Após o registro de mortes por afogamento na região, o Sargento J. Coelho, do Corpo de Bombeiros de Afogados da Ingazeira faz o alerta de alguns cuidados indispensáveis, principalmente com crianças, e com pessoas que não sabem nadar.

O bombeiro afirma que as chuvas acumularam boa carga em açudes de pequeno porte e barragens, tornando um atrativo aos banhistas e oferecendo perigos que podem ser fatais.

De acordo com o Sargento J. Coelho, o Estado já apresenta um número expressivo de afogamentos neste começo de ano. O ideal é, em primeiro lugar, procurar um local conhecido e onde exista, movimento de pessoas. É importante o banhista conhecer a profundidade e não se alimentarem de maneira pesada, pois as congestões são muito comuns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *