Júnior Cavalcanti

Lula

                                           Lula Foto: Reprodução

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu até o início da tarde desta segunda-feira (9) seis representações contra o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que decidiu soltar o ex-presidente Lula neste domingo (8) -decisão que foi revertida depois.

Também chegou ao órgão um novo processo contra o juiz federal Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato na primeira instância. As seis representações que têm Favreto como alvo apontam supostas irregularidades na concessão do habeas corpus Lula e na reiteração da decisão pelo magistrado.

Entre os autores das representações estão a ex-procuradora do Distrito Federal Beatriz Kicis de Sordi, o senador José Medeiros (Podemos-MT), o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP), o partido Novo e membros do Ministério Público.

Leia também:
Pesquisa do CNJ revela que custo mensal de um juiz em 2016 foi de R$ 47,7 mil
Especialistas veem falhas em atos de plantonista e de Moro
Defesa tenta soltura de Lula também no plenário do STF

“O representado [Favreto] se aproveitou de sua convocação para o plantão judiciário do TRF-4 nesse dia [domingo] e concedeu a decisão liminar, em completa contrariedade a decisões anteriormente proferidas pelo Supremo Tribunal Federal, sem que houvesse um único fato novo que o justificasse”, afirmou Sampaio em uma das representações.

Favreto atendeu a um pedido de parlamentares petistas que argumentaram, no habeas corpus pedido ao TRF-4, que Lula está sendo impedido de participar de atividades eleitorais.

Já a reclamação disciplinar apresentada contra o juiz Sergio Moro é assinada por Benedito Silva Junior, um morador do Paraná que em outra ocasião já pediu ao Supremo Tribunal Federal um habeas corpus preventivo em favor de Lula.

Todas as representações serão analisadas pela Corregedoria. Não há data para que haja decisões. Lula está preso em Curitiba desde 7 de abril, após ter sido condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

UFPE

                                                       UFPE Foto: Divulgação

Seguem abertas, até o próximo dia 21 deste mês, as inscrições para o Vestibular Solidário da UFPE, curso que prepara gratuitamente candidatos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados podem se cadastrar pela página eletrônica e pagar uma taxa de R$ 22. O boleto é gerado logo após a inscrição.

De acordo com a instituição, o vestibular terá como foco português, matemática e atualidades por serem matérias com mais peso na avaliação do Enem. Ao todo, estão disponíveis 40 vagas para pessoas que estão cursando ou estudaram em escolas da rede pública de Pernambuco.

Leia também:
Minicurso da UFPE readequará vozes de homens transgêneros
UFPE realiza feira de estágio e emprego gratuita

O projeto é vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPE (Proexc) e ao Centro de Educação (CE), na Cidade Universitária, na Zona Oeste do Recife. As aulas serão realizadas no Centro de Educação. As provas da seleção para o pré-vestibular serão no próximo dia 28, das 9h às 12h.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

                                         Foto: Miguel Schincariol/AFP

A PGR (Procuradoria-Geral da República) enviou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), na noite deste domingo (8), uma manifestação em que defendeu a atribuição dessa corte para julgar pedidos de habeas corpus feitos em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A manifestação, endereçada à presidente do STJ, ministra Laurita Vaz, é uma resposta à guerra de decisões deste domingo. O desembargador plantonista do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) Rogério Favreto decidiu libertar Lula após parlamentares petistas pedirem um habeas corpus ao tribunal regional.

Após idas e vindas, com participação do juiz Sergio Moro, o presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson Flores, decidiu manter Lula na prisão. “Desembargador federal plantonista não possui atribuição para expedir ordem liminar em habeas corpus contra decisão colegiada da própria corte [o TRF], eis que a competência para esse tipo de impugnação é do Superior Tribunal de Justiça”, afirmou na manifestação o vice-procurador-geral eleitoral Humberto Jacques de Medeiros, que estava à frente da PGR no plantão.

Leia também:
Jaques Wagner volta a defender apoio a outro partido se Lula ficar fora da disputa
Defesa tenta soltura de Lula também no plenário do STF

Na peça enviada ao STJ, Medeiros afirmou que a ordem de prisão do ex-presidente foi determinada pela 8ª Turma do TRF-4 e não pelo juiz Moro, que apenas a cumpriu. Desse modo, segundo a PGR, um habeas corpus cabível seria da competência do STJ.

“Havendo ordens e contraordens expedidas a autoridade policial sobre a liberdade de paciente [Lula] em ação que deveria ser originariamente apresentada ao Superior Tribunal de Justiça, a hipótese é de cabimento de reclamação para restaurar a autoridade deste tribunal”, afirmou a PGR.

O órgão pediu à ministra Laurita, que está no plantão no STJ durante o recesso, que determine à Polícia Federal “que se abstenha de executar mandados judiciais referentes à liberdade do paciente que não contenham a chancela do Superior Tribunal de Justiça”.

Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, novo ministro do Trabalho

                                        Foto: Reprodução/Internet

Escolhido nesta segunda-feira (9) pelo presidente Michel Temer para comandar o Ministério do TrabalhoCaio Vieira de Mello afirmou que é a favor da reforma trabalhista, uma das principais bandeiras do atual governo.

“Sou a favor porque não altera nada”, respondeu ao ser questionado sobre o tema. De acordo com o novo ministro, que toma posse nesta terça (10), a legislação está em constante desenvolvimento e precisa ser aperfeiçoada. Ele defende ainda a paz social e harmonia entre o trabalhador e o empregador.

“Não há empresa sem empregado e nem empregado sem empresa”, disse. Ele contou à reportagem ter sido convidado na noite de domingo (8) por assessores de Temer para uma conversa nesta segunda.

Ele disse ter tido um encontro ameno e técnico com o emedebista. “Podemos fazer alguma cosia para o desenvolvimento da política de emprego”, disse o novo ministro sobre sua indicação, que classificou como muito importante por seus 50 anos de carreira.

O nome do novo titular foi anunciado no fim da tarde desta segunda pelo Palácio do Planalto depois de o ex-ministro Helton Yomura ter sido afastado do cargo por determinação da Justiça na última quinta-feira (5).

De acordo com assessores palacianos, Vieira é uma indicação pessoal de Temer.
O novo ministro esteve com o presidente no Planalto na tarde desta segunda acompanhado do presidente da CNI, Robson Andrade. Para o empresário, a escolha do titular é “excelente” por ele ser um nome que representa o equilíbrio entre o interesse do empresariado e dos sindicatos dos trabalhadores.

No último mês de junho, o Tribunal de Contas publicou no Diário Oficial a Resolução TC nº 33/2018, que regulamenta a transparência na administração pública. A resolução determina, entre outras ações, que o jurisdicionado deve disponibilizar as informações de interesse público em site oficial e Portal de Transparência na internet com domínio do tipo governamental (gov.brleg.brjus.br,mp.br, etc).

Com o objetivo de contribuir para que os entes municipais melhorem a qualidade das informações disponibilizadas nos Portais da Transparência, a Escola de Contas Públicas (ECPBG) está promovendo o novo curso online, gratuito e autoinstrucional “Transparência Pública Municipal”, de 16 a 23 de julho. Inicialmente o curso foi oferecido online com tutoria da auditora de controle externo do TCE, Sandra Inojosa. Devido ao sucesso da capacitação, com cinco turmas lotadas, e a permanente demanda pelo assunto, a ECPBG adaptou o conteúdo para o formato autoinstrucional, visando atender mais jurisdicionados.

O conteúdo do curso foi planejado para capacitar os gestores e servidores das áreas financeira, contábil, planejamento, orçamento e tecnologia da informação, que são responsáveis por elaborar ou alimentar as informações no Portal da Transparência da Prefeitura ou Câmara do município.

A capacitação será dividida em três módulos. No primeiro deles, “Portal da Transparência e Legislação Federal”, os participantes vão analisar as exigências contidas nos normativos federais, com destaque para LRF e Lei da Transparência. No módulo “Resolução do TCE-PE atualizada”, serão apresentados os requisitos a serem obedecidos e elementos a serem disponibilizados, com base na nova Resolução do TCE. E no último módulo, serão abordados os critérios de avaliação e diagnóstico do Índice de Transparência dos Municípios Pernambucanos.

As inscrições podem ser feitas até 13 de julho no site da Escola. Para maiores informações, entre em contato pelo 3181.7949 e ead@tce.pe.gov.br.

O povoado de Caiçara, município de Custódia, se prepara para a nona edição da Missa do Vaqueiro. Segundo a organização é a maior missa da região de Custódia.

Um dos diferenciais é o suporte dado a vaqueiros que vem de toda a região. Não há cobrança pela participação além do fornecimento de almoço grátis para todos os participantes.

O evento é mantido com patrocinadores da iniciativa provada e da Prefeitura de Custódia. São esperados mais de duzentos vaqueiros, a maioria encourados, mantendo a tradição.

As atrações após a  celebração são Joãozinho de Exu e a dupla Petrônio e Plácido. Ainda haverá participações especiais da dupla de aboiadores Maninho e Dodô, do Grupo Luar do Sertão e Edilza Vasconcelos, de São José do Egito.

A missa foi fundada há nove anos por Tadeu Barros, Ricardo Fiúza e Reginaldo. Uma mescla de cultura, fé e tradição.

Técnico do Náutico, Márcio Goiano

                                Foto: Léo Lemos/Divulgação

Márcio Goiano foi contratado para colocar o Náutico na Série B do ano que vem. Ainda faltam alguns jogos para saber se ele conseguirá ou não alcançar o objetivo, mas o técnico já atingiu uma importante marca. Com seis vitórias e uma derrota nos sete jogos que esteve à frente do clube, Goiano tem o melhor início de um treinador do Timbu no século atual.

Dos 21 pontos disputados nos sete jogos que comandou a equipe na Série C, Goiano somou 18. Um aproveitamento de 85,7%. Nenhum outro comandante começou tão bem no Náutico nos anos 2000. Antes do treinador, o detentor do pontapé mais impressionante foi Givanildo Oliveira. Em 2016, com a mesma quantidade de partidas, o experiente treinador pernambucano conquistou 17 pontos (cinco vitórias e dois empates) pela Segunda da época. Um desempenho de 80,9%.

Voltando um pouco mais no tempo, porém, outros treinadores conseguiram feitos ainda mais incríveis. Em 1974, sob o comando de Orlando Fantoni, o Náutico chegou a ficar 42 jogos invictos, com 35 vitórias e sete empates. Dez anos antes, Duque, técnico com mais títulos em Pernambuco e campeão com o Trio de Ferro da Capital, venceu nada menos que 18 confrontos consecutivos nos seus primeiros 20 jogos. O profissional ganhou os estaduais de 1964, 1966, 1967 e 1968 pelo Alvirrubro. No Santa, faturou em 1970 e 1971. No Sport, ganhou em 1975.

Leia também:
Goiano ressalta poder de reação do Náutico contra Confiança
Com gol do meio-campo, Náutico vence Confiança por 3×2

O próximo jogo do Náutico na temporada é diante do Salgueiro, no dia 16 de julho, no Cornélio de Barros, pela 14ª rodada do Grupo A. Chance de Goiano obter mais um feito importante. Caso vença, o comandante alcançará seu sexto triunfo seguido. As últimas vezes que isso aconteceu foram com Givanildo Oliveira (Série B 2016) e Zé Teodoro (Série B 2004). Com a vitória passada perante o Confiança, por 3×2, o Timbu permaneceu na segunda posição da chave, com 22 pontos.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

                            Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Divulgação

Ao ser informado pelo deputado Wadih Damous (PT-SP) de que o TRF-4 havia determinado sua soltura, no fim da manhã deste domingo (8), o ex-presidente Lula afirmou que “nunca acreditou” que a decisão fosse cumprida.

Segundo apurou a reportagem, o petista estava cético quanto a deixar a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, e expressou sua preocupação quanto a uma possível recusa do juiz Sergio Moro em cumprir a decisão do desembargador Rogério Favreto.

Depois que Moro disse que Favreto não tinha competência para decidir sobre a soltura de Lula e o desembargador, por sua vez, insistiu na determinação de colocar o petista em liberdade, aliados ainda não haviam conversado novamente com o ex-presidente, mas dizem que seu sentimento é de pessimismo.

Leia também:
Desembargador plantonista volta a mandar soltar Lula
Juiz Federal João Pedro Gebran Neto suspende soltura de Lula
Desembargador manda soltar Lula da prisão ainda neste domingo

Diante da batalha judicial, a ordem no PT é insistir nos recursos para que a determinação do desembargador seja cumprida e que Lula possa ser solto o quanto antes.

A defesa do ex-presidente alega que Moro descumpriu uma ordem judicial e que, portanto, está cometendo um crime e pode, inclusive, ser preso.

A estratégia do PT de impetrar um habeas corpus diretamente no TRF-4 se deu diante da dificuldade que a defesa de Lula tem encontrado em instâncias superiores, como o STJ (Superior Tribunal de Justiça) e o STF (Supremo Tribunal Federal). Os juízes desses tribunais têm dado a maior parte de suas decisões contra réus da Lava Jato.

A decisão liminar do TRF-4 deste domingo surpreendeu parlamentares petistas e até mesmo integrantes da defesa de Lula. Poucos integrantes do partido, além dos três deputados que impetraram no HC, estavam sabendo da estratégia.

A comemoração no PT, porém, foi contida e os aliados de Lula pediram “cautela” antes de fazer qualquer avaliação sobre a liminar.

Isso porque a expectativa era a de que houvesse algum tipo de recurso para cassar a liminar ou mesmo a negativa de Moro de cumprir a decisão, o que se concretizou no início da tarde deste domingo.

Tite

                                             Tite Foto: Christophe Simon/AFP

O torcedor brasileiro que gosta de futebol ainda assiste aos jogos que restam da Copa do Mundo, da Rússia, com aquele gostinho de quero mais. De que era possível o Brasil ser campeão. E era. Mesmo com todas as limitações, a Seleção Brasileira poderia até ser campeã numa competição até agora pobre tecnicamente e sem um nítido protagonista nas quatro seleções que vão disputar as semifinais a partir desta terça-feira. A Inglaterra tem Harry Kane, a França, Mbappé; a Croácia, Modric; a Bélgica, Hazard e De Bruyne. Num passado mais recente, a França teve Zidane, a Alemanha, Matthaus; o Brasil, Ronaldo. O nível era bem mais alto.

O protagonista poderá surgir nos jogos finais. Vamos aguardar. Mas por enquanto, ele não está claro. Mas o que é nítido é o jogo de equipe, a força da marcação, das duas linhas de quatro atrás da linha da bola, os contra-ataques e a bola parada, esta última, sim, tem sido a grande vedete desta Copa do Mundo. Nas bolas paradas os jogos são definidos, como a França, quando abriu o placar diante do Uruguai, ou a Bélgica diante do Brasil naquele gol contra de Fernandinho que até hoje está doendo nos corações verde-amarelos.

Os teorícos e práticos da bola ainda discutem de quem é a culpa pelo fiasco brasileiro. Pra mim, o dono da culpa é Tite, o comandante que atraiu para si todos os louros da boa campanha nas eliminatórias, quando o Brasil liderou e ele não fazia nenhuma questão de assumir que era o senhor da “revolução” na Canarinho. Dono de ótima fluência verbal, Tite mostrou-se sempre um cavalheiro no trato com a imprensa, é verdade, mas também nunca abriu mão de suas convicções, a principal delas é de que ele assumiu o compromisso de levar aquele grupo das eliminatórias para a Copa custasse o que custasse… E essa promessa nos custou caro e a ele também. Foi incapaz de, como comandante, fazer uma reavaliação do grupo, de medir as consequências e o alcance de suas decisões diante das dificuldades que se apresentariam numa Copa do Mundo. Podemos dizer que Tite possui uma “polida arrogância”.

Tite fechou os olhos para os jogadores revelados no futebol brasileiro nos últimos dois anos, Luan, Paquetá, Arthur, Vinícius Jr. A Seleção tem grande carência de um meia armador, alguém que segure a bola, que dite o ritmo do jogo. Esse jogador apareceu no Grêmio. É Arthur, contratado pelo Barcelona para substituir Andres Iniesta. Nós precisávamos de jogadores velozes e habilidosos, capazes de desmontar uma defesa com um drible, como Vinícius Júnior, do Flamengo. Mas o treinador brasileiro não quis saber. A opção por levar Fred visivelmente fora de forma foi quase uma pá de cal nas suas ambições a partir do momento em que Casemiro levou o segundo cartão amarelo contra o México. Temendo escalar um jogador fora de forma, voltando de contusão, ele optou por Fernandinho para a cabeça da área, e esta não é exatamente a posição dele. Fernandinho foi atropelado por Lukaku e ficou perdido em campo.

Por seu verniz nas entrevistas e jogo de cintura no trato com a imprensa, Tite tem apoio dos “donos da comunicação” para ser mantido no cargo. Por mim, ele sairia. O argumento de que ele pode fazer trabalho melhor em quatro anos é um gordo engodo. Felipão assumiu o Brasil em junho de 2001 e um ano depois já era campeão do mundo. Naquele ano, ele fez apenas o simples. Chamou os melhores e até o desconhecido Kleberson, do Atlético/PR, teve vez e ganhou a posição da “estrela” Juninho Paulista durante a Copa para dar o passe que Ronaldo aproveitou para fazer o segundo gol na Alemanha, na final.
Aliás, talvez com menos tempo, seja até algo favorável para os treinadores no caso do Brasil. Por que o mesmo Felipão, em 2012, voltou à Seleção, ganhou a Copa das Confederações, e resolveu fazer o mesmo acordo com aqueles jogadores campeões do torneio preliminar do Mundial. Esqueceu de renovar a equipe no ano seguinte e o resultado foi o desastre dos 7×1. Com a queda na Rússia, o jejum vai para 20 anos, e as bolas paradas continuam sendo o calcanhar de aquiles da Seleção. Nas últimas cinco Copas, perdemos assim em quatro.

De protagonista a…

Para não dizer que não falei de Neymar, digo apenas que não se pode esperar que ele faça tudo na Seleção. Jogar a responsabilidade na costas dele seria injusto. Lembro apenas que ele foi à Copa como principal jogador do PSG e que, dependendo do que Mbappé fizer nesta fase final, Neymar poderá se apresentar em Paris neste segundo semestre como um mero coadjuvante do clube francês.

Danilo Paes, 23, e Jussara Rodrigues Silva Paes, 54

                                     Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Ao questionar a prisão provisória dos suspeitos de envolvimento pela morte do médico cardiologista e advogado Denirson Paes,o advogado Alexandre Oliveira deve entrar com o pedido de habeas corpus nesta segunda-feira (9). Em defesa de Jussara e Danilo Paes, esposa e filho da vítima, o advogado ainda está reunindo os documentos necessários para fazer o pedido.

Em nota, a Polícia Civil informou “que até o presente momento não há nenhum novidade com relação ao caso citado, sendo todas as informações as já conhecidas e amplamente divulgadas”. Ainda comunicou que com o avanço das investigações, as informações serão divulgadas, desde que não prejudiquem o andamento das mesmas.

Leia também:
Pistas podem indicar participação de uma terceira pessoa na morte do médico em Aldeia
Defesa discorda de prisão preventiva dos suspeitos pela morte do médico
‘Parecendo um zumbi’, diz moradora sobre comportamento recente de esposa do médico

Oliveira informou que foi à Colônia Penal Bom Pastor, na Zona Oeste do Recife, onde a Jussara está presa para fazer a entrega do diploma de formação da farmacêutica. De acordo com o advogado, na sexta-feira passada não foi possível reunir todos os documentos porque o expediente da delegacia de Camaragibe foi encerrado mais cedo.

“Preciso do requerimento da delegada pedindo a prisão provisória e também preciso da decisão da juíza que fundamentou o posicionamento. Após essa análise, poderei preparar o habeas corpus, que deve acontecer amanhã (segunda-feira)”, comunicou Oliveira.

Ainda segundo ele, o diploma de formação de Jussara seria entregue neste domingo (8) no Bom Pastor. “Vou levar a cópia da formação para tentar uma cela especial para Jussara”, disse Oliveira, ao complementar que o irmão dela, Indalêcio, conversou com Jussara no último sábado e saiu convencido que ela não participou do crime.

“Não é momento para o mérito se foram ou se não foram Jussara e Danilo os autores. Agora, é preciso dar assistência e articular para que eles respondam ao processo em liberdade, pois mão há nenhuma confirmação”, defendeu o advogado.

Entenda o caso
O corpo do médico cardiologista Denirson Paes, de 54 anos, foi encontrado na última quarta-feira esquartejado e carbonizado dentro de uma cacimba na casa onde ele morava, no condomínio Torquato Castro, na Estrada de Aldeia, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. As investigações do caso estão a cargo da delegada Carmem Lúcia.

Fortes chuvas deixam mortos e desaparecidos no Japão

                                      Foto: STR / Jiji Press / AFP

Mais de 70 pessoas morreram e cerca de 2 milhões terão que deixar suas casas no Japão em decorrência de enchentes e deslizamentos causados por uma tempestade, segundo informações divulgadas pela imprensa local neste domingo (8).

As chuvas começaram na sexta (6) e atingem a principalmente região de Hiroshima (a cerca de 600 km de Tóquio). O governodivulgou um balanço provisório com 57 mortes, mas os jornais japoneses confirmam que o total de vítimas é ao menos de 76.

O número, porém, pode ser ainda maior, já que há dezenas de desaparecidos. A agência de notícias Reuters afirmou que são ao menos 88 mortes. A previsão é que a chuva continue por pelo menos mais um dia e ao menos cem pessoas ficaram feridas.

Com isso, o governo ordenou a retirada de que quase 2 milhões de pessoas de diferentes regiões e emitiu alertas de deslizamento por todo o país.

“As operações de resgate, o salvamento de vidas e as retiradas são uma corrida contra o tempo”, declarou o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe durante uma reunião extraordinária para debater o assunto. Ele disse que 54 mil pessoas participam das operações de resgate em todo o país.

Em toda a região de Hiroshima serviços de emergência e equipes militares usaram helicópteros e barcos para resgatar pessoas de rios que transbordaram e de prédios, incluindo hospitais.

Leia também:
Fortes chuvas deixam pelo menos 49 mortos no Japão; veja fotos

Cerca de 2.000 pessoas já foram resgatadas após ficarem isoladas na cidade de Kurashiki, em Okayama, entre elas dezenas de funcionários e pacientes de um hospital, incluindo alguns ainda de pijama.

Um funcionário da prefeitura disse que 170 pacientes e funcionários foram retirados do hospital, enquanto a emissora local NHK informou que cerca de 80 pessoas ainda estavam presas.

“Estou muito grato à equipe de resgate”, disse Shigeyuki Asano, paciente de 79 anos que passou a noite sem eletricidade nem água. “Estou muito aliviado de ter sido libertado daquele lugar escuro e fedido.”

Imagens de televisão mostraram uma extensiva operação de resgate, com cerca de 2.310 resgatadas na cidade, de acordo com a NHK.

“As operações de resgate estão sendo conduzidas ininterruptamente, 24 horas por dia”, disse à agência de notícias AFP Yoshihide Fujitani, responsável pela gestão catástrofes do município de Hiroshima. “Também estamos cuidando dos desabrigados e tentando recuperar as infraestruturas vitais, como as redes de água e gás”, declarou.

Já Mutsunari Imawaka, porta-voz do gabinete de gestão de catástrofes de Okayama, afirmou que ainda é difícil fazer um balanço dos estragos. “A catástrofe é enorme e trabalhamos duro para salvar o maior número de vidas possível”.

Lula

                                       LulaFoto: Nelson Almeida/AFP

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin Martins, divulgou nota em que afirma que o juiz Sérgio Moro, da primeira instância na Justiça Federal, de férias e sem jurisdição no processo atualmente, atuou “decisivamente para impedir o cumprimento da ordem de soltura emitida por um desembargador federal do TRF4 em favor de Lula, direcionando o caso para outro desembargador federal do mesmo tribunal que não poderia atuar neste domingo (8).”

“É incompatível com a atuação de um juiz agir estrategicamente para impedir a soltura de um jurisdicionado privado de sua liberdade por força de execução antecipada da pena que afronta o texto constitucional — que expressamente impede a prisão antes de decisão condenatória definitiva (CF/88, art. 5º, LVII)”, diz Zanin.

“O juiz Moro e o MPF de Curitiba atuaram mais uma vez como um bloco monolítico contra a liberdade de Lula, mostrando que não há separação entre a atuação do magistrado e o órgão de acusação”, acrescenta a defesa.

Segundo Cristiano Zanin, a atuação do juiz Moro e do Ministério Público Federal para impedir o cumprimento de uma decisão judicial do Tribunal de Apelação reforçam que Lula é vítima de “abuso” e “má utilização das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição política”.

“A defesa do ex-presidente usará de todos os meios legalmente previstos nos procedimentos judiciais e também no procedimento que tramita perante o Comitê de Direitos Humanos da ONU, para reforçar que o ex-presidente tem permanentemente violado seu direito fundamental a um julgamento justo, imparcial e independente e que sua prisão é incompatível com o Estado de Direito”, finaliza a nota.

Leia também:
Lula declara não acreditar que sairia da prisão neste domingo
Desembargador plantonista volta a mandar soltar Lula
Moro se nega a cumprir decisão que manda soltar Lula, alegando que o desembargador é ‘incompetente’
TRF4 nega pedidos de suspeição contra Moro feitos pela defesa de Lula

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que determinou a execução provisória da pena de 12 anos de prisão na ação penal do triplex do Guarujá (SP), após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

Na manhã de hoje (8), o desembargador federal Rogério Favreto, do TRF-4, concedeu habeas corpus ao ex-presidente. Em seguida, o juiz Sérgio Moro afirmou, em despacho, que o desembargador não tem poderes para autorizar a libertação. O Ministério Público Federal também se posicionou de forma contrária à soltura.

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), relator da Lava Jato em segunda instância, suspendeu a decisão que determinou a liberdade provisória de Lula.

Fraveto reiterou a decisão de mandar soltar imediatamente o ex-presidente.

O ministro do Trabalho, Helton Yomura, foi afastado do cargo pelo STG

O ministro do Trabalho, Helton Yomura, foi afastado do cargo pelo STG Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o afastamento do ministro do TrabalhoHelton Yomura, do cargo. A medida, confirmada à reportagem por pessoas com acesso às investigações, faz parte da terceira fase da Operação Registro Espúrio, em curso nesta quinta (5).

A apuração mira esquema de fraudes e corrupção no Ministério do Trabalho. Também estão entre os alvos o deputado federal Nelson Marquezelli (PTB-SP) e o chefe de gabinete de Yomura, Júlio de Souza Bernardes, que teve mandado de prisão temporária expedido.

Leia também:
Ex-secretário executivo do Ministério do Trabalho se entrega à PF
Ministério do Trabalho anula parecer que avalizava imposto sindical

As medidas foram autorizadas pelo ministro do STF Edson Fachin, a pedido da PF e da Procuradoria-Geral da República. Segundo a PGR, “os investigados utilizam rotineiramente os cargos para viabilizar a atuação da organização criminosa e para solicitar tratamento privilegiado a processos de registros sindicais”.

Tanto Yomura quanto o congressista estão proibidos de frequentar a pasta, além de ter contato com seus servidores e investigados no caso. Marquezelli só poderá ir até o órgão se considerado imprescindível para o exercício do mandato. Para isso, terá de enviar prévia justificativa ao STF.

Os agentes da PF cumprem três mandados de prisão temporária, contra o superintendente do ministério no Rio de Janeiro, Adriano José Lima Bernardo; Jonas Antunes Lima, assessor de Marquezelli; além de Júlio de Souza Bernardes, chefe de gabinete de Yomura. Há ainda em curso dez mandados de busca e apreensão no Rio e em Brasília. Policiais vasculham os gabinetes de Yomura e Marquezelli.

A operação apura suposta atuação de políticos na cobrança de propinas e de apoio político em troca da concessão de registros sindicais. O PTB e o Solidariedade, partidos que controlam o ministério, além de centrais sindicais, estão no centro das apurações.

Segundo a PF, as investigações e o material coletado nas duas primeiras fases da Registro Espúrio indicam a participação de novos atores e apontam que “importantes cargos da estrutura do Ministério do Trabalho foram preenchidos com indivíduos comprometidos com os interesses do grupo criminoso, permitindo a manutenção das ações ilícitas praticadas na pasta”.

Na segunda etapa da operação, a PF fez buscas no apartamento da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do presidente nacional do partido, Roberto Jefferson. Os dois são padrinhos hefe de gabinete de Yomura.

Torcedores acompanham jogos do Brasil

Torcedores acompanham jogos do BrasilFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A regra é clara: de graça é melhor. No caso das transmissões de TV, especialmente em época de Copa do Mundo, isso significa preciosos segundos de diferença entre o grito de gol do seu vizinho e o seu. Para entender o atraso entre os diferentes tipos de tecnologia empregados, a Folha de S. Paulo realizou uma experiência na casa de uma torcedora infeliz.

“Aqui na sala de casa está impossível de assistir. A vizinhança grita antes de tudo acontecer“, diz a fotógrafa Lucia Mindlin Loeb, comentando um aparente paradoxo temporal. Além da transmissão pela Globo por meio de serviço de TV paga que a torcedora já possuía, a reportagem conectou uma segunda televisão em uma antena externa -reproduzindo o que muitas pessoas possuem em apartamentos com antenas coletivas. Esse segundo aparelho foi sintonizado na TV Globo aberta.

Leia também:
Pela primeira vez, Copa terá final em campo com grama artificial
Copa altera vendas no comércio do Recife

Além disso, um iPad e um computador foram conectados, via wi-fi, na Globoplay, serviço de streaming da mesma empresa. Todas as telas passavam o mesmo jogo, França x Dinamarca, mas as imagens que se viam eram muito diferentes. A TV aberta é a que traz a transmissão mais rápida. Entre quatro e cinco segundos depois, chegam as mesmas imagens na TV paga. E, pela internet, o tablet e o computador se alternavam, entre 15 e 20 segundos atrás da TV aberta.

“Nenhuma surpresa aí”, atesta o diretor de tecnologia da Associação Brasileira das Empresas de Rádio e Televisão (Abert), Luiz Carlos Abrahão. “A TV é transmitida para a antena da avenida Paulista, por exemplo, ao mesmo tempo em que o sinal fica disponível para as empresas de TV paga. Então, as empresas irão levar esse sinal para suas sedes, cada um por uma forma, e depois encaminhá-las para os assinantes, seja por fibra ótica ou satélite. Daí o delay de alguns segundos.”

Além do trajeto maior, diz Abrahão, o atraso ocorre porque o sinal é codificado e decodificado em cada uma dessas pontas. O fato de a Copa estar ocorrendo na Rússia não muda nada. Tudo chega por fibra óptica –através do continente europeu e por cabos submarinos no Atlântico- na sede da Globo no Rio e só então a distribuição nacional começa.

Sem entrar em tantos detalhes, o departamento de comunicação da Globo respondeu à questão “Por que o gol chega mais rápido na TV aberta do que na TV paga?” da seguinte forma: “O tempo de transmissão da imagem que chega para o público depende de inúmeros fatores, como as etapas de processamento do sinal. A distribuição do sinal é influenciada, ainda, pela localidade, pela operadora de TV utilizada, pela plataforma em que se está assistindo, pela velocidade da internet -no caso do streaming-, apenas para citar algumas dessas variáveis. Na Globo, investimos constantemente para que a experiência do público seja a melhor possível, em todas as nossas janelas de exibição”.

Moradora da Vila Buarque, na região central de São Paulo, a designer Andrea Kulpas disse que se sentiu obrigada a ir para a casa de amigos no último jogo do Brasil, na tarde de quarta-feira (27). “Me sinto traída. Estou pagando e parece que estou vendo um VT. Aqui tem um bar em frente e é uma depressão assistir ao jogo assim.”

Ficando em casa, quando é gol, ela sabe antes que o centroavante receba a bola. Quando é lance perigoso, ela ouve um “uhhh” e já descobre que não será gol. “A gente ia cancelar o serviço antes da Copa. Resolvemos esperar justamente para assistir aos jogos”, reclama.

A situação movimentou o mercado de antenas na mais tradicional rua de comércio eletrônico de São Paulo, a Santa Efigênia. A loja Ponto das Antenas filiais parece ser a meca do momento. “A procura dobrou”, conta o vendedor Gilson Santos, que oferece kits de conversor digital com antena a partir de R$ 98. São vendidos cerca de 70 kits por dia, diz ele. “E, quando o Brasil ganha, a procura aumenta“, comemora.

Inaldo Sampaio

                                            Inaldo Sampaio Foto: Colunista

O deputado Cleiton Collins será confirmado na presidência da Assembleia Legislativa para substituir Guilherme Uchoa, que morreu na última segunda-feira vitimado por um edema pulmonar. Ele assumiu interinamente a presidência da Casa na condição de primeiro vice. Mas assim que convocar a sessão ordinária para a escolha do novo presidente, em agosto próximo, seu nome será sacramentado para o lugar. Não apenas por ser o candidato natural a vaga, mas também por pertencer ao partido que tem a maior bancada (14 parlamentares). Geralmente, o Poder Executivo costuma interferir nessas disputas apoiando por debaixo dos panos um candidato do seu interesse. Mas o chefe da Casa Civil, André Campos, garante que desta vez não haverá interferência, Caberá aos próprios deputados escolherem o presidente do seu interesse, em absoluto respeito â autonomia do Poder Legislativo. Melhor assim para a Casa e também para o próprio governo, pois qualquer nome do PSB que se apresentasse correria o risco de sofrer fragorosa derrota, â execão talvez do primeiro-secretário Diogo Moraes. O deputado Nilton Mota é novato na Casa e não teria condições de viabilizar-se e o deputado Waldemar Borges pode ser uma opção para 2019, caso o PSB faça a maior bancada.

Pressão para estadual

Familiares do empresário Guilherme Uchoa Jumior (PSC) vão fazer um apelo para desistir da candidatura â Câmara Federal e preparar-se para substituir o pai na Assembleia Legislativa. Alegam que o próprio Guilherme, antes de morrer, vinha externando preocupação com a candidatura do filho porque ainda não tinha conseguido viabilizar os 100 mil votos necessários para a sua eleição.

Prejuízo > Ainda que o PT nacional dê autorização à vereadora Marília Arraes para lançar-se candidata ao governo de Pernambuco, o prejuízo que causou à candidatura dela é irrecuperável. Ele deixou de celebrar algumas alianças com partidos menores exatamente porque não tinha autorização para falar em nome da legenda.

Sem pressão > Presidente regional do PP, o deputado Eduardo da Fonte não precisou fazer pressão para que seu correligionário Cleiton Collins obtivesse o apoio dos colegas para eleger-se presidente da Alepe. Cleiton cozeu-se com suas próprias linhas.

O acordo > Antes de trocar o PDT pelo PSC, Guilherme Uchoa fez um acordo com o presidente regional deste partido, André Ferreira. Caso o PSC fosse para a oposição, ele, Uchoa, teria a liberdade para acompanhar ou não a posição do partido.

A disputa > Com a eleição de Cleiton Collins para presidente da Alepe, a disputa agora se dará pela primeira vice-presidência da Casa. O PSB está fora do jogo porque já tem a primeira-secretaria.

E tarde > Alckmin voltou a cogitar o nome do deputado pernambucano Mendonça Filho para vice de sua chapa, mas o ex-ministro da Educação considera o convite fora da tarde. Já está em campanha para senador em Pernambuco e não pretende abdicar desse projeto.

Para este ano, o desafio  será subir para os 95% o  percentual de vacinação contra pólio no Estado

Para este ano, o desafio será subir para os 95% o percentual de vacinação contra pólio no EstadoFoto: Bruno Campos/Arquivo Folha

A coordenação estadual do Programa Nacional de Imunização(PNI) solicitou uma revisão dos bancos de dados da imunizaçãode poliomielite de 2018 e indicou que os municípios que estão com baixo percentual de vacinação para a doença façam uma busca ativa de crianças que podem estar sem a proteção. As medidas foram tomadas depois que um relatório do Ministério da Saúde (MS) apontou nacionalmente que várias cidades estariam aquém da meta de imunização, que é de 95%, no ano passado, o que representaria risco de reintrodução da enfermidade no Brasil.

Em Pernambuco, cinco municípios foram elencados com índice abaixo de 50%: Cortês e Palmares, na Mata Sul; Frei Miguelinho e Correntes, no Agreste; e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Segundo essas prefeituras, a má avaliação é reflexo de desconformidades no sistema de inserção de dados e os percentuais acabaram sendo consolidados sem a real situação das cidades.

“Essas notícias que vêm sendo veiculadas não refletem a realidade da cobertura vacinal do nosso município. O que houve foi uma falha da implantação do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), que foi comunicado à 3ª Gerência Regional de Saúde e ao Ministério da Saúde. A nossa cobertura hoje é superior a 60%, conforme nossos livros de registro”, justificou o secretário de Saúde de Cortês, Pedro Oliveira. Ele confirmou que a busca pela imunização ainda está abaixo do ideal e, por isso, está reforçando com as mães a atualização do cartão, não descartando a realização de uma busca ativa nas comunidades.

Em Jaboatão, a superintendente de Vigilância em Saúde, Vânia Freitas, também relatou problemas na transferência de dados do município para o MS. “A pessoa digita e ele não é cumulativo. Quando você faz a transferência [de dados] de um mês para outros e, porventura, deixou de digitar alguma coisa no mês anterior, ele não entra no mês posterior. Não entra no sistema de informação do ministério, o que acaba gerando problema de registro”, comentou. Vânia informou que a cidade já começou a revisar os registros depólio dos seis primeiros meses de 2018, a convocar os pais de crianças na faixa alvo da imunização e levará a imunização para as creches nos próximos dias.

Em Correntes, a secretária de saúde Maria Lúcia Santos também reclamou da forma de alimentação do sistema e informou que mais de 90% do grupo alvo foi vacinado em 2017. Já o secretário de Saúde de Frei Miguelinho, José Luiz, contabilizou que a imunização de pólio na cidade foi superior a 100%. “Passamos o dia trabalhando nesses dados. Fizemos uma revisão nos cartões de vacina um a um. constatamos apenas falha no sistema de informação. Tínhamos 133 crianças nessa faixa da vacina e conseguimos vacinar 149 crianças, porque, às vezes, vem alguém de outro município”, justificou.

A coordenadora estadual do PNI, Ana Catarina de Melo, comentou que os dados de vacinação de 2017 já não podem mais ser inseridos. “Todos os municípios do Estado foram comunicados desde dezembro que o sistema de 2017 finalizaria em 30 de abril [de 2018]. O ano de 2017, que é essa base de análise que o MS fez, não tem mais como ser ajustado. Todo mundo sabe que a vacina é feita mensalmente e os registros devem ser mensais. O município tem até o 5ª dia útil seguinte para lançar no sistema. Mesmo assim, acreditamos que há sim falha no registro, ou seja, criança com vacina, mas sem registro”, enfatizou.

Em 2017, o percentual de vacinação de pólio no Estado foi de 82%. Para este ano, o desafio será subir para os 95% ou mais, principalmente com este alerta dado pelos números passados. Uma campanha nacional será deflagrada de 6 a 24 de agosto, com o “Dia D” no dia 18.

O Ministério da Saúde esclareceu que estados e municípios devem manter o SI-PNI devidamente atualizado para que a pasta tenha a real situação das coberturas das vacinas. Caso haja divergência nos dados, disse, cabe aos gestores locais informar ao Ministério da Saúde para a correção de possíveis erros.

Os estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife funcionarão em esquema especial durante o jogo da Seleção Brasileira

Os estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife funcionarão em esquema especial durante o jogo da Seleção BrasileiraFoto: AFP | Arte: Folha de Pernambuco

seleção brasileira enfrentará a Bélgica pelas quartas de final da Copa do Mundo nesta sexta-feira (06) às 15h. Em função do jogo, diversos estabelecimentos comerciais, shoppings centers e repartições públicas terão seu funcionamento afetado. Confira abaixo o que abre e fecha nesta sexta.

Leia também:
Confira locais para assistir ao jogo entre Brasil e Bélgica
Suécia vence Suíça e vai às quartas da Copa do Mundo

Bancos
Os bancos funcionarão das 9h às 13h.

Comércio de Rua
As lojas na área central do Recife receberam orientação da Câmara de Dirigentes Lojistas e do Sindilojas para fecharem 30 minutos antes da partida e retomarem as atividades 30 minutos após o fim do jogo.

Shopping Recife
As lojas podem fechar 30 minutos antes do início do jogo e é obrigatório retornarem suas atividades 30 minutos após o jogo.

Shopping Tacaruna
As lojas podem fechar 30 minutos antes do início do jogo e retornarem suas atividades 30 minutos após o término do jogo. Praça de alimentação fechada.

Shopping Guararapes
O Shopping fechará 30 minutos antes do início do jogo e reabrirá 30 minutos após o término do jogo; Cinema funcionará conforme programação.

Shopping Plaza
Encerra todas as suas operações 30 minutos antes do jogo e retorna suas atividades 30 minutos após o término do jogo.

RioMar Shopping
As lojas fecham 30 minutos antes do início do jogo e retornam 30 minutos após o término do jogo; praça de alimentação funcionará normalmente; cinema conforme programação.

Shopping Boa Vista
As lojas podem fechar 30 minutos antes do início do jogo e retornar 30 minutos após o término do jogo; Praça de alimentação funcionará normalmente; cinema, conforme programação.

Paço Alfândega
As lojas podem fechar 30 minutos antes do início do jogo e retornar 30 minutos após o término do jogo. Praça de Alimentação funcionará normalmente. Haverá transmissão ao vivo do jogo na praça central.

Paulista North Way Shopping
As lojas fecham 30 minutos antes do início do jogo e retornam 30 minutos após o término do jogo. As lojas que quiserem podem atender os clientes que estejam dentro do shopping durante este horário.

Shopping Costa Dourada
As lojas fecham 30 minutos antes do início do jogo e retornam 30 minutos após o término do jogo. Praça de Alimentação funcionará normalmente; cinema, conforme programação.

Patteo Olinda Shopping
As lojas fecham 30 minutos antes do início do jogo e retornam 30 minutos após o término do jogo.

Camará Shopping
As lojas fecham 30 minutos antes do início do jogo e retornam 30 minutos após o término do jogo; Praça de alimentação fechada no horário do jogo; cinema, conforme programação.

Museu da Cidade do Recife
O museu localizado no Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, área central da cidade, funcionará em horário especial, das 9h às 12h. A exposição em cartaz, “Cinco Pontas”, reúne achados arqueológicos e documentos sobre a importância da edificação em diversos momentos históricos da capital pernambucana. A entrada é gratuita.

Detran-PE
Todas as unidades do Detran em Pernambuco, bem como a sede, o Ciretrans e a Unidade de Táxi (Duat), funcionarão até as 13h.

Ciro Gomes

                                               Ciro Gomes Foto: Divulgação

Pré-candidato à Presidência da República, o ex-governador Ciro Gomes (PDT-CE) chamou nesta quarta-feira (4) o presidente Michel Temer de quadrilheiro e foi vaiado por empresários ao dizer que vai rediscutir a reforma trabalhista. A industriais de todo o país reunidos em evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Ciro disse não ter poder para revogar a reforma trabalhista, mas que seu compromisso é retomar a discussão. Ele chamou a mudança na legislação feita pelo Congresso de “selvageria” e disse estar do lado dos trabalhadores.

“Meu compromisso com as centrais sindicais é botar esta bola de volta para o meio de campo.” Neste momento, foi vaiado. “Pois é, vai ser assim mesmo. Se quiserem presidente fraco, escolham um desses aí que vêm com conversa fiada para vocês”, reagiu Ciro à plateia. “Confiança não é simpatia. Confiança é não mentir”, disse o pré-candidato, que ao final do encontro, pediu desculpas por qualquer “veemência”, mas afirmou aos jornalistas não ter se sentido agredido.

Em entrevista após o evento, ao ser questionado sobre o episódio, se mostrou desconfortável. Quando comparada a reação da plateia à fala dele e à de seu adversário Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que foi aplaudido diversas vezes, disse que são “sinais dos tempos”. O presidenciável demonstrou incômodo com a insistência dos repórteres neste assunto e em perguntas que abordavam seu temperamento. “Escrevam o que vocês quiserem. Já estou acostumado”, afirmou, indagando a uma das jornalistas quem era o dono do veículo para o qual ela trabalha.

Críticas aos poderes
Antes do momento mais acalorado da palestra, o presidenciável disse que, eleito, quer promover reformas nos seis primeiros meses de governo. Sobre a reforma da Previdência, ele voltou a propor consulta popular. “Não vamos sair do atoleiro sem um amplo diálogo. […] Não estamos virando o jogo. Estamos afundando estrategicamente como nação”, afirmou Ciro, que disse que pretende agir “pesadamente” em questões de juros e taxa de câmbio e defendeu subsídios agrícolas.

No campo político, Ciro disse que o poder político de Brasília está desmoralizado e que parte do Congresso é vista como corrupta. “No Executivo nem se fala. Na minha opinião, há um quadrilheiro na Presidência da República”, disse o ex-governador. Ciro Gomes criticou também o Judiciário, que, para ele, extrapola suas funções. “A quem serve uma democracia onde um presidente da República nomeia um ministro e um ministro do Supremo Tribunal Federal, exorbitando frontalmente a Constituição, por liminar, proíbe este ministro de tomar posse? O Judiciário brasileiro precisa voltar para o seu quadrado. O Ministério Público brasileiro precisa voltar para o seu quadrado”, afirmou Ciro, sendo aplaudido pelos empresários.

Por duas vezes, recentemente, a Justiça impediu ministros de tomar posse. Em 2016, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi impedido de assumir um ministério quando nomeado pela então presidente Dilma Rousseff. No início deste ano, no governo Temer, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) não conseguiu assumir o Ministério do Trabalho.

Questionado sobre essa colocação, Ciro disse em entrevista que não mudaria o critério de escolha ou número de ministros do STF e voltou a fazer críticas.
“O colapso do poder político democrático pela desmoralização da Presidência da República, pela desmoralização da maioria do Congresso, tem permitido essa intrusão completamente descabida”, afirmou o presidenciável. “Esta anarquia já passou do limite.”

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), divulgou nota nesta quarta (4) em protesto contra a decisão da CNI de não convidar um representante petista para a sabatina com pré-candidatos ao Planalto. “Ao excluir um representante do ex-presidente Lula, a CNI deixa de conhecer as ideias e propostas de quem reúne as melhores condições de pacificar o país e retomar o caminho do desenvolvimento”, diz o texto.

Preso em Curitiba desde abril, Lula deve ficar inelegível pela Lei da Ficha Limpa e o PT terá que indicar um nome para substitui-lo nas urnas. Até lá, porém, insistirá que o ex-presidente é candidato e reivindicará que um representante dele participe das sabatinas e debates.

O médico Denirson Paes e a esposa, Jussara Paes

                                        Foto: Reprodução/Facebook

corpo do médico cardiologista e advogado Denirson Paes da Silva, de 54 anos, foi encontrado esquartejado e carbonizado dentro de uma cacimba na casa onde morava, no condomínio Torquato Castro, na Estrada de Aldeia, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife, na tarde desta quarta-feira (4). A esposa, a farmacêutica Jussara Paes, e um filho do casal de 23 anos foram levados para prestar depoimento na Delegacia de Camaragibe no início da noite desta quarta e autuados em flagrante por ocultação de cadáver. A delegada Carmem Lúcia está encarregada do caso.

Segundo nota da Polícia Civil de Pernambuco divulgada no início da noite, a esposa do médico havia registrado um Boletim de Ocorrência, no último dia 20 de junho, sobre o desaparecimento do médico, alegando que a vítima teria viajado para fora do País e não retornado. “Durante as investigações, a delegada desconfiou da participação da mulher e de um dos filhos do casal, de 23 anos, no desaparecimento do médico e solicitou um mandado de Busca e Apreensão na residência da família”, informou a nota da Polícia.

Durante toda a tarde desta quarta, equipes da Polícia Militar isolaram o local para que polícia científica, bombeiros e Instituto de Medicina Legal (IML) pudessem atuar nas investigações. Para a retirada do corpo da cacimba, que tem cerca de 25 metros de profundidade e estava seca, foi necessário o auxílio do Corpo de Bombeiros.A ossada foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), na área central do Recife, para coleta de material e envio para análise de DNA. Peritos criminais voltaram ao local do crime na noite desta quarta para colher material genético e usar o luminol, um composto orgânico usado para achar vestígios de sangue em cenas de crime. Eles passaram a tarde dentro da casa realizando as investigações.

Peritos passaram a tarde colhendo evidências da morte do médico na casa onde ele morava, em Aldeia

Peritos passaram a tarde colhendo evidências da morte do médico na casa onde ele morava, em Aldeia – Crédito: Cortesia/Whatsapp

Outro filho do casal também foi à delegac, acompanhando a mãe e o irmão. A Polícia Civil informou que falará à imprensa sobre o caso em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (5), a partir das 15h, no auditório da Sede Operacional da PCPE, no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife.

De acordo com moradores, o médico, que se formou pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1989costumava passear com o cachorro diariamente, mas estava desaparecido havia 20 dias. “Ele era um senhor sério que sempre andava pelo condomínio com o cachorro”, contou uma das moradoras. Uma semana antes da localização do corpo, o cão foi encontrado morto.

Carreira
Denirson Paes trabalhava no ambulatório do Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (Procape), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. Segundo um colega de profissão do médico, ele também já trabalhou na emergência do Procape e está na unidade de saúde desde que foi inaugurada, há 11 anos. Anteriormente, a vítima trabalhou no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, também em Santo Amaro.

Por meio de nota, o gestor executivo do Procape, Ricardo Lima, lamentou a morte do colega e disse que ele estava de férias e deveria retornar às atividades nesta quinta (5). “Dr. Denirson era profissional responsável, educado, carinhoso com os doentes e com os colegas. Homem simples e cumpridor dos seus deveres. Nunca presenciei alguma queixa relacionada a ele”, disse.

Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), por meio de nota (confira abaixo), lamentou a morte do médico e ressaltou o profissionalismo da vítima. “Era um ótimo profissional e tinha um excelente conceito junto à categoria médica”, disse o Cremepe.

   Relato de vizinhos

Os moradores ainda contam que a esposa da vítima afirmou que o homem tinha viajado, porém a família dele desconfiou do desaparecimento e acionou a polícia. Ainda segundo moradores, as imagens das câmeras de segurança do condomínio foram solicitadas e não tinham registrado a saída do médico nem dos carros dele. Além disso, ao chegar à casa nesta quarta, a polícia teria encontrado documentos, roupas e mala do médico, mais evidências de que ele não teria viajado.

Ainda segundo os moradores, dois funcionários da casa prestaram depoimento à Polícia. Um deles contou que a esposa da vítima o chamou dias atrás para fechar, com cimento, uma cacimba que já estaria fechada com uma tampa bastante pesada para ser carregada por uma pessoa só. O funcionário teria notado mau cheiro, e a mulher alegou que um gato tinha morrido dentro da cacimba. O segundo funcionário contou à polícia que o médico, pouco antes de desaparecer, tinha explicado a ele que não precisaria mais de seus serviços porque estaria se separando e iria morar no Recife.

Confira a nota de pesar do Cremepe na íntegra:

“É com imenso pesar que o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) vem a público informar o trágico falecimento do médico Denirson Paes da Silva, que estava desaparecido há cerca de 20 dias e hoje (04/07) o corpo foi encontrado num condomínio em Aldeia, Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. A polícia ainda não sabe o motivo deste bárbaro assassinato.

Denirson Paes da Silva era médico cardiologista (CRM 9516), formado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e atuou no Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape). Era um ótimo profissional e tinha um excelente conceito junto à categoria médica.”

Vigilantes que prestam serviço às Gerências Regionais de Saúde (Geres) de Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Arcoverde que são contratados da empresa Mandacaru Vigilância, reclamam que estão entrando para três meses de salários atrasados.

Além disso, são seis sem receber o ticket alimentação. Eles  entraram em estado de greve por tempo indeterminado.

De acordo com relatos de vigilantes, a empresa contratada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco pagou um mês de salário e de ticket alimentação.

No entanto não dá nenhum prazo para que sejam quitados os salários e os restantes dos tickets que estão em atraso.

O problema também estaria ocorrendo nas outras Geres do Estado. Além dos vigilantes da saúde, também estariam com salários atrasados merendeiras e porteiros contratados para prestar serviços às Gerências Regionais de Educação (GRE’s).

O Ministério do Trabalho disse que já tem conhecimento do caso, e reconheceu o atraso dos pagamentos.

Também que a empresa foi autuada e a partir daí serão aplicadas as multas.

Além disso, um relatório foi enviado ao MinistérioPúblico, que está preparando uma ação nesse sentido.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que está impedida “legalmente” de fazer repasses para a empresa Mandacaru Vigilância, por determinação da Justiça do Trabalho. Um rolo…

O relato é de Anchieta Santos para o blog.

Devido à escolha do dia 4 de agosto para a realização da Convenção Nacional do Partido da República (PR), o deputado federal e presidente estadual do PR, Sebastião Oliveira, decidiu.

Anunciou que vai realizar, em 5 de agosto, dia seguinte ao evento de Brasília, a Convenção Estadual da sigla.

Em Pernambuco, os republicanos vão se reunir, na sede de partido, às 10h.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou, hoje, dois pedidos de exceção de suspeição feitos pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os recursos solicitavam o afastamento do juiz federal Sérgio Moro da condução do processo de recebimento de propina através de obras em um sítio em Atibaia, e de outro, sobre desvio de recursos através da compra de terreno para a construção do Instituto Lula.

As ações tramitam na 13ª Vara Federal de Curitiba, a primeira instância da Lava Jato, e ainda não tiveram sentença.

A decisão foi unânime. A defesa ainda pode recorrer com o recurso de embargos de declaração. O TRF-4 já havia julgado outros pedidos de suspeição contra Moro, todos negados.

Para embasar o pedido de afastamento do juiz dos processos, a defesa alegou Moro não poderia fazer os julgamentos, devido à sua participação em um evento promovido pelo grupo empresarial Lide, em Nova York, em maio deste ano. O juiz foi palestrante do evento.

O grupo é fundado pelo ex-prefeito de São Paulo João Dória (PSDB). Dória atualmente é presidente licenciado do comitê executivo do grupo. A defesa cita, inclusive, uma fotografia de Moro e Dória, tirada durante um jantar ao longo do evento.

Antes de ser julgada pelo TRF-4, a suspeição já havia passado pelo julgamento do próprio Moro, que rejeitou o pedido. “Não vislumbro motivo para suspeição ou impedimento na realização delas [palestras] para associações ou organizações de empresários, sem que haja qualquer referência concreta aos casos pendentes e especialmente quando o objetivo é tratar do relevante papel do setor privado para redução da corrupção”, disse o juiz na decisão.

Lula cumpre pena determinada pela 13ª Vara Criminal de Curitiba, e confirmada pelo TRF-4, em outro processo, que julgou denúncias de recebimento de propina através da compra e de reformas de um apartamento no Guarujá. O ex-presidente foi condenado a 12 anos e 1 mês, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele está preso na sede da Polícia Federal de Curitiba