O governo entrou na fase final da seleção dos dados que serão alardeados nas propagandas que vão marcar os dois anos da gestão de Michel Temer. O Planalto decidiu fazer versões segmentadas das peças, destacando pontos para o Nordeste e também para setores específicos da economia, como o agronegócio. A ofensiva publicitária é uma nova tentativa de tirar a popularidade do emedebista das cordas a dois meses das convenções que vão definir os candidatos à Presidência.

Aos eleitores nordestinos, o governo pretende alardear a finalização do trecho leste da transposição do rio São Francisco e os números do Bolsa Família. O discurso para os produtores rurais vai enfatizar as safras recordes recentes.

Os ambientalistas também estão na mira da publicidade governista. No recorte sugerido pela equipe de comunicação, a propaganda deve dizer que Temer entregou mais quilômetros quadrados de unidades de conservação do que seus antecessores somados.

(Daniela Lima – Painel, FSP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *