Estudantes de Caruaru comemoram a vitória na Olimpíada Nacional de Aplicativos

                                Foto: Divulgação

Alunos da Escola Técnica Estadual (ETE) Ministro Fernando Lyra de Caruaru, desenvolveram dois aplicativos com estratégias socioambientais sobre o uso consciente da água e da energia, formas de reaproveitamento e reciclagem. As plataformas ainda permitem o compartilhamento de ideias sustentáveis entre os usuários e fornecem um mapeamento deecopontos na cidade.

Os aplicativos foram os campeões da 2ª Olimpíada Nacional de Aplicativos (Onda), que acontece naUniversidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS). A olimpíada, composta por três fases eliminatórias, que aconteceram entre julho e dezembro de 2018, contou com a participação de 64 equipes de todo o País.

Onda tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de tecnologias que contribuam para a transformação social e ambiental a partir de reflexões sobre o desenvolvimento sustentável e os principais problemas ambientais. Os vencedores participarão, entre os dias 14 e 17 de março, da cerimônia de premiação, que será realizada na Uergs, onde terão a oportunidade de apresentar seus aplicativos para investidores.

app Green World, desenvolvido pelos estudantes Emili Jamilly Florêncio, José Guilherme Lima e Samuel Francisco da Silva, levou o primeiro lugar. Com 639 curtidas, 55.271 compartilhamentos e pontuação geral de 95,16. O app traz ícones direcionados para a conscientização sobre o descarte correto de materiais, bem como o processo correto dereciclagem de resíduos, dicas de cuidados com o meio ambiente, informes sobre as conferências do clima, como aRio-92, além de promover a interação entre os usuários que podem criar sugestões e compartilhar dicas de ideias sustentáveis.

“Eu participei porque achei que seria divertido, mas com o resultado sentimos que todo o nosso esforço foi recompensado no final”, contou Samuel Francisco, de 15 anos, que ajudou a desenvolver o aplicativo o app Green World. O outro aplicativo premiado foi o EccoApp, criado pelos estudantes Lucas Barbosa Vasconcelos, Marco Vinícius de Arruda da Silva e Yalle Camilli Macedo, que ficou em segundo lugar, com 573 curtidas, 34.033 compartilhamentos e registrou 80,17 na pontuação geral.

software ensina várias maneiras de preservação da natureza e os impactos econômicos que essas ações trazem. A plataforma também tem o intuito de contribuir para a diminuição do mau uso da energia, água e materiais recicláveis como garrafas pet, latas etc. Indicando os principais pontos da cidade onde há locais de descarte de lixosde maneira consciente, com e-mail e contato desses estabelecimentos.

Lucas Barbosa, de 14 anos, faz parte da equipe que criou o EccoApp. Para ele, “receber esse prêmio é o resultado e a certeza de que todo esforço que a gente fez valeu a pena”. Pois, “É muito bom você ver algo que você fez do zero ganhando mérito”. “A ideia agora é de continuar com o projeto criando atualizações e incluindo conteúdos para que o app possa continuar ajudando as pessoas”, falou o estudante. 

Deixe uma resposta