Monthly Archives: junho 2018

Inaldo Sampaio

                                Inaldo Sampaio Foto: Colunista

A eleição presidencial de outubro próximo deverá ser muito diferente da eleição anterior. Não pelo número de candidatos, que este ano será bem maior, e sim pelo desejo de alguns deles de colocar os grandes problemas do país no centro do debate. Como se lembra, na eleição anterior discutiu-se muito pouco os rumos que o Brasil deveria trilhar. Em certo momento da campanha, a discussão girou em torno do aborto, que não tem nada a ver com as atribuições do presidente da República. Discutia-se se Serra e Dilma eram a favor ou contra a interrupção da gravidez, relembrando-se declarações favoráveis da mulher do tucano e também da candidata do PT. Este ano, alguns candidatos vão entrar na luta verdadeiramente decididos a debater os grandes problemas nacionais, que não são poucos, e o que fazer para enfrentá-los. Ciro Gomes é um deles e em sua passagem ontem por Pernambuco deu demonstrações de que conhece esses problemas e que tem propostas para solucioná-los. Claro que outros presidenciáveis dirão a mesma coisa, ou seja, que também têm a receita para resolvê-los, porém nenhum deles posicionou-se até agora com a mesma clareza de Ciro Gomes, que só peca por causa de uma coisa: a reforma da previdência. Diz ser contrário à que foi proposta ao Congresso pelo presidente Michel Temer, esquecido de que, para reformar o nosso sistema de seguridade social, o caminho é aquele mesmo.

Como convidado do prefeito
O deputado Álvaro Porto (PTB), que faz dura oposição ao governo Paulo Câmara, foi visto recentemente na cidade de Lajedo numa solenidade em que o governador se achava presente, mas de pronto esclareceu: “Fui como convidado do prefeito Rossini Blesmany (PSD), que vota comigo, para participar da inauguração de um matadouro. Mas continuo na oposição”.

Enganação > O “auê” em torno da candidatura de Lula começa a perder fôlego dentro do próprio PT porque seus filiados estão se convencendo de que o TSE vai barrar a candidatura dele. Só quem continua acreditando nessa hipótese é a presidente Gleisi Hoffmann.

Quarteto > Pelas contas do partido, o PP elegerá em Pernambuco quatro deputados federais, com ou sem aliança com o PSB: Eduardo da Fonte, Fernando Monteiro, Marinaldo Rosendo e Eriberto Medeiros. Este último pertenceu ao PTC até abril deste ano.

É sangue > Até ontem, tinham sido assassinadas em Pernambuco, só este ano, 2.061 pessoas, a maioria delas por envolvimento com drogas. Reduzir essa estatística macabra é um dos maiores desafios do próximo governador.

São Pedro > O prefeito Adelmo Moura (PSB) vai recepcionar hoje em Itapetim seu deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) e seu candidato a estadual Aglailson Victor. Ambos irão prestigiar a tradicional festa de São Pedro, que é a maior do município.

Garantia > Armando Monteiro (PTB) não garante que André Ferreira (PSC) será o segundo senador de sua chapa mas faz questão de assegurar que a escolha passará por ele e pelo irmão, Anderson (PR), prefeito de Jaboatão dos Guararapes.. Mas custa crer que os irmãos “Ferreira” romperiam com o governo sem a garantia da candidatura de André.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira decretou feriado para o próximo dia 02 de Julho, um dia após a realização da XIV Expoagro e das comemorações pelos 109 anos de Emancipação Política de Afogados da Ingazeira.

De acordo com as atribuições que lhe são conferidas pela Lei Federal nº 9.093/95, a Prefeitura pode conceder até quatro feriados municipais por ano. Este ano a Prefeitura ainda não havia se utilizado dessa prerrogativa em nenhum momento.

Além de ser esta a única e maior festa do município, e uma das maiores festas populares do Sertão Pernambucano, pesou também na decretação do feriado o agendamento do próximo jogo da Seleção Brasileira para a próxima segunda, às 11h.

Portanto, o feriado municipal da emancipação política de Afogados foi transferido, excepcionalmente este ano,
do dia 1º, um Domingo, para o dia dois de Julho.

Pesquisa na Rádio Pajeú embasa decisão: o programa Manhã Total, da Rádio Pajeú, quis saber se o prefeito deveria decretar feriado, ponto facultativo ou manter dia útil. Para 79,5%, a melhor decisão seria o feriado, contra 11,4% que queriam dia útil e 9,1% que preferiam ponto facultativo.

Pelo que o blog apurou, a pesquisa foi um dos pontos considerados na decisão, assim como o fato de que haveria jogo do Brasil no domingo.

A CDL sugeriu horário especial mas com comércio aberto à exceção do horário do jogo do Brasil considerando cálculo de perdas por comerciante. Por outro lado, foi ponderado que o comércio também tem ganho adicional em decorrência da Expoagro.

Neymar durante confronto diante da Costa Rica

                                      Foto: GABRIEL BOUYS / AFP

Neymar chorou de alegria, desabafando após a vitória sobre a Costa RicaTite confessou que chorou após vencer o jogo contra o Equador nas eliminatórias para a Copa de 2018, o primeiro dele no comando da Seleção Brasileira. Então, que o Brasilvença ou empate com a Sérvia nesta quarta-feira (27), às 15h (de Brasília) no estádio Spartak, em Moscou, e a torcida brasileira também tenha motivos para derramar lágrimas de alegria pela classificação às oitavas de final.

A Canarinho pode se classificar até se perder, desde que a Suíçaperca por uma boa margem de gols para a Costa Rica, o que é pouco provável. Mas se vencer com muitos gols, então, que todos chorem pela imensa alegria.

Leia também:
“Neymar tem que aprender a conviver com a mídia”, diz Kaká
Tite revela choro em jogo de estreia pela Seleção
Tite vai manter contra Sérvia titulares do último jogo
Neymar se irrita com críticas, e Globo nega distinção

Irritação, encenação, lágrimas. Essa foi a imagem deixada em campo por Neymar, após a sofrida vitória sobre a Costa Rica. Contra os sérvios, o camisa 10 da Seleção terá que deixar as emoções de lado para ajudar o Brasil a selar a vaga nas oitavas da Copa do Mundo da Rússia. E se fizer os gols que a torcida espera dele, então…

Nem o fato de ter marcado seu primeiro gol no Mundial russo, o segundo do Brasil na partida, foi capaz de aliviar as críticas ao atacante do Paris Saint-Germain, que, assim como na estreia contra a Suíça (1×1), respondeu à forte marcação do adversário com individualidade, irritação e encenações excessivas. Mas Neymar ficou ainda mais marcado pelo que fez quando o juiz apitou o fim do jogo. Ajoelhado no meio de campo, seu choro compulsivo virou manchete, reabrindo velhas feridas que a torcida brasileira esperava cicatrizar de vez na Rússia.

De fato, a atitude de Neymar fez os torcedores relembrarem o fiasco de 2014, quando uma Seleção à beira de um ataque de nervos e marcada pela fragilidade emocional acabou sofrendo a pior derrota de sua história, o 7×1 da Alemanha, no Mineirão, em plena semifinal do seu segundo Mundial em casa.

A esperança, porém, é de que as lágrimas do craque não sejam um sinal da enorme pressão que carrega nos ombros, mas sim de alívio por finalmente estar fisicamente inteiro. Dois dias depois da dura partida contra os costarriquenhos, Neymar reapareceu diante das câmeras durante treino da Seleção exibindo um sorriso de orelha a orelha.

Na atividade, em meio a brincadeiras com os companheiros, mostrou pela primeira vez em solo russo desenvoltura e leveza com a bola, um sinal de que a lesão no tornozelo direito que o incomodou nos dois primeiros jogos tinha sumido de vez. Parecia até que as recentes críticas recebidas, rebatidas por Neymar nas redes sociais, eram um episódio do passado.

“Ele não tem mais nenhum problema no pé direito. Está totalmente recuperado, mas ainda está em crescente com relação a ritmo de jogo, confiança. A cada jogo, ele se sente um pouco melhor”, confirmou o médico da Seleção, Rodrigo Lasmar. O técnico Titetambém já havia alertado que Neymar precisaria de tempo para recuperar seu melhor nível, após longo período longe dos gramados devido à cirurgia no pé direito.

“Ele ficou três meses e meio parado e a partida anterior foi a primeira. Ele é um ser humano, precisa de tempo para retomar o padrão alto. E vai retomar”, declarou o treinador após a partida contra a Costa Rica. A julgar pela mudança no semblante do craque, essa retomada pode acontecer contra a Sérvia.

   Sem mudanças

Para o terceiro e decisivo duelo do Brasil no Grupo E do Mundial russo, Neymar não poderá usar o argumento da falta de entrosamento como desculpa. Tite deverá escalar a mesma equipe titular que enfrentou a Costa Rica. Por convicção, mas também por causa das lesões.  Com Danilo e Douglas Costa vetados pelo departamento médico, Fagner será mantido na lateral-direita, enquanto Willian, que pouco produziu nos dois primeiros jogos, ganhará outra chance ao lado de Neymar e Coutinho na armação das jogadas.

Atrás, Thiago Silva e Miranda farão a dupla de zaga à frente do goleiro Alisson, enquanto Marcelo será responsável por defender a lateral e apoiar Coutinho e Neymar no ataque pelo lado esquerdo. Casemiro e Paulinho farão novamente a dupla de contenção no meio.

Do outro lado do campo, os comandados de Tite deverão ter uma grata surpresa: após duas partidas contra equipes que puderam se dar ao luxo de esperar pacientemente na defesa e apostar nos contra-ataques, o duelo contra a Sérvia promete mais espaços para o Brasil, líder do Grupo E com quatro pontos e que precisa apenas de um empate para avançar.

FICHA TÉCNICA

Brasil
Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Phillippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.Técnico: Tite.

Sérvia
Stojkovic; Ivanovic, Milenkovic, Tosic, Kolarov; Milivojevic, Matic; Tadic, Milinkovic-Savic, Ljajic; Mitrovic. Técnico: Mladen Krstajic.

Local: Estádio Spartak.
Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Alireza Faghani
Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammed Mansouri

Tela inicial do site do Simples

                              Tela inicial do site do Simples Foto: Reprodução

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na segunda-feira (25) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 500/18, que permite o retorno de 312 mil pequenos negócios ao Simples Nacional. O grupo foi excluído do regime especial no início deste ano. A proposta contou com articulação da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa e com o apoio do Sebrae. A pauta, de autoria do deputado Jorginho Mello (PR/SC), foi aprovada por 270 votos favoráveis e apenas um contrário e agora segue para apreciação do Senado Federal.

O projeto foi aprovado pela diretora técnica e presidente em exercício do Sebrae, Heloisa Menezes. Segundo o texto, para que as empresas retornem ao Simples Nacional é preciso aderir ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pert-SN), chamado de Refis da Microempresa. O prazo para requerer a volta ao programa é de 30 dias a partir da adesão ao parcelamento, desde que a empresa se enquadre nos requisitos do Simples.

Leia também:
Saiba o que muda no Supersimples
Cerca de 100 mil empresas serão impedidas de transmitir declaração do Simples

O Refis das Micro e Pequenas Empresas entrou em vigor em abril deste ano após ter sido derrubado o veto do presidente Michel Temer. O Simples Nacional consiste em um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicáveis às microempresas e empresas de pequeno porte.

A empresa não optante pelo Simples Nacional ou Simei pode aderir ao Pert, caso tenha débitos desses regimes. Atualmente, o Simples Nacional abriga cerca de 12 milhões de micro e pequenas empresas, incluindo os Microempreendedores Individuais (MEI).

Inaldo Sampaio

                                  Inaldo Sampaio Foto: Colunista

Tanto o governador Paulo Câmara como o senador Armando Monteiro já poderiam ter revelado o nome do vice de suas respectivas chapas. Ambos já têm o nome na cabeça e adiar o anúncio para o próximo mês de julho é perda de tempo. O vice do governador sairá de um dos partidos da Frente Popular e o vice de Armando sairá de uma das legendas que integram a frente das oposições. Portanto, qual o motivo para tanto mistério? Por acaso o nome do vice terá o condão de revolucionar a política pernambucana? Se o vice do governador, por exemplo, for o ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz, como se admite na Frente Popular, por que não anunciar logo? Ele já poderia estar se movimentando no Agreste se seu nome tivesse sido anunciado. O mesmo se diga do ex-prefeito de Petrolina, Guilherme Coelho, se for confirmado o vice de Armando. Ele já estaria se mexendo no Sertão se porventura tivesse tido o nome confirmado. Ademais, vice é basicamente um cargo de composição. Se agregar eleitoralmente à chapa da qual fará parte, ótimo. Mas se não agregar também não é problema. Até porque não se vota em vice. Se não atrapalhar o companheiro de chapa, já é um grande negócio. Em relação às vagas de senador são outros quinhentos. O governador espera uma definição do PSB nacional sobre eventual aliança com o PT, para poder definir seus candidatos. E Armando parece indeciso sobre se deve confirmar ou não o nome do deputado André Ferreira para fazer companhia a Mendonça Filho.

Entre a esquerda e a direita
Ciro Gomes (PDT) pode ser falastrão, destemperado, o que for. Mas está certo ao tentar buscar apoios à esquerda e à direita a sua candidatura presidencial. Os que não fazem isto é que estão errados. Os problemas do país são tão graves que se o próximo presidente não construir uma maioria no Congresso com liberais, conservadores e esquerdistas, não governará.

De carona > A exemplo de Pernambuco, o PSDB da Bahia não terá candidato próprio a governador. Vai apoiar o candidato do DEM, José Ronaldo, que era prefeito de Feira de Santana pela quarta vez e renunciou ao mandato para concorrer ao governo estadual.

Ao Senado > O PCdoB não tem esperança na reeleição da senadora Vanessa Gaziottin (AM) e por isso vai insistir na candidatura de Luciana Santos em PE e de Jô Moraes em MG nas chapas de Paulo Câmara e Fernando Pimentel (PT), respectivamente. Ambas são deputadas federais.

A tropa > Júnior Matuto (PSB), prefeito de Paulista, está empenhado na eleição de João Campos (PSB) para deputado federal e de Francismar Pontes (PSB) para deputado estadual. Ele reuniu seus assessores nos Centro de Convenções (“minha tropa”) para apresentar seus candidatos e pediu o empenho de todos para fazê-los majoritários no município.

30 anos > O PSDB completou 30 anos na semana passada sem nunca ter lançado candidato ao Governo de Pernambuco. Em compensação, governou São Paulo durante 24 anos com os Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin.

Chapa ideal > Assessores de Marília Arraes (PT) reconhecem que ela se tornaria uma candidata competitiva à sucessão de Paulo Câmara com Júlio Lossio (Rede) na vaga de vice, e Sílvio Costa (Avante) e Humberto Costa (PT) disputando o Senado. Mas o PT não tem interesse.

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou, nesta segunda-feira (25), uma nota técnica contrária à aprovação do Projeto de Lei do Senado 513/2017, que aumenta a potência das emissoras de rádio Comunitárias e reserva três canais de frequência para o serviço.

De acordo com o parecer do MCTIC, o projeto é “uma ameaça ao delicado equilíbrio de distribuição  de canais no espectro radioelétrico”.

O Ministério afirma que para a viabilidade técnica do aumento de potência das comunitárias, será necessária a observação de um espaçamento mínimo de 18 km entre as estações, para evitar interferências prejudiciais e, até mesmo, a interrupção total do serviço, o que reduz significativamente a quantidade de rádios comunitárias em cada município.

Para o MCTIC, a proposta de ampliar o alcance das rádios comunitárias e destinar três canais para o serviço, não é o arranjo mais eficiente para o emprego desse bem público. “Caso as associações comunitárias queiram atingir um maior número de ouvintes, elas podem participar de um processo licitatório para outorga de uma rádio comercial, ou de um processo seletivo para rádio educativa, seguindo, depois, o respectivo regime jurídico de cada serviço”, diz a nota. (Leia a nota do MCTIC).

A ABERT está mobilizando o setor contra a aprovação do projeto. O diretor-geral da entidade , Cristiano Lobato Flores, afirmou, em entrevista à Rádio Jovem Pan,  que conta com a sensibilidade dos senadores para que o tema seja mais debatido e disse que “o projeto, no seu texto atual, é inconstitucional”.

Segundo Flores, “os efeitos da proposta transformariam as emissoras comunitárias em emissoras comerciais. O raio de cobertura de uma potência de 300W é quase o mesmo de uma emissora classe C comercial. A nossa contrariedade é que ele cria um evidente desvio de finalidade”.

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) também se manifestou contra o projeto. Segundo a Agência, não há dúvidas de que o texto atual do projeto de lei é tecnicamente frágil, o que torna indispensável maior debate sobre o tema. Se aprovado, diz a ANATEL, “as interferências serão a regra e não a exceção”. (Leia aqui o parecer).

O Parque Professor Renato Moraes começou a receber melhorias em sua estrutura, como limpeza e pintura, para receber os expositores e visitantes da 46ª Exposição Nordestina Especializada em Caprinos e Ovinos de Sertânia, a Expocose.

A Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana é a responsável pelo serviço. A edição deste ano de 2018 tem início já no próximo dia 04 de julho.

Na programação festiva, sexta, dia 06 de julho, quem abre a festa é a sertaniense Cristina Amaral. A noite será encerrada pela cantora Solange Almeida, ex Aviões do Forró. Alexandre Pires, é um dos destaques no palco do Parque de Exposições Professor Renato Moraes.

Além do pagodeiro, animam o sábado de Exposição o cantor Pablo, conhecido pela sua música romântica, e a banda Farra do Imperador.

Fechando a programação, o domingo, dia 08 de julho, traz a cantora Adriana Neves e o poeta Dorgival Dantas, cantor e compositor de talento. A organização priorizou uma composição eclética, para agradar todos os gostos e também a valorização de artistas locais.

G1

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (26) soltar o ex-ministro José Dirceu.

Condenado a 30 anos de prisão e 9 meses de prisão por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa na Operação Lava Jato, ele já havia começado a cumprir a pena neste ano.

A proposta de libertar José Dirceu partiu do ministro Dias Toffoli e foi seguida pelos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O único a votar contra foi Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. Celso de Mello estava ausente na sessão e não participou do julgamento.

Toffoli defendeu a libertação de forma liminar (provisória) porque considera que há “plausibilidade jurídica” em um recurso da defesa apresentado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de segunda instância.

O ministro considerou que a pena de Dirceu pode ser reduzida nas instâncias superiores – o STJ e o próprio STF – e, por isso, propôs a soltura.

A decisão não altera a jurisprudência do STF que permite a execução provisória após condenação em segunda instância, mas cria uma exceção, que pode ser aplicada também a outros casos individualmente.

Durante a sessão, Fachin chegou a alertar Toffoli que a decisão seria contrária ao entendimento do STF, que autorizou a prisão em segunda instância.

Toffoli então respondeu: “Vossa excelência está colocando no meu voto palavras que não existem. Jamais fundamentei contrariamente à execução imediata da pena pelo STF […] Não tem a ver com a execução imediata da pena”.

Numa tréplica, Fachin, disse: “Nós dois estamos entendendo o que estamos falando”.

A decisão de soltar Dirceu foi proposta por Toffoli de ofício, isto é, independentemente do pedido principal da defesa levado a julgamento.

Na ação, os advogados do ministro contestavam o cumprimento da pena após a condenação em segunda instância.

Ao todo, são 391 vagas

Depois de questões burocráticas e alterações no Edital,  a empresa responsável pelos concursos da Prefeitura e Câmara Municipal de Serra Talhada, Pernambuco, divulgou o iniiní das inscrições para hoje, dia 27. Ao todo, são 391 vagas em todos os níveis escolares. Do total,  16 para a Câmara e 375 para a Prefeitura. Os salários variam de R$ 937 a R$ 4.2 mil.

As inscrições ficarão disponíveis até 30 de agosto por meio do site da banca organizadora do certame, o Instituto de Administração e Tecnologia (ADM&TEC). A participação deverá ser validada mediante pagamento de taxa de cadastro, no valor de R$ 80 para nível fundamental, R$ 90 para nível médio e de R$ 100 para nível superior.

As funções de nível fundamental são as de auxiliar de serviços gerais, auxiliar de creche, vigilante e auxiliar de serviços gerais. Os cargos de nível médio são para agente administrativo, arquivista, auxiliar de serviços gerais, digitador, agente social, auxiliar de serviços gerais, agente municipal de trânsito, guarda municipal, digitador, telefonista e motorista.

Para nível técnico, há disponíveis os cargos de técnico agrícola, técnico em edificações, técnico em eletricidade (modalidade eletroeletrônica), auxiliar de laboratório, técnico em enfermagem, técnico imobiliário e fiscal de saneamento.

Para nível superior, há o cargo de procurador municipal/jurídico, agente de controle interno, geólogo, assistente social, psicólogo, analista ambiental – biólogo e analista ambiental – engenheiro agrônomo, fiscal ambiental, arquiteto, engenheiro civil, biomédico, educador físico, enfermeiro, farmacêutico, médico cabeça e pescoço, médico cardiologista, médico clínico geral, médico dermatologista, médico endocrinologista, médico gastroenterologista, médico geriatra, médico ginecologista, médico infectologista, médico mastologista, médico ortopedista, médico otorrinolaringolagista, médico pediatra, médico psiquiatra, médico ultrassonografista, médico urologista,  médico veterinário, odontólogo, professor em várias áreas, agente fazendário, analista contábil, auditor fiscal e fiscal de tributos.

Serão realizadas provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos. Para os cargos de professor (todos os níveis e especialidades), procurador municipal e auditor fiscal, será realizada prova de títulos de caráter classificatório.

​Todas as provas para os cargos da prefeitura serão realizadas no dia 23 de setembro. O local de realização será informado posteriormente no cartão de confirmação de inscrição.

As provas objetivas contarão com um total de 50 questões, distribuídas entre as disciplinas de Língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional e conhecimentos específicos de acordo com o cargo ofertado.

Veja os editais retificados:

Edital Prefeitura atualizado

Edital Câmara

Na manhã desta segunda-feira (25), aconteceu um grave acidente entre Triunfo e Flores envolvendo um caminhão e uma moto.

Segundo informações do Internauta Repórter Luciano Júnior, um caminhão Volkswagem 13-180 Euro 3 Worker branco, com placa de São Caetano, placa KHR 4465,que descia a serra de Triunfo invadiu a pista contrária e atingiu frontalmente uma moto que vinha no sentido contrário com dois ocupantes, vindo a tombar logo em seguida.

Ainda segundo informações, os ocupantes da moto estavam vivos, mas gravemente feridos, com várias fraturas expostas. depois, houve a confirmação de que uma das vítimas morreu no local. A segunda faleceu ao dar entrada na emergência da Unidade Mista de Saúde Felinto Wanderley, no C entro de Triunfo.

Segundo testemunhas um carro da Celpe que vinha logo atrás do caminhão, comprovou que o mesmo estava na faixa contrária. O local não tem sinal de telefonia celular, tendo os funcionários da Celpe passado um rádio para a empresa, em Serra Talhada para que pudessem avisar ao SAMU e solicitar o socorro.

O condutor foi autuado pelo delegado da cidade, Wiliams Cavalcanti Lacerda.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) expediram recomendação conjunta para todos os prefeitos do Estado, orientando que sejam encerrados os contratos com escritórios de advocacia para compensações previdenciárias dos regimes próprios de previdência com o regime geral de previdência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Segundo o texto da recomendação, a Receita Federal já disponibiliza sistema eletrônico e gratuito para fazer esta compensação (COMPREV), não sendo necessário, segundo TCE e MPCO, os municípios contratarem escritórios de advocacia para realizar este serviço.

Os municípios estavam contratando escritórios de advocacia, em muitos casos sem licitação, para prestar assessoria sobre compensação da previdência própria com o INSS. Os municípios têm direito a compensação, nos casos de servidores estatutários que se aposentam pela previdência municipal e que usam tempo de contribuição com o INSS.

“A compensação previdenciária não demanda a contratação de serviços especializados, na medida em que se trata de tarefa administrativa corrente e permanente no âmbito do regime próprio, estando disciplinada no Manual de Compensação  Previdenciária do Ministério da Previdência. Cabe aos órgãos gestores do regime próprio apresentar ao INSS requerimento informatizado de compensação previdenciária referente a cada benefício concedido com cômputo de tempo de contribuição no âmbito do regime geral do INSS, via sítio eletrônico COMPREV”, defende a procuradora geral do MPCO, Germana Laureano.

O MPCO identificou, contudo, alguns casos em que contratos abusivos estavam sendo celebrados entre preveituras e escritórios com este objeto, que deveria ser sem custo para os municípios.

Na determinação, TCE e MPCO recomendam aos prefeitos encerrar em trinta dias os contratos vigentes e não assinar novos ajustes com escritórios para este tipo de compensação.

“Os Municípios do Estado de Pernambuco devem se abster de contratar os serviços de análise, conferência e revisão de procedimentos, para fins de recuperação de crédito entre regimes previdenciários – RGPS e RPPS – compensação administrativa e financeira/COMPREV. Os Municípios do Estado de Pernambuco devem rescindir os contratos vigentes para o objeto em lume, no prazo de 30 dias”, orienta a recomendação.

A recomendação, já publicada no Diário Oficial, foi assinada pelo presidente do TCE, Marcos Loreto, e pela procuradora geral do MPCO, Germana Laureano.

CASOS CONCRETOS

Como consta do texto oficial da própria recomendação, o TCE já mandou anular o pregão 24/2018 da Prefeitura de Buíque, com este objeto. Segundo os auditores do TCE, o prejuízo aos cofres públicos poderia chegar a 1 milhão de reais.

Em maio deste ano, o MPCO pediu a condenação de ex-gestores da Prefeitura de Caruaru em 22 milhões de reais, por débitos decorrentes de compensações previdenciárias consideradas como indevidas pela Receita Federal. O pedido foi feito em processo de auditoria especial, em tramitação no TCE.

Segundo o parecer do MPCO nos autos, a gestão anterior de Caruaru realizou dois contratos, sem licitação, com dois escritórios de advocacia, para auxiliar em compensações de supostos recursos que a Prefeitura teria a receber da Receita Federal. Posteriormente, a Receita Federal considerou os procedimentos indevidos, aplicando uma multa milionária ao município.

Os auditores do TCE consideraram que a dispensa de licitação para contratação dos escritórios foi indevida e que os ex-gestores de Caruaru não comprovaram a prestação dos serviços contratados. O caso ainda vai a julgamento no TCE.

A atual gestão municipal de Caruaru está pagando o débito e a multa da Receita Federal, após a gestão anterior ter feito um parcelamento especial com o Governo Federal.

Recomendacao conjunta TCE MPCO n 03 2018

Foto: Robério Sá

Declaração ocorre dias depois de Duque elogiar publicamente Paulo Câmara em ato na Capital do Xaxado

episódio das vaias ao governador Paulo Câmara no São João de Carpina continua rendendo.

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), provocado a falar sobre o tema, disse que Câmara mereceu as vaias “por deixar de fazer o que a população espera de um governante”. O prefeito de Serra Talhada ainda aconselhou o governador a não sair mais de casa.

O curioso é que o episódio aconteceu poucos dias depois de Duque ser destaque pela saraivada de elogios ao governante, na inauguração da PE 418, em Santa Rita, Serra Talhada. Os elogios chegaram a repercutir mais que a própria fala do aliado de Câmara, Sebastião Oliveira, no ato.

Mas ontem, Duque avaliou o episódio falando a Anderson Tennens na Cultura FM. “Quando um governante é vaiado é o reflexo daquilo que ele está deixando de fazer e a população. É melhor ele não circular e sim ficar em casa e evitar multidão. Por que multidão tem gente de um lado, gente do outro. Os que estão insatisfeitos, com certeza vão vaiar e quando você está bem avaliado, mesmo quem não gosta de você não lhe vaia”.

Uma das opiniões mais compartilhadas até entre aliados de Câmara foi de críticas à decisão de levar Câmara ao palco.  “Eu acho que não foi uma decisão acertada o governador ir para um evento público e com multidão”, disse Duque.

Preso sendo levado à delegacia pela Operação João de Barro

                              Foto: Reprodução/Polícia Civil de Pernambuco

Uma quadrilha suspeita da prática dos crimes de tráfico de drogas associação para o tráfico em Caruaru, no Agreste do Estado, é o alvo da Operação João de Barro, deflagrada nesta terça-feira (26) pela Polícia Civil de Pernambuco. Ao todo foram expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru 16 mandados de prisão, dos quais 13 foram cumpridos, e 14 mandados de busca e apreensão domiciliar.

As investigações, sob a responsabilidade da Diretoria Integrada Especializada (Diresp) e presididas pelos delegados Diogo Melo Victor e Márcio Cruz, tiveram início em setembro de 2017. Cerca de 140 policiais civis participaram da execução da operação. Os presos foram levados para a Delegacia Seccional de Caruaru.

Lotofácil

                                   Lotofácil Foto: Benira Maia/FolhaPE

Dois apostadores acertaram as 15 dezenas do concurso 1.680 da Lotofácil. Cada um deles vai receber o prêmio de R$ 537.770,69. Os números sorteados nesta segunda-feira (25), em São Paulo, foram os seguintes: 01, 02, 03, 07, 08, 10, 11, 12, 13, 14, 18, 20, 21, 23 e 25. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 27, é de R$ 1,7 milhão.

Confira o rateio oficial:
15 acertos – 2 apostas ganhadoras, R$ 537.770,69
14 acertos – 782 apostas ganhadoras, R$ 604,55
13 acertos – 26705 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos – 244221 apostas ganhadoras, R$ 8,00
11 acertos – 1101865 apostas ganhadoras, R$ 4,00

Quina
Nenhum apostador acertou as cinco dezenas do concurso 4.707 da Quina. Os números sorteados nesta segunda-feira (25), em Campina Grande (PB), foram os seguintes: 09, 31, 33, 57 e 66. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 26, é de R$ 1,1 milhão.

Confira o rateio oficial:
Quina – 5 números acertados – Não houve acertador
Quadra – 4 números acertados – 49 apostas ganhadoras, R$ 5.891,12
Terno – 3 números acertados – 3707 apostas ganhadoras, R$ 117,09
Duque – 2 números acertados – 97891 apostas ganhadoras, R$ 2,43

Idosos permanecem no mercado de trabalho

                                   Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Há menos de 20 anos, quem tinha mais de 60 anos de idade já estava há muito tempo aposentado. Porém, nos últimos anos é cada vez mais raro as pessoas nessa faixa etária estarem fora do mercado de trabalho. Confirmando essa tendência contemporânea, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) analisou os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), e os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. O estudo apontou que ao longo dos últimos anos, a população com idade superior a 60 anos vem apresentando uma trajetória diferente das demais faixas etárias, acumulando neste primeiro trimestre de 2018 aumento de 8%.

A análise indica que o crescimento dos mais idosos na força de trabalho não ocorre porque tem aumentado o número destes trabalhadores que estão saindo da inatividade (aposentadoria) e retornando ao mercado de trabalho, e, sim, porque vem recuando a parcela de idosos que decidem sair da força de trabalho e ir para a inatividade. Ou seja, esses trabalhadores estão adiando a aposentadoria.

Para a técnica de planejamento e pesquisa do Ipea, Maria Andréia Lameiras, a explicação para esse aumento se dá pelo fato de que a grande maioria das pessoas com mais de 60 anos de idade – 63% – são as responsáveis pela casa. “Antigamente o mercado de trabalho não era tão exigente com relação à escolaridade. Por isso, os salários não são bons, o que implica dizer que ao se aposentar, a renda desses trabalhadores será ainda mais reduzida”, explica a técnica. Daí a necessidade de se manter ativo.

A explanação da técnica é reforçada quando se analisa o recorte do estudo que desbrava o grau de educação. Ele mostra que 67% deste contingente de trabalhadores tem o ensino fundamental incompleto, enquanto apenas 11,7% e 13,1% tinham ensino superior e médio completos, respectivamente.

Dudu marcou o primeiro gol do Náutico no jogo

Dudu marcou o primeiro gol do Náutico no jogoFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O Náutico está no G4 do Grupo A da Série C pela primeira vez. Foram necessárias 11 rodadas, uma mudança de treinador, alterações na base titular e uma sequência de quatro vitórias em cinco jogos, sendo três consecutivas, para o Timbu fazer jus aos prognósticos criados antes da competição. A primeira fase está longe de acabar, mas o clube deu um passo importante para começar, de fato, a mirar somente o topo da tabela. Com o triunfo de 2×0 diante do Botafogo/PB, nesta segunda (25), na Arena de Pernambuco, a equipe pulou para a terceira posição, com 16 pontos.

De pé em pé, com uma triangulação perfeita, o Náutico construiu um golaço logo aos três minutos. Daqueles que deixa o adversário desnorteado. Jobson iniciou a jogada pela direita e deu ótimo passe para Robinho. Improvisado como atacante centralizado por conta dos desfalques de Ortigoza e Wallace Pernambucano, o prata da casa não somente fez bem o pivô como também devolveu a bola com um toque de calcanhar. Dudu completou a jogada com categoria para fazer 1×0.

Na base dos toques rápidos, o Náutico ditou o ritmo de jogo com movimentação intensa do trio de ataque. O Botafogo/PB se limitou a tentar o gol de empate em bolas paradas com Marcos Aurélio.  Em um dos lances, o meia cobrou falta e a zaga afastou. No rebote, Daniel soltou uma bomba que carimbou a trave esquerda de Bruno. O susto não apagou o fato de que o Timbu controlou a partida nos primeiros 45 minutos.

O gol bem anulado de Lelê no início do segundo tempo deu mostras de que o Náutico não diminuiria o ritmo após o intervalo. Procurando ganhar uma presença mais forte na área, o técnico Márcio Goiano sacou Dudu para a entrada de Tharcysio. Com a mudança, Robinho foi deslocado para atuar aberto pelo lado direito.

O ímpeto do Botafogo/PB de buscar o empate sofreu um duro baque aos 17 minutos. Nando empurrou um jogador do Náutico sem bola e recebeu o cartão vermelho direto. Com mais espaço para jogar, o Timbu foi buscar o gol que sacramentaria o resultado positivo. O lance poderia ter saído de pênalti, mas o árbitro não assinalou a falta que Luiz Henrique sofreu dentro da área. Minutos depois, os mandantes foram beneficiados com a falha de Walber. O zagueiro tentou cortar um cruzamento e marcou contra, decretando o 2×0 que aumentou ainda mais o sonho do acesso à Série B para os pernambucanos.

Ficha técnica

Náutico 2
Bruno; Bryan, Sueliton, Rafael Ribeiro e Assis; Josa, Luiz Henrique e Jobson (Júnior Lemos); Dudu(Tharcysio), Robinho (Jimenez) e Lelê. Técnico: Márcio Goiano

Botafogo/PB 0
Saulo; Gedeilson, Júnior Lopes, Walber e Daniel; Hiroshi (Allan Dias), Rogério, Clayton (Jobinho) e Marcos Aurélio; Nando e Dico (Mário). Técnico: Evaristo Piza

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Marcio Soares Maciel (ambos de GO)
Gols: Dudu (aos 3 do 1ºT) e Walber (41 do 2ºT)
Cartões amarelos: Marcos Aurélio, Clayton (B)
Cartão vermelho: Nando (B)
Público: 3.703
Renda: R$ 37.245,00

Paulo Câmara e Ciro Gomes

                                 Paulo Câmara e Ciro Gomes Foto: Daniel Leite

A primeira parada do presidenciável do PDT, Ciro Gomes, hoje, em Pernambuco, se dará na casa da ex-primeira-dama, Renata Campos. O encontro está previsto para ocorrer à tarde, quando ele deve desembarcar no Recife. O governador Paulo Câmara, vice-presidente nacional do PSB, estará na agenda, assim como o presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz. A residência da família Campos tem sido parada frequente de lideranças políticas nacionais. Em agosto do ano passado, quem encontrou-se com Paulo Câmara, lá em Apipucos, em meio a um processo ainda incipiente de reaproximação entre PT e PSB, foi o ex-presidente Lula. O governador chegou a publicar, nas redes sociais, foto dos dois com Renata. Hoje, aos olhos de petistas, o PSB pode ser o partido a otimizar o conceito do projeto presidencial de Ciro, que já definiu o PSB como “parceiro preferencial”. A despeito da divisão que existe entre socialistas sobre o tema, o PT também busca uma aliança nacional com o PSB, já tendo, inclusive, oferecido a vaga de vice à sigla. Os socialistas também têm o ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, como nome cotado para compor a chapa com o pedestista, como a coluna antecipou ainda no dia 12 de maio. Márcio foi secretário de Ciro no Ministério da Integração Nacional e, agora, tem o nome no páreo para concorrer ao Governo de Minas Gerais. O nome de Ciro também não desagrada o governador de São Paulo, Márcio França, a despeito do compromisso dele com a candidatura presidencial de Geraldo Alckmin. Em caso de mudança de planos no PSDB, França não teria dificuldades para votar em Ciro, com quem mantém diálogo aberto. Após as conversas na casa de Renata, Paulo Câmara recebe Ciro em jantar no Palácio das Princesas. Como a coluna cantara a pedra, o pedetista telefonou, no último dia 14, para o governador de Pernambuco, pedindo a conversa. Paulo estava em Ouricuri na ocasião.

André pode ser anunciado no Senado
O ato que o deputado estadual André Ferreira promove, hoje, em Jaboatão, como a coluna revelou, na última sexta-feira, pode ser o espaço para os integrantes da chapa majoritária da oposição, Armando Monteiro Neto e Mendonça Filho, convocarem o deputado do PSC a ocupar a segunda vaga da disputa pela Casa Alta.

Reserva > Nas conversas recentes para amarrar a aliança, o grupo dos Ferreira, segundo integrantes da oposição, recebeu garantia de uma vaga na majoritária.

Eleitorado > 
Prefeito de Jaboatão (segundo maior colégio eleitoral do Estado), Anderson Ferreira, ainda no PR, vai estar, hoje, às 9h, no The Garden Mall, onde o clã anunciará, em ato festivo, o apoio ao grupo Pernambuco Quer Mudar.

Conjunto > Além de Anderson, os deputados Bruno Araújo, Fernando Bezerra Coelho Filho e o senador Fernando Bezerra Coelho também estão entre os esperados no evento dos Ferreira.

Fenearte > A primeira dama Ana Luiza Câmara estará na reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico e de Turismo, presidida pelo deputado Aluísio Lessa, hoje, às 16h, para apresentar da Programação da 19º Fenearte, que reunirá mais de cinco mil participantes com a expectativa de gerar R$ 40 milhões em negócios.

PEC 37 > Ontem, fez cinco anos que a pressão popular levou o Congresso a rejeitar a PEC 37, a qual buscava retirar o poder de investigação do Ministério Público, tornando-o exclusivo das forças policiais. O placar foi de 430 votos contra, 9 favoráveis e 2 abstenções.

Inaldo Sampaio

                                Inaldo Sampaio Foto: Colunista

Licenciado da prefeitura há 1 ano e 2 meses para tratamento de saúde em São Paulo e nos EUA, o prefeito do município de Goiana, Osvaldo Rabelo Filho, eleito pelo MDB com apoio do vice-governador Raul Henry, anunciou ontem o seu rompimento com o Palácio do Campo das Princesas. A briga teve início com o então secretário de Turismo, Felipe Carreras, pela posse do Paço Municipal, um dos prédios do município tombados pelo Patrimônio Histórico. Carreras o restaurou para dar-lhe outra finalidade mas o prefeito foi à Justiça e obteve uma liminar reconhecendo o direito da prefeitura de ocupá-lo. O prefeito acusa o governador Paulo Câmara de estar prejudicando a cidade por causa desta briga, dizendo que Goiana está isolada no litoral norte em razão da “buraqueira” nas rodovias estaduais e da “assustadora onda de violência” que atemoriza a população. Disse também que desde que derrotou o candidato do PSB em 2016, o governador “vem praticando absurdos no município, esvaziando o Hospital Regional e até impedindo que o prefeito tenha acesso ao Paço Municipal, através de recursos protelatórios na Justiça, visando a apossar-se de um imóvel que pertence ao município há mais de um século”. Por último, declarou que Carreras pôs os pés em Goiana, “com interesse eleitoral”, e que o governador, se não conhece ainda o município, “irá conhecê-los nas próximas eleições”.

Ainda não é tempo
Ainda não será hoje que o deputado André Ferreira (PSC) será confirmado como candidato a senador na chapa do petebista Armando Monteiro. Há outras articulações em curso e por isso o senador está sem pressa para anunciar o fechamento de sua chapa. A paciência dele é igual à de Paulo Câmara, que só pretende anunciar o vice e os dois candidatos a senador no final de julho.

Nem aí > A vereadora Marília Arraes (PT) está tão convencida de que não haverá aliança do seu partido com o PSB, em nível nacional, que continua tocando sua campanha para o governo estadual em companhia de Sílvio Costa (Avante), que poderá ser seu candidato a senador.

Adesões >
 Se todos os prefeitos, ex-prefeitos e vereadores que já declararam apoio a Sílvio Costa para senador mantiverem a palavra, ele poderá tornar-se um candidato competitivo. O último a fechar com ele foi o ex-prefeito de Riacho das Almas, Dioclécio Rosendo (PSDB).

O vice > Alckmin (PSDB) diz que estaria em boa companhia com um “vice nordestino”, mas essa declaração deve ser vista com reservas. É que em 2006, quando se candidatou pela primeira vez, o vice dele foi o pernambucano José Jorge e o resultado não foi bom. Ele teve mais votos no 1º turno do que no 2º.

Fenômeno > O PHS, ao qual o deputado pernambucano Pastor Eurico pertenceu até abril, tem sido um fenômeno entre os “nanicos”. Em 2016 elegeu o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil e, anteontem, o governador de Tocantins, Mário Carlesse, com 75% dos votos válidos.

Chapinha > Deputados do PSB vão pedir a Paulo Câmara que pressione o PP de Eduardo da Fonte a entrar também no “chapão” da Frente Popular. O deputado já avisou que esta hipótese está descartada. O PP vai marchar com uma “chapinha” para deputado estadual, mas admite entrar no “chapão” para deputado federal.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

G1

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta segunda-feira (25) levar para julgamento no plenário da Suprema Corte recurso no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva insiste no julgamento de novo pedido de liberdade.

A defesa de Lula recorreu na tarde desta segunda contra decisão do ministro Fachin que arquivou, na última sexta, pedido de liberdade dele. Nesse pedido, os advogados pediram suspensão dos efeitos da condenação de Lula, ou seja, da prisão e inelegibilidade, até que os tribunais superiores julguem recursos contra a condenação.

“Anoto, por fim, que a remessa ao Plenário pelo Relator, constitui atribuição autorizada nos termos dos artigos 21, I, e 22, ambos do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal (RISTF), cujo exercício discricionário foi reconhecido no HC 143.333/PR, de minha relatoria, julgado em 12.4.2018 pelo Tribunal Pleno, Diante do exposto, mantenho a decisão agravada e submeto o julgamento do presente agravo regimental à deliberação do Plenário”, diz na decisão.

Na decisão de três páginas, o ministro Fachin deu prazo de 15 dias para a Procuradoria Geral da República se manifestar, o que só permitirá julgamento do caso em agosto, depois do recesso do Judiciário, que terá início nesta terça (26).

Somente quando a Procuradoria se manifestar em relação ao tema, o ministro liberará o processo e pedirá data para julgamento – o que depende do presidente da Corte, Cármen Lúcia.

Fachin afirmou que enviou o caso inicialmente à Segunda Turma por considerar que se tratava de pedido de efeito suspensivo antes de remessa de juízo sobre cabimento do recurso pelo TRF-4.

Mas que, como a admissão do recurso foi negado pelo TRF-4, o quadro mudou. E que o novo cenário exige análise do plenário uma vez que trata de requisito constitucional para cabimento de recurso.

“Em verdade, esse novo cenário, derivado da interposição na origem do agravo em recurso extraordinário, e aqui no STF de agravo regimental, se, em juízo colegiado for reformada a decisão que proferi sobre a prejudicialidade, pode desafiar a aferição, mesmo que em cognição sumária própria da tutela cautelar, dos requisitos constitucionais e legais de admissibilidade do recurso extraordinário, notadamente da caracterização das hipóteses de repercussão geral, competência que, em última análise, é exercitada pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal”, afirma a decisão.

Criminosos explodem caixas eletrônicos de supermercado em Olinda, no Grande Recife

                                 Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Cerca de oito criminosos invadiram o supermercado Extra, localizado na avenida Getúlio Vargas, no Bairro Novo, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, e explodiram caixas eletrônicos instalados dentro do estabelecimento, na madrugada desta segunda-feira (25). O grupo chegou ao local em dois veículos, segundo o 1º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco. Os criminosos não conseguiram levar nenhuma quantia dos caixas, mas saíram com aproximadamente R$ 1 mil em bebidasNenhum deles foi preso.

A ação criminosa começou por volta de 1h e a Polícia Militar foi acionada às 3h50. “Eles adentraram na loja, renderam o vigilante que estava no local e o levaram para dentro. Ao perceberem policiais fazendo ronda na região saíram o mais rápido possível“, afirmou o sargento do 1º BPM Paulo Ribeiro.

Leia também:
Supermercado na Zona Norte do Recife é assaltado 
Grupo invade agência do Banco do Brasil em Caruaru

Na fuga, o grupo chegou a pedir ajuda de pessoas que estavam no local para colocar os equipamentos usados no roubo na mala dos carros. As investigações sobre a ocorrência ficarão sob a responsabilidade da Polícia Civil de Pernambuco.

Geraldo Alckmin e Mendonça Filho

                           Geraldo Alckmin e Mendonça Filho Foto: Divulgação

Por Ulysses Gadêlha e Renata Bezerra de Melo

O deputado federal Mendonça Filho (DEM) tem evitado falar do assunto, mas seu nome continua citado como mais viável do Nordeste para ocupar a vice do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa presidencial. Na última sexta (22), ele encontrou-se com Alckmin, em Caruaru, durante visita do tucano ao Sítio Macambira, do ex-governador João Lyra Neto (PSDB).

Integrante da campanha de Geraldo Alckmin, o deputado paulista Ricardo Trípoli acredita que Mendonça tem todas as qualidades pra ser o vice e grifa que, no momento, nenhum outro nome está sendo cogitado. “Vejo no ministro Mendonça um nome altamente qualificado. Na época do Fernando Henrique, fomos buscar o Marco Maciel para esta composição. A origem dos dois é a mesma e eu, particularmente, tenho muito apreço pelo nome do Mendonça”, enfatiza.

Leia também:
Lu e Geraldo Alckmin foram presenteados com quadro do filho em Caruaru
Ex-secretário de Alckmin é preso em ação que apura desvios no Rodoanel
Luciano Huck reafirma simpatia por Marina e Alckmin em jantar com ex-senadora

Mendonça minimiza o encontro que teve com Alckmin na casa de João Lyra. “Recebi Alckmin apenas como um amigo. Continuo na minha pré-campanha para o Senado”. Indagado sobre a importância de um vice do Nordeste na chapa do paulista, ele desconversou: “Não irei opinar”. Na semana passada, o ex-ministro da Educação ofereceu um café da manhã a Alckmin, em Brasília, na presença do presidente do DEM, ACM Neto.

No último sábado, Geraldo Alckmin, em Campina Grande, afirmou ser “natural” ter um vice do Nordeste, que não seja do PSDB. A declaração foi vista como aceno ao DEM. Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no entanto, ainda tem o nome posto como pré-candidato à Presidência, mas, nos bastidores, já quem fale em desistência. Democratas também estiveram com Ciro Gomes (PDT).

Nordeste detém 39 milhões de eleitores, o que representa 26% do eleitorado do País. Nos últimos anos, o desempenho do PSDB na região esteve sempre abaixo dos 20% dos votos do 1º turno. Em Pernambuco, Aécio Neves, teve apenas 5,9% dos votos em 2014.

“Evidentemente, o vice sendo do Nordeste fortaleceria muito candidatura do governador Alckmin. Depois da aliança com o DEM, um vice do Nordeste é importante e Mendoncinha teria condições, desde que seja feita a aliança nacional. Estamos coligados aqui no Estado”, pondera João Lyra Neto, que foi anfitrião do presidenciável e conversou com ele sobre o assunto.

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB), que já declarou voto em Geraldo Alckmin, avalia o seguinte: “Ele, sendo de São Paulo, tem que buscar vice de uma região diferenciada. Reitero que o vice deve ser do Nordeste“. Na análise dele, os estados mais importantes são Bahia, Pernambuco e Ceará.

“Dentro desses três, ele vai buscar solução”, aposta o emedebista, que já começa a traçar agendas conjuntas com Paulo Câmara, em cuja chapa deve estar na corrida pelo Senado. O ex-governador, entretanto, já teve seu nome ventilado para a missão de ser vice do presidenciável paulista. Mas evita tocar no tema. Foca na relevância da região: “O Nordeste corresponde exatamente ao eleitorado de São Paulo”.

“Natural”
Em passagem pelo São João de Campina Grande (PB), o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou, no último sábado, que é “natural” que o vice em sua chapa seja um político do Nordeste e que seja indicado por outro partido. A declaração foi interpretada por aliados como um aceno ao DEM, que ainda não definiu como caminhará na eleição deste ano.

“É natural que o vice venha do Nordeste e que não seja do PSDB. Deve ser escolhido pelos nossos partidos aliados”, declarou Geraldo Alckmin em Campina Grande.

Alckmin aparece com apenas 2% das intenções de voto no Nordeste, atrás dos pré-candidatos ao Planalto, Jair Bolsonaro (PSL), Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede).
Ao indicar disposição para a escolha de um vice da região, o tucano também tenta fazer frente às negociações do DEM com Ciro, que foi governador do Ceará. Os democratas estiveram com o pedetista e com Alckmin em Brasília nos últimos dias. Parte dos dirigentes do DEM no Nordeste vê com bons olhos uma aliança com Ciro.

Resultado de imagem para helio dos terrenosHélio dos Terrenos, eleito prefeito de Belo Jardim pelo PTB, em pleito suplementar realizado após a cassação de João Mendonça, pode romper com o senador Armando Monteiro, principal líder do seu partido e apoiar Paulo Câmara (PSB).

A insatisfação do prefeito de Belo Jardim, uma das cidades mais importantes do Agreste, é porque ele quer o controle da legenda trabalhista no município – que está nas mãos de Cintra Galvão -, mas possivelmente isso lhe será negado por Armando.

Hélio esteve no Recife, esta semana, para falar com Armando, mas não foi nem recebido. Quem conversou com ele foi o deputado federal Silvio Costa que deu o recado: “O senador não vai tirar o partido das mãos de Cintra,  que é seu aliado de muitos anos”.

Um político da região que está acompanhando toda esta “arenga” de perto disse ao blog que o prefeito só está esperando uma forma elegante de romper com Armando e se aliar a Paulo Câmera. R Almeida