Monthly Archives: setembro 2018

Folha de S.Paulo

Na disputa ao Senado, Jarbas (MDB), Mendonça Filho (DEM) e Humberto Costa (PT) encabeçam as preferências do eleitor, com 36%, 31% e 30% das intenções de voto, respectivamente.

Em seguida, aparecem Bruno Araújo (PSDB), com 12%; Sílvio Costa (Avante), com 11%; Pastor Jairinho (Rede), com 6%; Adriana Rocha (Rede), com 3%; Hélio Cabral (PSTU) e Lidia Brunes (PROS), com 2%; e Eugênia (PSOL), Alex Rola (PCO) e Albanise Pires (PSOL), com 1%.

Veja

Os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiram, por unanimidade que a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em campanhas de candidatos do PT não configura irregularidade.

Pela legislação, apoiadores podem aparecer em propagandas em até um quarto do tempo.

A defesa do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) havia apresentado à Justiça eleitoral uma representação contra a coligação “O Povo Feliz de Novo”, originalmente encabeçada por Lula, mas assumida por Fernando Haddad (PT) após o indeferimento da candidatura do ex-presidente.

A campanha do militar reformado alegava que todo o tempo da propaganda veiculada em 6 e 8 de setembro havia sido utilizado para fazer apologia a Lula.

Ministros entenderam que proibir ex-presidente de aparecer em peças de campanhas configuraria pena de banimento, o que seria incompatível com a democracia

O petista está preso em Curitiba desde abril deste ano, após condenação em segundo grau por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A defesa do ex-presidente afirma que não há provas e que ele tem sido perseguido por setores da Justiça.

Transposição do Rio São Francisco

Transposição do Rio São Francisco Foto: Divulgação/Ministério da Integração Nacional

Os valores para o fornecimento da água bruta do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) para 2018 foram definidos pela Agência Nacional de Águas (ANA). Em publicação divulgada no Diário Oficial da União de ontem, a ANA estabeleceu os preços para a tarifa de disponibilidade (R$ 0,801 por metro cúbico), que cobre os custos fixos para fornecer a água, e a tarifa de consumo (R$ 0,244), relativa ao que for efetivamente utilizado da água. Essas tarifas serão pagas pelo operador estadual à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), responsável por operar o PISF, fornecendo a água bruta aos estados.

Os valores só começarão a ser cobrados depois da assinatura de contrato entre o operador estadual e a Codevasf. “Até o dia 31 de dezembro deste ano é o prazo para assinatura do contrato. A data que vai começar a cobrança da operação ainda não está definida. O Estado de Pernambuco tem indicado que será a Compesa [Companhia Pernambucana de Saneamento] a responsável por comprar a água bruta do São Francisco”, explicou o superintendente adjunto de regulação da ANA, Patrick Thomas.

Atualmente, o projeto da transposição está em fase de pré-operação, ou seja, em teste. Ele ainda entrará em fase de operação comercial após a assinatura do contrato. “A partir dessa assinatura, o Estado vai pagar pela tarifa de disponibilidade, que serve para cobrir os custos fixos, como aluguel da sede da Codevasf e o salário dos funcionários. Quando a água começar a ser entregue para o operador estadual, começará a cobrança da tarifa de consumo, que será de acordo com a água que for efetivamente entregue, ou seja, o custo de energia para bombear a água” explicou Thomas.

No último dia 9, a ANA aprovou a resolução estabelecendo o primeiro Plano de Gestão Anual (PGA), que determinou a quantidade máxima da água a ser disponibilizada para os estados. “A Codevasf pode entregar para Pernambuco até 0,75 metro cúbico por segundo (m³/s)”, informou Thomas.

Esses valores das tarifas servirão apenas nos meses em que começar a operação neste ano. Em 2019, serão outras tarifas. “Esses pagamentos são importantes para a sustentabilidade financeira do projeto. A Codevasf precisa cobrir custos de operação e manutenção para que os estados recebam a água com segurança”, destacou Thomas.

O Ibope divulgou nesta quarta-feira (19) uma nova pesquisa de intenção de voto para o governo da Paraíba nesta quarta-feira (19) aponta os seguintes percentuais:

João Azevêdo (PSB): 32%
Zé Maranhão (MDB): 28%
Lucélio Cartaxo (PV): 19%
Tárcio Teixeira (PSOL): 2%
Rama Dantas (PSTU): 0%
Brancos/nulos: 15%
Não sabe/Não respondeu: 4%

No levantamento anterior, feito nos dias 21 a 23 de agosto, os números foram: Zé Maranhão, 31%; Lucélio Cartaxo, 18%; João Azevêdo, 17%; Tárcio Teixeira, 3%; Rama Dantas, 0%; Brancos/nulos, 23%; Não sabe/Não respondeu, 8%.

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

João Azevêdo (PSB): 23%
Zé Maranhão (MDB): 15%
Lucélio Cartaxo (PV): 10%
Tárcio Teixeira (PSOL): 0%
Rama Dantas (PSTU): 0%
Outros: 4%
Brancos/nulos: 20%
Não sabe/Não respondeu: 28%

No levantamento anterior, os números foram: João Azevêdo, 11%; Zé Maranhão, 9%; Lucélio Cartaxo, 6%; Tárcio Teixeira, 0%; Rama Dantas não foi citada; Outros, 7%; Brancos/nulos, 22%; Não sabe/Não respondeu, 45%.

A pesquisa foi encomendada pelas TVs Cabo Branco e Paraíba. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois do início da propaganda eleitoral gratuita na TV.

A margem de erro é 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa ouviu 812 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais, entre os dias 16 a 18 de setembro.

Registro no TRE: PB-08654/2018 Registro no TSE: BR-07454/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%.

Missa em ação de graças comemora 34 anos da emissora pioneira da cidade. Transmissão em FM começa dia 9 de dezembro

A Rádio Asa Branca AM de Salgueiro comemora neste mês de setembro 34 anos de fundação.

A emissora é a pioneira na cidade,  inaugurada em 7 de Setembro de 1984, com a presença de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. Dizendo que o nome “Asa Branca”, da letra de sua música com Humberto Teixeira, havia virado expressão de domínio popular, Gonzagão autorizou que a emissora o utilizasse para levar sua mensagem à cidade e região.

Para comemorar esse mês festivo, uma Missa em Ação de Graças será celebrada nesta quinta-feira (20) na Igreja São Francisco de Assis, no bairro do Planalto. O Presidente da celebração será o Bispo Diocesano de Salgueiro, Dom Magnus Henrique Lopes,tendo como concelebrante Pe. Romilson Lima, além da participação de toda equipe da Rádio, gerida pela Comunidade Boa Nova, ligada à Igreja Católica.

Aliás, a animação ficará por conta do ministério de música da Comunidade religiosa. Haverá também quermesse e pizza para quem for participar, além do tradicional corte de bolo.

A rádio está na contagem regressiva para migrar para frequência FM, recentemente foi divulgada a data da primeira transmissão oficial com o novo sinal. Segundo a direção da rádio, o momento histórico será dia 9 de dezembro,  durante a missa dominical às 19h na Catedral de Santo Antônio. A emissora, hoje em 1570 KHz funcionará na frequência  91,5 MHZ.

Petebista cresceu seis pontos e socialista, um. Candidatos estão empatados no limite da margem de erro

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (20) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:

Paulo Câmara (PSB): 35%

Armando Monteiro (PTB): 31%

Julio Lossio (Rede): 3%

Ana Patrícia Alves (PCO): 2%

Maurício Rands (Pros): 2%

Dani Portela (PSOL): 1%

Simone Fontana (PSTU): 1%

Branco/nulo: 19%

Não sabe: 6%

Os candidatos Paulo Câmara e Armando Monteiro estão empatados tecnicamente.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. É o terceiro levantamento Datafolha realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito de 4 a 6 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

Paulo Câmara (PSB): 34%

Armando Monteiro (PTB): 25%

Julio Lossio (Rede): 2%

Maurício Rands (PROS): 2%

Ana Patrícia Alves (PCO): 1%

Simone Fontana (PSTU): 1%

Dani Portela (PSOL): 1%

Branco/nulo: 26%

Não sabe: 6%

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.232 eleitores de 50 municípios de Pernambuco, com 16 anos ou mais

Quando a pesquisa foi feita: 18 e 19 de setembro

Registro no TSE: PE-09351/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

Espontânea:

Na modalidade espontânea da pesquisa Datafolha (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Paulo Câmara (PSB): 19%

Armando Monteiro (PTB): 13%

Outros: 10%

Branco/nulo/nenhum: 19%

Não sabe: 39%

Rejeição: 

A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:

Simone Fontana (PSTU): 33%

Dani Portela (PSOL): 32%

Paulo Câmara (PSB): 31%

Julio Lossio (Rede): 31%

Ana Patrícia Alves (PCO): 30%

Maurício Rands (PROS): 29%

Armando Monteiro (PTB): 23%

Rejeita todos/não votaria em nenhum: 10%

Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 1%

Não sabe: 9%

Simulações de segundo turno:

Paulo Câmara (PSB): 42% x 39% Armando Monteiro (PTB) (branco/nulo: 15%; não sabe: 4%)

A Datafolha também ouviu eleitores em Pernambuco a respeito da disputa para o Senado.

João Amoêdo (Novo) e Alvaro Dias (Podemos) têm 3% cada um; e Henrique Meirelles (MDB), 2%; Vera (PSTU) e Guilherme Boulos (PSOL), 1% cada um. Cabo Daciolo (Patriota), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.

Por G1

O Datafolha divulgou nesta quinta-feira (20) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 8.601 eleitores na terça-feira (18) e na quarta-feira (19).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%

Fernando Haddad (PT): 16%

Ciro Gomes (PDT): 13%

Geraldo Alckmin (PSDB): 9%

Marina Silva (Rede): 7%

João Amoêdo (Novo): 3%

Alvaro Dias (Podemos): 3%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Vera Lúcia (PSTU): 1%

Guilherme Boulos (PSOL): 1%

Cabo Daciolo (Patriota): 0%

João Goulart Filho (PPL): 0%

Eymael (DC): 0%

Branco/nulos: 12%

Não sabe/não respondeu: 5%

Em relação ao levantamento anterior do instituto, divulgado na sexta-feira (14):

Jair Bolsonaro foi de 26% para 28%; Haddad passou de 13% para 16%; Ciro se manteve em 13%; Haddad e Ciro estão empatados dentro da margem de erro; Alckmin se manteve com 9%; Marina foi de 8% para 7%.

Rejeição:

O Instituto também perguntou: “Em quais desses candidatos… você não votaria de jeito nenhum no primeiro turno da eleição para presidente deste ano?”

Neste levantamento, portanto, os entrevistados podem citar mais de um candidato. Por isso, os resultados somam mais de 100%.

Os resultados foram:

Bolsonaro: 43%

Marina: 32%

Haddad: 29%

Alckmin: 24%

Ciro: 22%

Vera: 19%

Cabo Daciolo: 19%

Boulos: 18%

Eymael: 17%

Meirelles: 17%

João Goulart Filho: 15%

Alvaro Dias: 15%

Amoêdo: 15%

Rejeita todos/não votaria em nenhum: 4%

Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%

Não sabe: 5%

Simulações de segundo turno:

Bolsonaro 42% x 41% Marina(branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

Ciro 41% x 34% Alckmin (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)

Alckmin 40% x 39% Bolsonaro(branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)

Alckmin 39% x 36% Marina(branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 39% Bolsonaro(branco/nulo: 14%; não sabe: 2%)

Alckmin 39% x 35% Haddad(branco/nulo: 24%; não sabe: 3%)

Haddad 41% x 41% Bolsonaro(branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 31% Marina(branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)

Marina 37% x 37% Haddad(branco/nulo: 24%; não sabe: 2%)

Ciro 42% x 31% Haddad(branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)

Sobre a pesquisa:

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Entrevistados: 8.601 eleitores em 323 municípios. Quando a pesquisa foi feita: 18 e 19 de setembro. Registro no TSE: BR-06919/2018. Nível de confiança: 95%. 95%.Contrata da pesquisa: TV Globo e “Folha de S.Paulo”.

“Desafio alguém encontrar um processo contra mim em qualquer instância da justiça brasileira. Tenho 16 anos de vida pública e posso dizer com orgulho que sou ficha limpa”. Foram com essas palavras que o deputado federal e candidato à reeleição Sebastião Oliveira abriu o seu bate-papo com a população do município de Ferreiros, na Mata Norte pernambucana, na noite desta terça-feira (18).

Além de apresentar o seu trabalho e ouvir propostas, Sebastião ressaltou que o seu segundo mandato, em Brasília, continuará defendendo as bandeiras da democracia e dos trabalhadores. “Fui e serei contra todo tipo de projeto que retire direitos da classe trabalhadora. Não apoiei o golpe contra Dilma, pois sempre defenderei a vontade do povo, que é soberana e se manifesta por meio do voto”, disse Sebá.

Em Ferreiros, Sebastião Oliveira tem o apoio do grupo político de Zé Roberto, que conta com os vereadores Júnior do Canto, Davi, Gil e Tarcísio, além do candidato a deputado estadual Gustavo Gouveia.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e textoO parque de exposições estava bem organizado, desde o evento promovido pala Assembleia de Deus. 

Porém, a exposição de animais, realizada recentemente, ficou com uma imagem negativa para os agricultores : 


– Necessidade de SENHA “entregues pelo prefeito” para ser atendido pelos agentes do BNB;


– Falhas no som e equipamentos, apesar dos autos valores contratados, divergindo com o que foi utilizada na festa ;


– Ambulância só pra propaganda, não atendeu a uma criança acidentada;


– ônibus caríssimos.


A imagem pode conter: 1 pessoaFoi o que ficou na memória dos agropecuaristas!

No tocante a transparência, o prefeito continua descumprindo a legislação, não realizando as audiências para acompanhamento da execução orçamentária, 1º e 2º quadrimestres ( quanto e onde foi gasto o dinheiro público?). Banalizou o planejamento, ignorando a Câmara de Vereadores. 

Com isso, quem sofre é o povo. 

Nenhum texto alternativo automático disponível.Em números do IDEB, comprova-se que regredimos em qualidade na maioria da unidades escolares e outras estagnamos. A meta do MEC para cidade de Custódia era 3,8, porém, só alcançamos 3,6 no índice de desenvolvimento da educação básica. Mesmo com tanto dinheiro recebido para Educação. São sinais graves do desgoverno!

MAS, O POVO ESTÁ CONSCIENTE, os servidores principalmente. Mesmo com ameaças, no dia das eleições que se aproximam, o povo irá fazer as escolhas certas. Desaprovando a gestão atual e, não votando nos candidatos apoiado pelo prefeito . 

Nenhum texto alternativo automático disponível.Relembrei: 2,5 milhões que o Dep. Sebastião Oliveira destinou para Custódia; a realização de audiência pública com a participação do Dep João Eudes e, nossas reivindicações junto à COMPESA, lutando pela Adutora.

Copa do Nordeste entra na reta final

           Copa do Nordeste entra na reta final Foto: Douglas Lunardi/CBF

Havia um sentimento de incerteza com relação ao futuro da edição da Copa do Nordeste, no próximo ano. Afinal, com o fim das atividades do canal Esporte Interativo, a competição, um dos principais produtos da emissora, poderia também deixar de existir. Terça-feira, no entanto, no evento de lançamento oficial do Nordestão, versão 2019, o tom repassado aos clubes inscritos foi de tranquilidade. Inclusive, o próprio EI garantiu o pagamento das cotas já previamente acertados até 2022.

“Com o fim da transmissão do Esporte Interativo (canal fechado), tínhamos receio de perder a cota da Copa do Nordeste, mas esse risco foi descartado. Agora, há uma garantias de receita para 2019, algo que não conseguimos este ano porque o valor (R$ 1 milhão de participação) acabou sendo adiantado em 2017. A certeza de que iremos receber a verba do Nordestão em 2019 nos deixa mais tranquilos”, disse o presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior. Quem também esteve presente no evento foi presidente do Náutico, Edno Melo.

Outro ponto acertado no lançamento foi com relação ao regulamento. A competição será disputada em dois grupos de oito clubes, como havia sido definido em maio. As equipes de uma chave enfrentarão as da outra, com os quatro melhores colocados de cada grupo avançando às quartas de final. Além disso, clubes de um mesmo estado serão separados em chaves diferentes. Pernambuco é o único estado com três representantes: NáuticoSanta Cruz e Salgueiro. O sorteio dos grupos da Copa do Nordeste 2019 ocorre em Maceió, no dia 4 de outubro.

Saque do Pis/Pasep

                Saque do Pis/Pasep Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Termina no próximo dia 28 de setembro o período para saque dos recursos disponíveis na cota do PIS/Pasep. Diante da proximidade do fim, Pernambuco é o segundo estado do Nordeste, atrás apenas da Bahia, com o maior volume de recursos ainda disponíveis no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Segundo o Banco do Brasil, que administra o Pasep, no Estado estão disponíveis para retirada R$ 106 milhões, pertencentes a 45 mil participantes. Já de acordo com a Caixa Econômica Federal, responsável pelos recursos do PIS, 486 mil pernambucanos ainda não retiraram os valores disponíveis. 

 Até 2017, o saque das cotas era permitido quando o trabalhador completasse 70 anos, em caso de aposentadoria ou em outras situações específicas. Com a edição da Medida Provisória 813/2017, as regras de pagamentos das cotas foram alteradas, permitindo o saque pelos cotistas com idade a partir de 60 anos de forma automática. A MP, porém, foi convertida na Lei 13677/2018, com emenda que possibilitava o pagamento das cotas para todos os participantes do fundo até 29 de junho de 2018, independentemente da idade. Após o decreto do presidente, em junho, esse prazo foi ampliado, permitindo que o trabalhador com menos de 60 anos pudesse ter mais tempo para retirar o saldo. Na primeira etapa do cronograma, encerrada no dia 29 de junho, 1,1 milhão de trabalhadores fizeram o saque, retirando uma soma de R$ 1,5 bilhão.Tem direito a cota o trabalhador que tem menos de 60 anos e trabalhou entre 1971 e 4 de outubro de 1988. 

Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o BNDES.Para saber o saldo e se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites da Caixa Econômica e do Banco do Brasil. Para os cotistas do PIS, também é possível consultar a Caixa Econômica Federal no telefone 0800-726-0207 ou nos caixas eletrônicos da instituição, desde que o interessado tenha o Cartão Cidadão. No caso do Pasep, a consulta é feita ao Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 ou 0800-729-0001.

Inaldo Sampaio

                         Inaldo Sampaio Foto: Colunista

Bolsonaro tem hoje em Pernambuco 17% das intenções de voto, segundo a última pesquisa do Ibope divulgada pela TV Globo. Ele perde apenas para Fernando Haddad, que tem 26% e ainda com chão para crescer, graças ao apoio do ex-presidente Lula. Isso significa que o PSL se equivocou ao não lançar o seu próprio candidato ao governo estadual. Provavelmente perderia, mas poderia eleger uma boa bancada de deputados federais e estaduais na esteira do “bolsonarismo”, que se manifesta forte em Pernambuco. Aqui, o pensamento de “direita” sempre foi forte desde o período que antecedeu o golpe militar de 64. Apenas os políticos identificados com esse pensamento tinham vergonha de se assumir como “de direita” para não serem apontados como co-responsáveis pela queda do governador Miguel Arraes, as prisões arbitrárias, as torturas e a supressão das liberdades que se seguiram àquele período. Agora, não. Quem é de “esquerda” se assume como tal, e quem é de “direita”, idem. E não há nada demais nisso, pois seria inadmissível que num país com 200 milhões de habitantes as concepções de mundo fossem as mesmas. Assim, o coronel PM Luiz Meira, se não tivesse sido impedido de disputar, poderia estar hoje com 5% ou 6% de intenções de voto, o suficiente para levar a disputa ao 2º turno e arrastar consigo pelo menos dois deputados federais e quatro estaduais.

Novo livro de Magalhães
Será lançado em meados de outubro o novo livro de Roberto Magalhães intitulado “Lições do passado e desafios do século XXI”. Ele externa suas impressões sobre parte da história do Brasil, e de Pernambuco, em particular, exaltando todos os nossos mártires. E conclui: “Nós, brasileiros, devemos nos envergonhar do Brasil de hoje, e nos orgulhar do Brasil do passado”. 

Bom debate > O debate entre Paulo Câmara (PSB), Armando Monteiro (PTB), Maurício Rands (PROS) e Dani Portela (PSOL) promovido ontem pela Rádio Liberdade (Caruaru) teve grande audiência no Agreste porque foi transmitido por um “pool” de emissoras daquela região.

A desgraça > Do advogado Paulo Henrique Maciel, defensor de presos políticos durante o regime militar: “A pior desgraça que há na política brasileira, hoje, é esse Jair Bolsonaro, que teve a insensatez de fazer elogios ao general Carlos Alberto Brilhante Ustra, o único torturador brasileiro reconhecido pela Justiça”.

Com tudo > A tropa de Paulo Câmara (PSB) começa a ocupar, a partir de hoje, todas as cidades da área metropolitana para tentar evitar um 2º turno entre ele e Armando Monteiro (PTB). É voz corrente na Frente Popular que se Paulo não vencer no 1º, pode se complicar no segundo.

De volta > Se as pesquisas estiveram certas, Renan Calheiros (AL) e Eunício Oliveira (CE) estarão de volta ao Senado a partir de fevereiro, assim como Jarbas Vasconcelos (PE). Quem não está muito bem em Roraima é Romero Jucá (3º colocado). Todos pertencem ao MDB. 

Aviso prévio > Por equívoco, a coluna informou ontem que os candidatos a senador do prefeito do Cabo, Lula Cabral, eram Jarbas Vasconcelos e Bruno Araújo (PSDB). Na verdade, são Bruno e Humberto Costa (PT). Lula avisou previamente ao governador que não apoiaria Jarbas.

Trânsito do Recife

Trânsito do Recife Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco/arquivo

A partir desta quarta-feira (19), a capital pernambucana sedia uma série de ações em alusão ao Dia Mundial Sem Carro, comemorado no próximo dia 22. Entre os atos, está elencado um conjunto de discussões a respeito da mobilidade no Recife, que visa a chamar a atenção da população e do poder público a respeito do tráfego e da circulação na Região Metropolitana do Recife. Intitulada “Cidade que Flui”, a atividade começa nesta quarta e consiste em levantar debates sobre as questões de mobilidade no Centro da cidade. 

Realizado por 14 organizações, o movimento busca, além de lançar um aplicativo sugerido por alunos da UFPE, mostrar, por meio de sugestões, outras formas de se locomover nas cidades do entorno da capital, como a navegabilidade em rios e rotas alternativas. As atividades promovidas pelo grupo são abertas. 

De acordo com o membro do Bigu Comunicativismo Thiago Jerohan, a ação pretende dar visibilidade a uma série de organizações que lutam por políticas públicas para o tema. “São pessoas que, apesar das dificuldades, já pensam e transitam buscando alternativas mais baratas, de menor impacto ambiental e paisagístico e que colocam o cidadão como sujeito ativo da cidade. Nossa ideia é propor ações que materializem aquilo que defendemos”, explicou. Até a próxima sexta-feira (21), haverá uma mostra de cinema, com sessões gratuitas no Bairro do Recife, Encruzilhada, Ilha de Deus e Nova Descoberta, nos turnos da tarde e da noite. 

No sábado, Dia Mundial Sem Carro, haverá ações pela manhã no Parque Santana, realizadas pela Ameciclo e Bike Anjo. Logo depois, os ciclistas, junto a pescadores e organizações de mulheres, promoverão saídas abertas em diversos modais, como caminhada, bicicleta e barco. Todos seguirão até o Cais de Santa Rita e, logo depois, ao Marco Zero, onde haverá debate sobre mobilidade urbana, apresentações de afoxé e cultura popular, finalizando com show da cantora Isaar.

São analisadas as equipes de saúde da família, estruturas e equipamentos das unidades de saúde

São analisadas as equipes de saúde da família, estruturas e equipamentos das unidades de saúde Foto: Pixabay

A Atenção Básica à Saúde no município de Petrolina, no Sertão do Estado, foi classificada como a melhor de Pernambuco e a oitava melhor no Brasil. É o que aponta avaliação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), feita pelo Ministério da Saúde entre setembro e novembro de 2017. Os dados referentes ao desempenho dos setores da saúde bucal devem ser divulgados no mês de dezembro.

O desempenho identificado pelo PMAQ é utilizado para priorizar o repasse de recursos: quanto melhor o desempenho, mais recursos são transferidos. São analisadas as equipes de saúde da família, estruturas e equipamentos das unidades de saúde, classificando-as como “Ótimo”, “Muito Bom”, “Bom” ou Regular.

Petrolina alcançou três “Ótimos”, cerca de 30 “Muito Bons”, cerca de 30 “Bons” e cinco “Regular”, números superiores aos de 2015, quando o município recebeu mais de 60 “regular”, 11 “bons” e dois “ótimos”. Assim, o repasse, que era de R$ 218.300, teve um aumento de 120%, subindo para R$ 496.145. A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, afirma que o resultado foi possível graças ao esforço conjunto de todos os setores da pasta.

Jair Bolsonaro

                                              Jair Bolsonaro Foto: Divulgação

Aliados do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) voltaram a afirmar que deputados do chamado centrão (DEM, PP, PR, PRV e Solidariedade) estão cortejando o candidato para apoiá-lo em um eventual segundo turno contra Fernando Haddad (PT). Os partidos atualmente apoiam Geraldo Alckmin (PSDB).

“Não são lideranças dos partidos, é um apoio suprapartidário. Estamos recebendo contatos de deputados de Minas Gerais, São Paulo. Eles não querem mais um governo do PT”, diz Gustavo Bebianno, presidente do PSL e advogado de Bolsonaro. Nesta segunda (17), o deputado federal Major Olímpio (PSL-SP) disse que o centrão faz missa de corpo presente para a candidatura de Alckmin.

Bebianno participa de reunião nesta terça-feira (18) em hotel nos Jardins, bairro nobre de São Paulo, com as lideranças da campanha de Bolsonaro. Estão presentes os filhos de Bolsonaro, Eduardo e Flávio; o senador Magno Malta (PR-ES); o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS); Luciano Bivar, dono do PSL; Julian Lemos, vice-presidente do PSL; o general da reserva Augusto Heleno; e o deputado Major Olímpio.

Vice de Bolsonaro, o general Hamilton Mourão não fará parte da reunião devido a agenda em Botucatu, interior de São Paulo. Lorenzoni diz que deputados de DEM, PR e MDB já o sondaram para saber da possibilidade de apoiar Bolsonaro futuramente.

Falando ao telefone com um aliado da Bahia pelo telefone, Lorenzoni fazia as contas para que Bolsonaro garanta uma vaga no segundo turno. Ele diz que não acredita em institutos de pesquisa, mas crê que com 20 pontos nos principais estados ele assegura sua posição. “Temos faro, é assim que sabemos se tem os pontos ou não. E na Bahia ele já tem”, disse.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) solicitou ao 14º Batalhão da Polícia Militar do município de Betânia que combata os comportamentos que promovam algazarra, bem como poluição sonora causada pelos carros de som, paredões de som e instrumentos do mesmo gênero.

A recomendação deve-se às reclamações feitas pela população acerca da prática da perturbação do sossego alheio.

A atuação deve ser feita principalmente em bares, encontros de som ou em propagandas comerciais. De acordo com Decreto-lei nº 3.688/41, quem for pego praticando tais condutas deve ser autuado e conduzido à delegacia junto com o seu aparelho de som ou veículo.

“Os instrumentos apreendidos só poderão ser liberados mediante autorização judicial, visto que estão sendo utilizados para a prática de delitos”, informou a promotora de Justiça Camila Spinelli, na publicação.

Uma nova pesquisa do Ibope sobre intenções de votos a candidatos a presidente foi divulgada hoje (18). O levantamento indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 28% das intenções de voto e Fernando Haddad (PT), 19% . Ciro Gomes (PDT) teve 11%; Geraldo Alckmin (PSDB), 7% e Marina Silva (Rede), 6%.

Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2% das intenções de voto. Cabo Daciolo (Patriota) registrou 1%. Vera Lúcia (PSTU), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram na pesquisa.

Conforme o Ibope, Fernando Haddad cresceu 11 pontos percentuais entre o levantamento de 11 de setembro e o divulgado hoje. Jair Bolsonaro cresceu dois pontos percentuais. Ciro Gomes manteve-se com o mesmo percentual. Geraldo Alckmin perdeu dois pontos percentuais; e Marina Silva caiu três pontos percentuais.

Alvaro Dias, João Amoêdo e Henrique Meirelles oscilaram negativamente em um ponto percentual. Cabo Daciolo, Vera Lúcia, Guilherme Boulos, João Goulart Filho e Eymael não apresentaram mudanças nos percentuais de intenção de votos entre as duas pesquisas.

Entre os dois levantamentos, o percentual indicado de votos nulos e brancos caiu cinco ponto percentuais – de 14% para 11%. Manteve-se em estável (7%) a proporção de entrevistados que não sabem em quem vai votar ou não respondeu.

Rejeição

Como ocorreu na divulgação das últimas pesquisas, o Ibope também mediu as taxas de rejeição dos candidatos à Presidência da República. Quarenta e dois por cento dos entrevistados declararam não votar “de jeito nenhum” em Jair Bolsonaro e 29% responderam que não votariam em Fernando Haddad. Os percentuais não são excludentes.

Marina Silva tem taxa de rejeição de 26%; Geraldo Alckmin, 20% e Ciro Gomes, 19%. Henrique Meirelles não seria escolhido por 12% dos entrevistados. Cabo Daciolo e Eymael têm, cada um, 11% de rejeição.

Guilherme Boulos e Alvaro Dias têm rejeição de 10%, cada um. Vera Lúcia e João Amoêdo não seriam votados por 9% dos entrevistados. A taxa de rejeição de João Goulart Filho é de 8%.

Dois por cento dos entrevistados disseram que poderiam votar em todos os candidatos. Nove por cento declararam não saber em quem não votariam ou não quiseram responder.

A rejeição de Jair Bolsonaro subiu um ponto percentual. A taxa de rejeição de Haddad cresceu seis pontos percentuais. Marina Silva e Ciro Gomes oscilaram em dois pontos percentuais. Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles e Alvaro Dias apresentaram um ponto percentual a mais de rejeição.

A rejeição de Vera Lúcia caiu em dois pontos percentuais. Guilherme Boulos e João Amoêdo diminuíram as respectivas rejeições em um ponto percentual. A rejeição de Cabo Daciolo, Eymael e João Goulart Filho ficaram estáveis.

2º turno

O Ibope ainda testou com os entrevistados cenários de segundo turno. Fernando Haddad e Jair Bolsonaro aparecem empatados com 40% das intenções de voto cada um. Neste cenário, o número de votos em branco ou nulo totalizam 15% e 5% não souberam e nem quiseram responder.

Em caso de uma disputa entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, o cenário é de empate técnico, de 40% e 39% das intenções de voto, respectivamente. Neste caso, o número de votos em branco ou nulo totalizam 15% e 6% não souberam e nem quiseram responder.

Uma eventual disputa no segundo turno entre Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro, ambos alcançariam 38% dos votos. Nessa possibilidade, o número de votos em branco ou nulo totalizam 18% e 6% não souberam e nem quiseram responder.

De acordo com o Ibope, em uma disputa com Marina Silva, Jair Bolsonaro teria vantagem de cinco pontos percentuais. O ex-capitão do Exército atingiria 41% dos votos e a ex-ministra 36%. Nessa hipótese, o número de votos em branco ou nulo totalizam 18% e 5% não souberam e nem quiseram responder.

O levantamento do Ibope, registrado no Tribunal Superior Eleitoral (BR-09678/2018), ouviu 2.506 eleitores, em 177 municípios, entre domingo (16) e hoje (18). A pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, tem nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Ciro xingou e empurrou um homem em evento de campanha em Roraima

Ciro xingou e empurrou um homem em evento de campanha em Roraima Foto: Reprodução/Instagram

O candidato do PDT à Presidência da RepúblicaCiro Gomes,disse que fala palavrões em legítima defesa e que não tem sangue de barata sobre ter xingado e empurrado de leve um homem que fez uma pergunta durante entrevista em um evento de campanha, no último sábado (15), em Roraima.

Durante entrevista ao Jornal da Globo, na madrugada desta terça-feira (18), o candidato falou novamente que o homem que empurrou não é jornalista e que ficou sabendo que o senador Romero Jucá tinha pago um “sujeito” para provocá-lo. “Ele se aproximou e colocou um adesivo do Bolsonaro aqui no meu peito”, disse.

Ao ser questionado sobre ter xingado um ouvinte de uma rádio de “burro” na campanha de 2002, Ciro falou que não podem chamá-lo de incompetente e ladrão e ficam lembrando dessa história de 16 anos atrás. “Eu chamei alguém de burro e tem tem gente burra mesmo“, disse.

Novamente, o presidenciável voltou a dizer que chefes militares não terão participação política em seu governo, caso seja eleito, e evocou a constituição para justificar isso. “Deus está me ajudando porque no dia seguinte que falei isso o presidente do Uruguaimandou prender o presidente do Exército por isso”, disse.

O candidato também disse que inventam que ele é esquentado porque não podem me chamá-lo de ladrão e incompetente. “Eu não tenho descontrole nenhum, nunca respondi por nenhum escândalo em 38 anos de vida pública“, falou Ciro, em sua defesa.

No Estado, apesar da variação, o preço médio do combustível ficou na casa dos R$?4,441

No Estado, apesar da variação, o preço médio do combustível ficou na casa dos R$?4,441 Foto: Anderson stevens

Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou, nessa segunda-feira (17), o levantamento semanal com o preço dos combustíveis em todo o Brasil, no qual apresentou aumento em 25 estados. Segundo os dados coletados pela agência, entre os dias 9 e 15 de setembro, o preço médio da gasolina nas bombas de todo o Brasil está em R$ 4,628, com máxima de R$ 6,290, em Tocantins, e mínimo de R$ 3,899, em São Paulo. 

Em Pernambuco, segundo o levantamento, o preço médio está em R$ 4,441, com o combustível mais caro sendo comercializado em Petrolina. Lá, o litro da gasolina não sai por menos que R$ 5,139. Já o preço mais barato foi conferido na capital pernambucana, com o litro comercializado por R$ 4,099, podendo chegar a R$ 4,690. 

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), Alfredo Ramos Pinheiro, o preço mais alto em Petrolina está associado ao valor do frete e à pouca concorrência. “O frete para Petrolina é mais caro e deixa o combustível lá em média R$0,30 mais caro do que na capital. No Recife, embora o valor do combustível tenha aumentado após a última alta nas refinarias, assim como a própria ANP atestou, tem uma da gasolina mais barata do País, devido à concorrência”, comentou o sindicalista. 

A informação do sindicalista foi confirmada pela reportagem, que constatou que, na Rua São Miguel, em Afogados, por exemplo, conhecida por praticar o menor preço da cidade, o litro de gasolina, apesar de ter aumentado de R$ 4,099, não passava nessa segunda de R$ 4,18. 

Também Zona Oeste, na Caxangá, em alguns postos, os preços, no entanto, seguem dentro da média divulgada pela ANP, cerca de R$ 4,58. Vale lembrar que após atingir, na última sexta, o maior valor desde o início da nova política de preços, em julho de 2017, quando o preço nas refinarias chegou a R$ 2,2514, a Petrobras tem utilizado o mecanismo de hedge. 

Por ele, a estatal pode optar em segurar por até 15 dias o valor do combustível em suas refinarias. “Tal estratégia permitirá maior flexibilidade na frequência de reajustes, mas não alterará o resultado final das variações do preço da gasolina decorrentes dos movimentos de elevação ou de queda na cotação internacional e na taxa de câmbio, ao final de cada período”, afirma a Petrobras. Pelo seu site, ao menos até hoje, a estatal deve continuar segurando o repasse diário nas refinarias, mesmo com a queda no preço da moeda americana, que fechou ontem em R$ 4,12. 

No semana passada, quando foi implantado o hedge, o dólar era de R$4,20. “Com a queda do dólar e a manutenção do hedge, a Petrobras ganha mais por dia, porque não repassa de imediato aquele reajuste (para baixo) para o consumidor final”, alerta o mestre e professor de economia, Tiago Monteiro. Para ele, quando se tem uma amarra de preço baseado em cotações passadas, essa operação pode estar sendo feita em um patamar exorbitante frente às últimas cotações, como foi o caso da última sexta.

Diesel
Segundo levantamento, o diesel se manteve estável. No Brasil, o combustível teve um valor médio de R$ 3,638. O valor mínimo praticado foi de R$ 3,139 e máximo R$ 4,950. Em Pernambuco, o combustível variou entre R$ 3,640 a 3,789 com valor médio de R$ 3,695. 

PSF Beira do Rio

                         PSF Beira do Rio Foto: Reprodução/Google Street View

Os médicos da rede municipal de Saúde do Recife fazem, a partir desta terça (18), uma paralisação de 72h. A parada desta terça até a próxima quinta-feira (20) vem sendo anunciada desde a última semana pela categoria, que acusa a prefeitura de retrocessos nas negociações da campanha salarial. O atendimento às urgências e emergências será mantido durante a paralisação, que fica restrita aos serviços eletivos, ambulatórios e postos vinculados ao Estratégia de Saúde da Família (ESF). Todos os serviços adiados podem ser reagendados para os próximos dias

A categoria alega que a Secretaria de Saúde descumpriu o Termo de Compromisso, firmado em janeiro passado em relação à negociação salarial e melhorias na rede, como segurança das unidades e abastecimento de insumos. Os médicos também apontam a questão remuneratória, através da Lei de Incorporação da Gratificação de Plantão, e a equiparação salarial com o Estado seja de fato cumprida. Uma nova assembleia geral está marcada para esta quinta-feira (20) na sede da Associação Médica de Pernambuco (Ampe), na Boa Vista, às 10h, quando a classe pode deliberar por uma greve por tempo indeterminado. 

Prefeitura do Recife diz receber com surpresa a paralisação dos médicos, já que “esteve aberta ao diálogo com o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) e mantém agenda regular com Grupos de Trabalho para discutir todos os itens da pauta”. Segundo a gestão, os médicos servidores do município tiveram aumento acumulado de 32,95% de 2013 até hoje

Sobre a infraestrutura, a PCR informa que, em cinco anos e nove meses,l foram investidos mais de R$ 256 milhões na construção de novas unidades de saúde e requalificadas mais de 170 unidades existentes. Também diz que foram investidos R$ 36 milhões ao ano na assistência farmacêutica, que inclui a compra de medicamentos e material médico hospitalar. 

Na área de segurança, informa a PCR, estratégias vêm sendo discutidas com a Secretaria de Defesa Social e Secretaria de Segurança Urbana do Recife. A Rede de Saúde conta com 233 guardas municipais, além de vigilantes e câmeras de monitoramento. Recentemente, foi implantada a Ronda da Saúde, com quatro veículos e 36 guardas municipais, realizando monitoramento 24 horas, especificamente das unidades de saúde. Também conta com o suporte da Central da Guarda Municipal por meio do número 153. 

Fernando Haddad (PT)

                                  Fernando Haddad (PT) Foto: Heuler Andrey/ AFP

ministro Sergio Banhos, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), proibiu nesta segunda-feira (17) que o PT veicule propaganda eleitoral com a leitura de uma carta do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva em apoio a Fernando Haddad (PT).

A carta contém trechos como “e o nosso nome agora é Fernando Haddad” e “eu quero pedir de coração a todos que votariam mim, que votem no Haddad para presidente”.

Haddad substituiu Lula na cabeça da chapa presidencial. Lula teve a candidatura barrada pelo TSE por se enquadrar na lei da Ficha Limpa, já que foi condenado em segunda instância na Lava Jato.

Na decisão, o ministro afirma que o tempo destinado à leitura da carta supera os 25% do tempo autorizado em lei para um apoiador de uma candidatura. Segundo Banhos, as frases “traduzem o apoio expresso do remetente ao novo candidato a presidente”.

“Ocorre, todavia, que, em desrespeito à legislação eleitoral, quase 50% do tempo da propaganda eleitoral restou dedicado à leitura, por terceiros, dos termos da referida carta de apoio, intitulada ‘Carta de Lula ao Povo Brasileiro'”, escreveu o magistrado.

“Ou seja, a coligação representada excedeu ‘o limite de até 25% (vinte e cinco por cento) do tempo de cada programa ou inserção’, reservado para os apoiadores, conforme precisos termos do art. 54 da Lei no 9.504/1997”, acrescentou. A propaganda foi contestada por Jair Bolsonaro (PSL), adversário de Haddad na corrida pela Presidência.

A Rádio Liberdade realiza, nesta terça-feira (18), o primeiro e único debate do interior com candidatos ao Governo de Pernambuco. A sabatina será entre quatro candidatos que têm coligações com no mínimo cinco representantes no Congresso Nacional.

Participarão os candidatos Paulo Câmara (PSB), Armando Monteiro (PTB), Maurício Rands (PROS) e Dani Portela (PSOL).

De acordo com a produção, o debate terá cinco blocos, com confrontos diretos entre os postulantes. Segurança pública, saúde, educação e economia estarão entre os temas abordados.

No primeiro e no terceiro blocos, os candidatos perguntam entre si, sobre temas gerais. No segundo e quarto blocos, também haverá perguntas entre si. O que difere é que nestas rodadas de perguntas será realizado um sorteio com os temas previamente definidos.

No quinto e último bloco, os candidatos terão dois minutos para se despedirem do público com suas considerações finais, sem direito a réplica ou tréplica. A ordem de fala dos postulantes será definida em sorteio.

O debate será realizado no Sest Senat, a partir das 9h, com mediação de Sócrates da Silva. O programa Show da Cidade será especial e transmitido ao vivo do local a partir das 6h.

Irão retransmitir o debate as Rádios Folha FM 96.7, Recife; Gazeta FM 95.3, em São José do Egito; Vila Bela FM 94.3, em Serra Talhada; Afogados FM 87.9, em Afogados da Ingazeira; Polo FM 100.7, em Santa Cruz do Capibaribe; Cidade FM 88.7, em Tabira; e Cultura AM 1.320, em São José do Egito.