jaboatão dos Guararapes

10h – Encontro com Maurício Rands – reunião com militantes (Boa Vista)

Domingo (16)
9h – Reunião no Alto do Brasil

16h – Reunião com líderes

Agenda do candidato Julio Lossio (Rede)

9h – Inauguração do Comitê de Paulista-PE;

12h – Caminhada em Jaboatão, com lideranças locais.

Agenda do candidato Armando Monteiro (PTB)

Sábado

9h – Grande caminhada no comercio de Petrolina

17h – Caminhada em Águas Compridas, com vereadores de Olinda

Domingo

10h – Carreta Jordão – Ibura

14h – Ato Político com Isabel Urquiza, em Olinda

Lotofácil

                                          Lotofácil Foto: Benira Maia/FolhaPE

Três apostadores dividiram o prêmio principal do concurso 1.711 da Lotofácil. O próximo sorteio, na segunda-feira (17), deverá premiar em R$ 2 milhões. Os números sorteados nesta sexta-feira (14), em Serra Negra (SP), foram: 01, 02, 03, 04, 05, 08, 10, 11, 13, 14, 18, 19, 20, 21, 23. Veja o rateio:

15 acertos – 3 apostas ganhadoras, R$ 490.147,46
14 acertos – 617 apostas ganhadoras, R$ 1.047,56
13 acertos – 22.062 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos – 279.137 apostas ganhadoras, R$ 8,00

11 acertos – 1.389.728 apostas ganhadoras, R$ 4,00

Quina
O concurso 4.776 da Quina acumulou. A Caixa Econômica Federal prevê um prêmio de R$ 13,5 milhões para o próximo sorteio, neste sábado (15). Os números sorteados foram: 08, 23, 37, 60, 61. Confira o rateio:

Quina – 5 números acertados – Não houve acertador
Quadra – 4 números acertados – 135 apostas ganhadoras, R$ 6.258,17
Terno – 3 números acertados – 10.120 apostas ganhadoras, R$ 125,53
Duque – 2 números acertados – 256.550 apostas ganhadoras, R$ 2,72

Lotomania
O concurso 1.901 da Lotomania também acumulou, em R$ 11 milhões. Os números sorteados foram: 05, 06, 15, 16, 19, 22, 25, 30, 31, 41, 44, 50, 61, 64, 66, 76, 86, 88, 89, 96. O próximo sorteio será na terça-feira (18). Confira o rateio:

20 números acertados – Não houve acertador
19 números acertados – 11 apostas ganhadoras, R$ 34.956,34
18 números acertados – 165 apostas ganhadoras, R$ 1.456,52
17 números acertados – 1.596 apostas ganhadoras, R$ 150,57
16 números acertados – 9.971 apostas ganhadoras, R$ 24,10
15 números acertados – 42.267 apostas ganhadoras, R$ 5,68
0 acertos – Não houve acertador

Fernando Haddad em entrevista ao Jornal Nacional

Fernando Haddad em entrevista ao Jornal Nacional Foto: Reprodução/TV Globo

Candidato do PT ao Planalto, Fernando Haddad disse nesta sexta-feira (14) que perdeu a reeleição à Prefeitura de São Paulo, em 2016, porque o eleitor “foi induzido a erro”. Para ele, a crise daquele ano fez com que seu partido virasse “o demônio do país”.

Haddad foi o primeiro candidato à reeleição que perde no primeiro turno desde que o confronto direto foi instituído na eleição.

O candidato refutou o selo de candidato “poste”, indicado peloex-presidente Lula, e disse que foi escolhido pelo padrinho, para disputar a prefeitura paulistana em 2012 porque foi “o melhor ministro da Educação”.

Haddad disse ainda que os presidente Lula e Dilma Rousseff, que nomearam ministros que, muitas vezes, votaram contra petistas no Supremo Tribunal Federal (STF), nunca fizeram as nomeações pensando em como os juízes se posicionariam.

O candidato fez ainda críticas à prática de delação premiada e evitou fazer uma autocrítica sobre a participação de integrantes de seu partido nos escândalos do mensalão e do petrolão.

Oficializado candidato do PT à Presidência somente nesta terça-feira (11), Haddad tenta concluir a transmutação de sua imagem à do ex-presidente Lula e herdar o espólio do padrinho político que, antes de ser barrado pela Justiça Eleitoral, tinha cerca de 40% nas pesquisas.

No mais recente Datafolha, divulgado nesta sexta, Haddad chegou a 13% e está empatado numericamente em segundo lugar com Ciro Gomes (PDT). Lidera a corrida, segundo o levantamento, Jair Bolsonaro (PSL), com 26% das intenções de voto.

Horas antes da entrevista, aliados afirmavam que Haddad havia se preparado para responder às perguntas da bancada sem rechaçar o mercado, mas precisava manter o foco no eleitor de Lula, mais às esquerda, passando uma mensagem clara de que é seu representante nas eleições de outubro.

Haddad disse ainda que seu partido nunca partidarizou o Judiciário -com ministros nomeados pelos governos petistas-, mas que isso não significa que os magistrados não possam errar. “Nunca partidarizamos o Judiciário e isso não significa que o Judiciário possa errar”, declarou.

Haddad disse que os presidente Lula e Dilma Rousseff, que nomearam ministros que, muitas vezes, votaram contra petistas no STF (Supremo Tribunal Federal), nunca fizeram as nomeações pensando em como os juízes se posicionariam.
O candidato fez ainda críticas à prática de delação premiada e evitou fazer uma autocrítica sobre a participação de integrantes de seu partido nos escândalos do mensalão e do petrolão.

Foto: Luis Macedo/Camara dos Deputados. Brasil.

Disputa pelo segundo lugar traz petista, pedetista e Geraldo Alckmin empatados tecnicamente

Da Folha de São Paulo

Fisicamente fora da campanha eleitoral desde que foi esfaqueado no dia 6, Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida à Presidência com 26%, segundo nova pesquisa do Datafolha.

Na semana em que foi oficializado candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad viu sua intenção de voto subir de 9% para 13%. Está empatado numericamente com Ciro Gomes (PDT), que manteve sua pontuação, e na margem de erro também com Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 10% para 9%.

Em curva francamente descendente está Marina Silva (Rede), que caiu de 11% para 8% e hoje tem metade das intenções de voto que tinha quando sua candidatura foi registrada em agosto.

O levantamento foi feito entre quinta (13) e sexta (14), ouvindo 2.820 eleitores em 187 cidades, com uma margem de erro de dois pontos para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela Folha e pela Rede Globo.

A pesquisa anterior havia sido realizada na segunda (10). Bolsonaro oscilou positivamente dois pontos desde então, numa semana em que teve de submeter-se a uma cirurgia de emergência para desobstruir o intestino. O deputado segue incomunicável na UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A curva é favorável a ele, mesmo tendo crescido dentro da margem de erro. Antes do atentado, ele registrava 22% de intenções de voto na primeira pesquisa sem a presença de Lula no cartão apresentado aos entrevistados. Seu eleitor se diz o mais convicto: 75% afirmam que não mudarão de voto.

Bolsonaro também oscilou positivamente para 22% nas citações espontâneas ao nome do candidato preferido, liderando com folga nesse quesito.

O levantamento ocorreu um dia antes do registro de Haddad, então vice de Luiz Inácio Lula da Silva, como presidenciável. Preso por corrupção, o ex-presidente é inelegível por ter condenação em segunda instância.

O ex-prefeito dobrou sua pontuação na pesquisa espontânea, de 4% para 8%, empatando com Ciro, que subiu de 5% para 7%.

Alckmin registra os mesmos 3% espontâneos da pesquisa anterior, empatado com Marina, João Amoêdo (Novo) e Alvaro Dias (Podemos), todos com 2%. A pesquisa traz más notícias para o tucano, que esperava crescer com a exposição de duas semanas com o maior horário de propaganda gratuita de rádio e TV. Seu eleitor também é menos sólido: 61% dizem que podem mudar de voto.

O crescimento do petista no levantamento estimulado ocorreu principalmente onde Lula já se dava melhor: entre os mais pobres e menos instruídos. Seu melhor desempenho se deu entre eleitores de 45 a 59 anos (9% para 15%). Se dizem convictos no voto em Haddad 72% dos eleitores.

A maior rejeição entre os candidatos segue sendo a de Bolsonaro, tendo oscilado de 43% para 44%. Haddad, por sua vez, viu seu índice subir de 22% para 26%, à frente numericamente Alckmin (25%). Dos principais concorrentes, Marina oscilou de 29% para 30% e Ciro, de 20% para 21%.

Apesar de manter a alta rejeição, Bolsonaro teve discreta melhora no seu desempenho de segundo turno. Ele empatou no limite da margem de erro com Alckmin (41% a 37% para o tucano) e passa numericamente Haddad em empate (41% a 40%), por exemplo. Segue perdendo para Ciro e Marina.

Tendo ultrapassado Alckmin, Ciro ganha todas as simulações de segundo turno. Seu melhor desempenho é contra Haddad (45% a 27%).

O nível de confiança é de 95%. Levantamento registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR 05596/2018. Os contratantes da pesquisa foram Folha e TV Globo.

Nenhum texto alternativo automático disponível.Na Sessão de ontem, alertei sobre os gastos com recursos provenientes dos precatórios do FUNDEF. O prefeito publicou em diário oficial a compra de alguns veículos, como comprovei demonstrando as publicações, uma pequena fortuna. Pasmem, com apenas dois ônibus a despesa foi de 1,2 milhões e um outro veículo de 55 mil e, assim vai o recurso do FUNDEF.

Nada de plano de aplicação, nada de pagar os 60 % dos profissionais da educação Para agravar, ele ainda insiste em cobrar pelo uso dos ônibus públicos.

Estamos aguardando resposta de nosso requerimento, cobrando informações sobre locação de veículos pelo município, que mesmo com a compra de vários veículos os gastos com locações só aumentam.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 4 pessoas, área interna

 

Momo da Silva

                                                    Momo da Silva Foto: reprodução

É possível encontrar, no Facebookcentenas de perfis com o nome Momo Silva, como o que incentivou a adolescente de 13 anos a automutilar o corpo com uma lâmina na última segunda-feira (10), em Jaboatão dos Guararapes. Ela é a mais recente vítima registrada da brincadeira em Pernambuco. Em agosto, um menino de nove anos morreu após se enforcar com um fio de náilon, cumprindo uma das etapas do desafio. “Não adianta a gente pedir a exclusão de um perfil como esse porque essa pessoa vai e cria outro logo em seguida. São muitos. O nosso trabalho é na identificação do criminoso por trás do perfil”, explicou a delegada Vilaneida Aguiar, que solicitou à Justiça que exija ao Facebook a identificação dos donos dos perfis.

O celular da menina passa por perícia no Instituto de Criminalística. “Nós identificamos qual o perfil que fez a abordagem com ela. E aí nós acionamos a Justiça para que o Facebook seja acionado e passe os dados cadastrais desse perfil, para só então nós atuarmos”, ressaltou Vilaneida. O processo, apesar de simples, não é tão rápido. “Por isso nós devemos trabalhar também na prevenção. É o que fazemos, assim como a Policia Civil, levando palestras para as escolas para abordar não somente esse tema, como outros tipos de violência, como a sexual”, afirmou Giovani Santoro, chefe de comunicação da Polícia Federal. 

Giovani conta que os pais precisam ficar atentos à presença desses perfis nas redes sociais dos filhos, assim como nas publicações que são feitas. “Eles sabem muitos detalhes porque são encontrados facilmente em alguns perfis. Tem gente que posta a foto da filha com a farda, mostrando que a criança está indo para a escola. Ou seja, por meio de uma postagem, o criminoso já sabe o horário que a vítima estuda, onde, por conta da farda, e o nome de alguém da família.” 

Boneca Momo é um desafio muito semelhante à Baleia Azul que, mesmo com uma forma de atuação diferente, tinha como objetivo desafiar crianças e adolescentes levando com que eles se machucassem e até se matassem. “Qualquer pessoa pode fazer um perfil como esse. Não é crime, por isso não temos como atuar na desativação. Só podemos fazer algo quando o crime acontece ou quando a pessoa fica incentivando outra a se matar. Mas isso só depois de observarmos com as vítimas e comprovar. A criança pensa que a pessoa tem informações privilegiadas porque a conhece bem e acompanha, mas na verdade são informações resgatadas na internet”, explicou Giovani.

identidade do criminoso pode ser descoberta com a quebra do sigilo telemático do perfil das redes sociais. É pedido o número do telefone atrelado ao perfil e, pela companhia telefônica, é possível identificar o nome e o endereço cadastrado. “É isso o que estamos fazendo no caso da adolescente. Não é algo tão rápido, mas esperamos em breve identificar e punir a pessoa responsável que está por trás do perfil”, concluiu a delegada Vilaneida.

Paço do Frevo mostra aspectos da dança e do ritmo pernambucano

Paço do Frevo mostra aspectos da dança e do ritmo pernambucano Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR/Divulgação

Faltando menos de seis meses para o Carnaval, o Recife já terá motivo para se embalar no frevo, cujo Dia Nacional é celebrado nesta sexta (14). No Paço do Frevo, no Bairro do Recife, o Quinteto Arraial se apresentará a partir das 12h, com um repertório de frevo de rua. O show será gratuito na entrada do local.

As celebrações do Dia Nacional do Frevo continuam durante o fim de semana. No sábado (15) e domingo (16), das 14h às 17h, acontecerá uma vivência de dez passos do ritmo. Os ingressos para visitar o local custam R$ 8 e R$ 4 (meia).

Na próxima quinta (19), às 15h, a Escola Municipal de Frevo, no bairro da Encruzilhada, na Zona Norte do Recide, receberá uma aula do Quarteto Encore, acompanhado por um solo de Nicole Nascimento, 14 anos, aluna da escola e do Instituto de Música Dom da Paz.